Tag Archives: Beto Richa

Beto Richa recorre à Justiça para não ser chamado de kinder ovo, mas perde

31 ago

0517b31c-0104-4da3-829e-6ee04e37b8bd

A Justiça Eleitoral rejeitou pedido de liminar do candidato à reeleição, governador Beto Richa (PSDB), que pleiteava que seus adversários fossem proibidos de chamá-lo de kinder ovo.

O apelido surgiu no debate da Band TV da última quinta-feira (28), quando a candidata à governadora Gleisi Hoffmann (PT) comparou Richa a um kinder ovo, por conta das reiteradas vezes em que o atual governador se declarou surpreso com fatos ocorridos em seu governo.

“Além de não cumprir nem metade dos compromissos assumidos na campanha de 2010, o candidato à reeleição sempre é pego de surpresa. Foi pego de surpresa pela rebelião em Cascavel, pelo aumento da conta de luz e pela notícia das viaturas da PM sem combustível. Nunca sabe de nada. É só surpresa. Parece um Kinder ovo”, disse Gleisi.

Ao rejeitar o pedido de Richa, o juiz Leonardo Castanho Mendes reconhece que o apelido tem o objetivo de “ironizar o que se alegou ser a incapacidade do candidato em inteirar-se dos assuntos de sua administração. A Coligação representada atribui ao Governador um desconhecimento de fatos relevantes ocorridos em seu governo. Até aí, nada de ofensivo”.

O magistrado também não vê ilegalidade na divulgação da imagem na qual Beto Richa salta de um kinder ovo. “Há, é claro, a imagem do Governador dentro de um ovo. Mas aí a imagem só foi utilizada com o fim, obviamente satírico, de equiparar o candidato a famoso objeto de consumo infantil, cujo conteúdo se oculta da criança. Pode se dizer que a equiparação é de mau gosto, mas não ofende o candidato de forma alguma”, finaliza.

Segue a íntegra da decisão:

 

Continuar lendo

About these ads

A esquerda ganhou o debate entre os candidatos ao governo da Band no Paraná

29 ago

10359912_771703039554666_6723574289379385732_n

Sobre o debate ocorrido na Band com os candidatos ao governo do Paraná, foi um evento muito ruim, travado, com candidatos nervosos e vários pouco preparados. Sobrou baixaria, faltou ideologia e propostas. Os candidatos de esquerda e centro-esquerda foram os melhores: Gleisi Hofmann (PT), Roberto Requião (PMDB), Bernardo Pilotto (PSOL) e Rodrigo Tomazini (PSTU). Veja a análise sobre cada um:

Bernardo Pilotto (PSOL), nascido em Curitiba em 1984, formado em Ciências Sociais pela UFPR e mestrando em Saúde Coletiva na Universidade Federal de São Paulo, é um dos candidatos mais preparados ao governo do Paraná. No debate acertou ao divulgar seu partido e criticar a privatização da saúde via OS – organizações sociais e convênios. Fez um belo discurso final. Vai votar em Luciana Genro (PSOL) para presidenta.

Beto Richa (PSDB) é candidato à reeleição ao cargo de Governador do Paraná, nascido em Londrina em 1965, é formado em Engenharia Civil pela PUC-PR. Considerado o pior governador do estado de todos os tempos, foi muito mal no debate, sem conseguir justificar porque quebrou o Paraná, precarizou a Administração Pública e é “uma mãe” com as concessionárias do pedágio. Ainda teve que escutar que não gosta de trabalhar e só pensa em seu cabelo e bronzeado. Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente. Marina Silva (PSB), cujo partido é da base de Beto, se negou em apoiá-lo.

Geonisio Marinho (PRTB) é nascido em Curitiba e tem 56 anos. É o único candidato que confessa que é de direita e quer privatizar até os presídios. Foi bem no debate ao mostrar que não é candidato laranja. Vai votar em Levy Fidelix (PRTB) para presidente.

Gleisi Hoffmann (PT) nasceu em Curitiba em 1965, é advogada, senadora e ex-Ministra da Casa Civil da Presidenta Dilma Rousseff, e foi muito bem no debate, ao chamar o Beto Richa de candidato Kinder Ovo, que se surpreende com tudo, e é o candidato das surpresas. Mostrou que tem muitas propostas boas para o estado. Errou apenas ao bater em Requião, pois eles estarão juntos contra Beto no segundo turno. Fez um belo discurso final.Vai votar em Dilma Rousseff (PT) para presidenta.

Ogier Buchi (PRP), que já apoiou o Fernando Collor de Mello, é empregado na Rede Massa de Ratinho Pai e Ratinho Jr, mostra a cada dia que é o candidato laranja de Beto Richa. Foi motivo de piada nas redes sociais. Vai votar em Marina Silva (PSB), o que acaba tirando votos da candidata.

Roberto Requião (PMDB) nasceu em Curitiba em 1941, é formado em Direito pela UFPR, ex-governador do Paraná e atual senador pela segunda vez. É o favorito nas pesquisas para ir ao segundo turno e derrotar Beto Richa. No debate não foi tão bem com relação ao tempo curto das perguntas, mas colocou Beto Richa em seu devido lugar, como pior governador de todos os tempos. Fez um belo discurso final. Vai votar em Dilma Rousseff (PT) para presidenta.

Rodrigo Tomazini (PSTU) nasceu em Botucatu/SP e tem 36 anos. Acertou ao criticar as privatizações mas exagera nas críticas ao Partido dos Trabalhadores. E errou feio ao querer comparar a tentativa de privatização da Copel com o repasse da gestão do HC-UFPR para uma empresa 100% estatal, a Ebserh. Vai votar em Zé Maria (PSTU) para presidente.

Túlio Bandeira (PTC) é nascido em Santo Antonio do Sudoeste, tem 41 anos e é advogado. Foi o que mais entrou em baixaria no debate e mostrou que é o maior candidato laranja do Beto Richa. Gleisi informou que ele já foi preso e responde vários inquéritos. É o candidato que apoia Marina Silva (PSB) no Paraná, por puro oportunismo, pois seu partido é da coligação de Aécio Neves (PSDB), em baixa.

Denúncia contra o Ibope no Paraná, que aponta Beto Richa na frente

25 ago

69170483

Não é possível confiar no Instituto Ibope no Paraná.

No dia 6 de outubro de 2012, um dia antes do primeiro turno, o Ibope divulgou pesquisa sobre a eleição para o cargo de prefeito de Curitiba com os seguintes números:

Ratinho Jr. (PSC) – 39%

Luciano Ducci (PSB) – 28%

Gustavo Fruet (PDT) – 21%

Rafael Greca (PMDB) – 10%

Alzimara Bacellar (PPL) – 1%

Bruno Meirinho (PSOL) – 1%

Avanilson Araújo (PSTU) – não pontuou

Um dia depois o resultado oficial das urnas foi o seguinte:

Ratinho Jr. (PSC) – 34,09%

Gustavo Fruet (PDT) – 27,22%

Luciano Ducci (PSB) – 26,77%

Rafael Greca (PMDB) – 10,45%

Bruno Meirinho (PSOL)  – 0,91%

Alzimara Bacellar (PPL) – 0,46%

Avanilson Araújo (PSTU) – 0,10%.

Ou seja, poucas horas antes do pleito o Ibope deu 5 pontos a mais para Ratinho, deu quase dois pontos de presente para Ducci e retirou mais de 7 pontos de Fruet, que foi para o segundo turno com Ratinho e venceu as eleições.

Nessa mesma eleição Reni Pereira venceu a disputa em Foz do Iguaçu com vantagem de 9%, mas o Ibope dizia que ele seria derrotado por Chico Brasileiro (ex-PCdoB) pela diferença de 7%. Erro de 16 pontos!

O Ibope acabou de divulgar pesquisa na RPC-Globo para a corrida eleitoral para governador do Paraná com o candidato da reeleição Beto Richa com 43%, o senador Roberto Requião (PMDB) com 26% e a senadora Gleisi Hoffmann (PT) com 14%.

O Datafolha há poucos dias apontou Beto com 39%, Requião 33% e Gleisi 11%.

Ou seja, o Ibope deu de presente 4 pontos para Richa, retirou 7 pontos de Requião e deu 3 pontos para Gleisi.

Não há nada nos últimos dias que justificaria a queda de Requião.

Por causa desse absurdo do Ibope em 2012, ocorreu uma CPI na Assembleia Legislativa do Paraná. Na época foi convocado o diretor do Ibope para região Sul, Francisco Krassuski para depoimento (não sei se ele continua até hoje), que foi presidente da Celepar – Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (antiga Companhia de Informática do Paraná) durante o governo neoliberal de Jaime Lerner e é amigo pessoal do atual presidente da Celepar, Jackson Leite, e também do atual governador Beto Richa (PSDB).

Durante a gestão de Francisco Krassuski na Celepar, quem mandava era a Microsoft e o software proprietário, até ser defenestrada pelo governo Roberto Requião (PMDB), defensor do software livre e do compartilhamento.

A CPI investigou as terceirização dos serviços do Ibope no Paraná.

Outra pérola: a Celepar, sociedade de economia mista, realizou licitação na modalidade pregão presencial para a contratação de prestação de serviços de pesquisas de opinião pública e enquetes.

Sabe quem venceu a licitação e recebeu R$ 2.315.520,00 dos cofres públicos?

O IBOPE!

Sim, isso mesmo! Veja aqui a prova, no próprio site do governo comandado por Richa.

Infelizmente terminou em pizza a CPI, com a seguinte conclusão da relatora deputada Cantora Mara Lima (PSDB), do partido do governador:

“Assim conclui-se que há indícios de fraude que só uma investigação longa e profunda poderá esclarecer. Para tanto recomenda-se o envio do presente relatório imediatamente aos órgãos policiais e judiciais, para que procedam ampla e rigorosa apuração”.

Até quando vamos acreditar no Ibope?

Pesquisa Ibope: Beto Richa 43%, Requião 26%, Gleisi 14%. Você confia?

25 ago

O Ibope acabou de divulgar pesquisa na RPC-Globo para a corrida eleitoral para governador do Paraná. O candidato da reeleição Beto Richa tem 43%, o senador Roberto Requião (PMDB) tem 26% e a senadora Gleisi Hoffmann (PT) 14%.

3% de margem de erro, o que é muito.

Tulio Bandeira (PTC) tem 1%, Bernardo Pilotto (PSOL), Geonisio Marinho (PRTB), Ogier Buchi (PRP) e Rodrigo Tomazini (PSTU) somaram juntos 1%, brancos e nulos 8% e 7% não responderam.

Rejeição:

- Requião: 30%
– Beto Richa: 20%
– Gleisi Hoffmann: 20%
– Tulio Bandeira: 8%
– Bernardo Pilotto: 7%
– Geonisio Marinho: 6%
– Ogier Buchi: 6%
– Rodrigo Tomazini: 6%
– Poderia votar em todos: 10%
– Não sabe ou não respondeu: 18%

Realizada entre os dias 21 e 23 de agosto, com 1.008 eleitores em 59 municípios, registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) sob o número 00411/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR- 00411/2014.

No Datafolha do dia 15 de agosto Beto tinha 39%, Requião 33% Gleisi 11%, Bernardo Pilotto (PSOL) e Ogier Buchi (PRP) 1% cada um, e os candidatos Geonisio Marinho (PRTB), Rodrigo Tomazini (PSTU) e Tulio Bandeira (PTC) não chegam a 1%. Brancos e nulos 5% e não sabe ou não respondeu 10%. De rejeição Requião tinha 27% e Beto 23%.

Em dezembro de 2013, o Instituto Paraná Pesquisas/Gazeta do Povo apontava o governador Beto Richa (PSDB) com 42%, a senadora Gleisi Hoffmann (PT) 23% e o senador Roberto Requião (PMDB) 19%, com margem de erro de 2,5 pontos porcentuais. Requião tinha 28% de rejeição, Richa 14% e Gleisi 11%. No 2º turno: Richa 54% X Gleisi 32%, Richa 57% X Requião 28%. Espontânea: Richa 15%, Requião 5%, Gleisi 3%.

Em outubro/2013 o Instituto Paraná Pesquisas apontava Richa com 43,8%, Gleisi 23,2% e Requião 20,7%. A Paraná Pesquisas entrevistou 2.512 eleitores entre 30 de setembro e 6 de outubro, em 90 municípios do Paraná, com margem de erro de 2%.

Em agosto/2013 o mesmo Instituto apontava Beto com 39%, Gleisi 24% e Requião 21%. Pesquisa realizada nos dias 10 a 14 de agosto, em 72 municípios do Paraná, com 1.503 eleitores, e margem de erro de 2,5 pontos porcentuais.

Rádio BandNews mente ao dizer que segundo pesquisa Beto Richa será eleito e esconde Requião

22 ago

requiao_richa_gleisi

A rádio BandNews está entrevistando os candidatos ao governo do Estado do Paraná.

Na primeira entrevista o senador Roberto Requião (PMDB) foi bastante questionado e o candidato se saiu bem, ouça aqui. Requião foi bastante incisivo com o entrevistador, e por isso a BandNews não fez grande divulgação da entrevista no seu site e ainda disponibilizou a entrevista com problemas e barulhos no áudio.

Veja nas imagens abaixo, aparece a divulgação apenas das entrevistas com Gleisi e Beto, e não a de Requião do dia 20 para hoje.

Captura de Tela 2014-08-22 às 17.50.59 Captura de Tela 2014-08-22 às 17.50.38

Na entrevista com Gleisi Hoffmann (PT) a senadora também foi questionada com perguntas incisivas, e ela se saiu bem dizendo que Beto Richa é mentiroso e incompetente (ouça aqui).

Já na entrevista com Beto Richa (PSDB), os entrevistadores foram “uma mãe”, com perguntas que eram mais para “levantar a bola” para o governador, sendo que as vezes as perguntas ajudavam o governador a lembrar argumentos em sua defesa, com por exemplo na questão da agência reguladora.

Além de ter sido uma entrevista para “inglês ver”, sendo que até a da RPC-Globo foi mais contundente com o governador, no final o entrevistador ainda mentiu dizendo que as pesquisas apontam vitória de Beto Richa.

Mentira, a pesquisa Datafolha aponta que Beto e Requião vão para o segundo turno, e não há pesquisa para a disputa no segundo turno, mas a tendência é que os votos de Gleisi sejam transferidos todos para Requião, o favorito para vencer as eleições. Richa aparece com 39%, Requião 33% e Gleisi 11%. É 44% de votos para o oposição, que tende a vencer Beto, considerado o pior governador de todos os tempos do Paraná.

Beto Richa insiste em desrespeitar a Justiça e já acumula mais de meio milhão em multas

22 ago

Captura de Tela 2014-08-22 às 17.09.01

Após recorrerem de decisão da Justiça Eleitoral que punia a propaganda irregular do governo do Estado em placas de obras públicas, Beto Richa (PSDB), Cida Borghetti (PP), a coligação Todos pelo Paraná e o secretário de Comunicação, Marcelo Catani, foram novamente multados.

Agora, no valor total de R$ 280 mil.

Cada um deles terá que pagar R$ 50 mil à Justiça pelo crime eleitoral e mais R$ 20 mil cada por manterem irregularmente quatro placas de obras após o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) determinar sua retirada.

Com a nova condenação, Beto Richa já ultrapassa a marca de meio milhão em multas devidas à Justiça Eleitoral.

Desde o início da campanha no último dia 5 de julho, já foram 16 punições por desrespeitos à legislação eleitoral, como propaganda antecipada e uso da máquina pública em favor de sua reeleição.

No total, são R$ 587.636,80 em condenações.

Todas originadas de representações apresentadas pela coligação Paraná Olhando pra Frente, que tem Gleisi Hoffmann como candidata à governadora.

Além do financeiro

Os prejuízos ao candidato tucano e sua coligação vão além das baixas nas finanças, pois em quase dois meses de campanha nas ruas e mesmo no período em que a lei proíbe a propaganda institucional, Beto Richa já teve de responder também pela não prestação de contas dos seus gastos, pela produção e distribuição de materiais ofensivos à candidata Gleisi Hoffmann e pela propaganda eleitoral antecipada com dinheiro público.

Crime eleitoral (Processos) Punição Condenado(s) Valor (R$)
1338-68.2014.616.0000 – Propaganda Antecipada/irregular Multa PSDB 10.000,00
1421-84.2014.616.0000 – Propaganda Institucional (Twitter) Multa Beto Richa 47.880,00
1422-69.2014.616.0000 – Propaganda Institucional (Facebook) Multa Beto Richa 15.960,00
1442-60.2014.616.0000 – Propaganda Institucional (Site Celepar) Multa Coligação “Todos Pelo Paraná” 0,00
1443-45.2014.616.0000 – Propaganda Institucional (Site do Governo) Multa Beto Richa 74.480,00
1441-75.2014.616.0000 – Propaganda Institucional (Site Copel) Multa Beto Richa 15.960,00
1440-90.2014.616.0000 – Propaganda Institucional (Site Sanepar) Multa Coligação “Todos Pelo Paraná” 15.960,00
1439-08.2014.616.0000 – Propaganda Institucional (Site Detran) Multa Coligação “Todos Pelo Paraná” 42.560,00
1488-49.2014.616.000 – Propaganda Institucional (Site Provopar) Multa Beto Richa 53.200,00
1490-19.2014.616.0000 – Propaganda Institucional (Twitter/Veiculação) Multa Beto Richa 0,00
1524-91.2014.616.0000 – Propaganda Antecipada (Encarte Jornal Metro) Multa Coligação “Todos Pelo Paraná” 31.636,80
1550-89.2014.616.0000 – Propaganda Irregular (Placas de obras) Multa Beto Richa + Cida Borghetti + Marcelo Catani + Coligação “Todos Pelo Paraná” 280.000,00
1568-13.2014.616.0000 – Propaganda Irregular (Tenda Digital) Proibição Beto Richa 0,00
1626-16.2014.616.0000 – Prestação de Contas Obrigatoriedade Coligação “Todos Pelo Paraná” 0,00
1645-22.2014.616.0000 – Busca e Apreensão Multa de descumprimento Beto Richa 0,00
1654-81.2014.616.0000 – Propaganda Negativa (Facebook) Multa Facebook Serviços On Line do Brasil Ltda. 0,00
Total: 16 condenações 587.636,80

Segue a íntegra da mais recente decisão:

Continuar lendo

Beto Richa se utiliza de imagem do autor do Blog do Tarso como se fosse seu apoiador

21 ago

Captura de Tela 2014-08-21 às 16.33.40

Atualizado às 17h30

O site de campanha do governador do Paraná Beto Richa (PSDB), que tenta a reeleição, está utilizando as imagens de pessoas que curtiram sua página no Facebook como se fossem apoiadores de sua campanha.

Até a imagem do autor do Blog do Tarso, o advogado e professor universitário Tarso Cabral Violin, foi utilizada no site de Beto. Tarso é adversário político de Beto, e curtiu a página para acompanhar as notícias sobre o governador, mas em nenhum momento declarou apoio. Beto chegou a censurar uma denúncia contra ele no Blog do Tarso e conseguiu direito de resposta na justiça eleitoral.

Beto Richa é considerado o pior governador do Paraná de todos os tempos e a tendência é que ele, se for para o segundo turno, perca para Roberto Requião (PMDB), Gleisi Hoffmann (PT) ou Bernardo Pilotto (PSOL).

Entre as imagens há desembargadores, militantes do PMDB, entre outros que não querem ver suas imagens atreladas ao do governador.

Em tempo: depois da denúncia retiraram a besteira do link http://www.betoricha.com.br/interatividade.

Captura de Tela 2014-08-21 às 16.45.45

Justiça enquadra Beto Richa por propaganda ilegal com dinheiro público

20 ago

image-2

Governador pode responder ainda por improbidade administrativa

O candidato à reeleição, governador Beto Richa (PSDB), foi condenado ao pagamento de multa de R$ 17 mil por propaganda eleitoral antecipada, paga pelos cofres do Governo do Estado do Paraná.

A decisão da Corte do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/PR), que atende a pedido da coligação Paraná Olhando Pra Frente, que tem Gleisi Hoffmann como candidata à governadora, fixa ainda multa, no mesmo valor, ao secretário de Estado da Comunicação Social, Marcelo Catani.

Em 30 de junho de 2014, um dia após a convenção do PSDB apontar Richa como candidato à reeleição, circulou em Curitiba um caderno publicitário de 50 páginas, encartado e distribuído gratuitamente junto com os 30 mil exemplares da edição do Jornal Metro.

Além de condenação, o TRE determina ainda que cópias do processo sejam encaminhadas ao o Ministério Público para que o órgão avalie a possibilidade de mover uma ação por improbidade administrativa contra Beto Richa.

A promoção pessoal com dinheiro público é proibida pela Constituição Federal (art. 37, §1º) e agravada pelo caráter de favorecimento eleitoral.

Em seu relatório, o juiz Lourival Pedro Chemin confirma que recursos públicos foram usados para promover Beto Richa. “O desvirtuamento da propaganda institucional em promoção pessoal da figura do Governador do Estado e candidato à reeleição está evidente na medida em que o encarte em questão não se limita, simplesmente, a informar a realização de obras ou a promoção de serviços, mas promove insistente – embora velada – comparação entre a gestão do atual Governador do Estado e as gestões de seus antecessores”.

Para o coordenador jurídico da campanha de Gleisi, Luiz Fernando Pereira, o conteúdo divulgado enquadra-se perfeitamente  no conceito de propaganda eleitoral, com o firme propósito de persuasão do eleitor. “Foram extrapolados os limites de divulgação de publicidade institucional utilizando-se da estratégia de mensagem subliminar  e da propaganda dissimulada para promoção de sua pré-candidatura a custas de supostas obras e realizações supostamente  executadas pelo então governador”, explica Pereira.

O advogado lembra que até investimentos da Prefeitura de Curitiba nas obras de mobilidade urbana para a Copa do Mundo foram citados como “grandes” feitos da administração Beto Richa.

Leia aqui a íntegra da decisão

Maringá: Oposição 47,9% X Beto Richa 37,6%

17 ago

dsc01048

Segundo pesquisa do Instituto Visão/Impacto Paraná, em Maringá o governador Carlos Alberto Richa (PSDB), vulgo Beto Richa, o candidato da reeleição, tem apenas 37,6% das intenções de voto, o senador Roberto Requião (PMDB) 27,5%, a senadora Gleisi Hoffmann (PT) 20,4%, não sabem/não responderam/branco/nulo 12,4%, Ogier Buchi (PRP) 0,6%, Bernardo Pilotto (Psol) 0,6%, Geonisio Marinho (PRTB) 0,6%, Tulio Bandeira (PTC) 0,1% e Rodrigo Tomazini (PSTU) 0,1%.

Foram ouvidas 800 pessoas entre 8 e 13 de agosto, o registro no TRE é PR-00012/2014 e a margem de erro de 3% para mais ou para menos.

Quando o Blog do Tarso fala em “oposição”, é a soma dos votos de Requião e Gleisi, pois a tendência é que a grande maioria dos votos de Requião vá para Gleisi no segundo turno, assim como a grande maioria dos votos de Gleisi vai para Requião no 2º turno.

Datafolha: paranaenses reprovam o governo de Beto Richa com nota 6,2

17 ago

Captura de Tela 2014-08-17 às 21.10.24

Na pesquisa divulgada no dia 15 do Datafolha, que mostra que o governador Beto Richa (PSDB) caiu na disputa eleitoral para o governo do Paraná e está empatado com Roberto Requião (PMDB), há mais informações importantes. Clique aqui e veja o relatório completo.

Quando um aluno meu fica com média menor do que 7,0 ele não é aprovado.

É o que ocorreu com o governo Beto Richa, que recebeu nota 6,2 dos paranaenses.

Quem dá uma nota ainda mais baixa para Richa são os homens (6,0), os moradores do Paraná da minha faixa etária de 35 a 44 (5,8), os paranaenses com ensino superior (apenas 5,3) e os que recebem entre 5 e 10 salários mínimos mensais como renda familiar (5,4) e os que recebem mais de 10 salários mínimos (5,6).

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 11.191 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: