Tag Archives: Beto Richa

Governo Beto Richa descumpre a Lei de Acesso à Informação e não é transparente

25 jul

O Governo Beto Richa (PSDB) vem descumprindo a Lei de Acesso à Informação e não é nada transparente.

A Lei exige que qualquer informação que não possa ser disponibilizada no mesmo momento do pedido, deve ser repassada em até 20 dias.

No ano passado, como ex-diretor da Celepar – Companhia de Tecnologia de Informação e Comunicação do Paraná, requeri uma informação sobre mim junto à empresa. Nenhuma resposta até hoje.

No dia 13 de maio de 2014 fiz nova solicitação. Até hoje nada.

Culpa ou dolo do governador do estado, Beto Richa? Culpa ou dolo do presidenta da Celepar, Jacson Carvalho Leite?

O autor do Blog do Tarso continua esperando.

Será que vou ter que entrar com uma nova ação judicial contra o sr. Carlos Alberto Richa, vulgo Beto Richa?

About these ads

Nova pesquisa aponta derrota de Beto Richa em Curitiba, o mais rejeitado

24 jul

betoricha

O Instituto Visão/Jornal Impacto acabou de divulgar pesquisa com más notícias para o governador do Paraná Beto Richa (PSDB). A pesquisa mostra uma força grande da oposição contra Beto em Curitiba, que tem a mais alta rejeição.

Beto aparece com apenas 31,8%, empatado com o senador Roberto Requião (PMDB) que tem 30,6%, a senadora Gleisi Hoffmann (PT) tem 17,5%, Bernardo Pilotto (PSOL) 1,7%, e Túlio Bandeira (PTC), Ogier Buchi (PRP), Geonísio Marinho (PRTB) e Rodrigo Tamazini (PSTU) com menos de 1%, 16,3% dos entrevistados em nenhum/branco/nulo.

Rejeição: 31,5% para Beto Richa, 18,8% para Gleisi e 15,7% para Requião.

A tendência é que os votos de Requião e Gleisi se unam em possível segundo turno, se Beto for para o 2º turno.

Senado: Álvaro Dias (PSDB) 50,5%, Marcelo Almeida (PMDB) 6,8%, Ricardo Gomyde (PCdoB) 5,9%, Professor Piva (PSOL) 3,8%, Adilson Senador da Família (PRTB) 2,2% e abaixo de 1% para Luis Barbara (PTC), Castagna (PSTU) e Mauri Viana (PRP), e 29,2% nenhum/branco/nulo.

A margem de erro da pesquisa é de 3% para mais ou para menos, registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná com o número PR-00004/2014, realizada entre esta segunda e quinta-feira, e ouviu 1067 eleitores em Curitiba.

Por que o desânimo na campanha de Beto Richa?

24 jul
unnamed76

Vejam o desânimo no rosto dos membros da campanha de Beto Richa

O desânimo é total na campanha da reeleição do governador do Paraná, Carlos Alberto Richa (PSDB), vulgo Beto Richa. Beto, que é considerado o pior governador do Paraná de todos os tempos, contava com vitória certa em outubro depois de afundar o Paraná, mas gastar milhões de dinheiro público em publicidade enganosa.

Além disso, Richa esperava disputar a eleição apenas com a senadora e ex-Ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT), mas o senador e ex-governador Roberto Requião (PMDB) ganhou a batalha interna em seu partido e também está no páreo. Mesmo com o apoio de alguns caciques do PMDB para que o partido apoiasse Richa, indicando o vice da chapa, Requião ganhou a disputa para garantir a realização do segundo turno nas eleições.

Em Curitiba e nas grandes cidades do Paraná o governador está totalmente queimado, e se esse clima de insatisfação se alastrar pelos pequenos municípios, Beto pode não ir nem para o 2º turno, como ocorreu com o prefeito Luciano Ducci (PSB) em Curitiba, seu aliado.

Para piorar, Beto Richa recebe o apoio do presidenciável Aécio Neves, que vive uma crise grave em sua campanha por causa do escândalo do aeroporto do seu tio e não consegue chegar próximo da presidenta Dilma Rousseff (PT) nas pesquisas.

Você consegue achar alguém que declare com orgulho apoio ao governador Beto Richa, que não seja um político ou empreiteiro com segundas intenções ou um comissonado do governo?

Outra pergunta: por que não estão sendo divulgadas pesquisas no Paraná? Porque a elite financeira que apoia Beto e que tem dinheiro para comprar as pesquisas não tem pesquisas favoráveis ao governador para divulgar. E quando existirem pesquisas contra os interesses de Beto, ele vai tentar censurá-las na Justiça Eleitoral como fez nas últimas eleições. Ou vai divulgar fraudes como fez ontem.

Explicado o desânimo na campanha de Beto retratado na foto acima?

Beto Richa é uma fraude

22 jul

Captura de Tela 2014-07-22 às 22.52.08

O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), está divulgando uma pesquisa suspeita realizada APENAS EM CASCAVEL, do desconhecido Instituto Datavox, com altíssima margem de erro de 4,38% para mais ou para menos, para divulgá-la como se fosse uma pesquisa em todo o Paraná.

Vejam na foto acima, ele agradece a todos os paranaenses, e não apenas aos cascavelenses.

E qualquer pesquisa com margem de erro maior do que 3% não é séria.

Para os senhores terem uma ideia, em Cascavel Beto pode ter apenas 38,12%, Roberto Requião (PMDB) pode ter 29,58% e Gleisi Hoffmann (PT) pode ter 20,88%, o que dá uma ampla margem para a oposição, de 50,46%.

Essa mentira pode gerar uma multa de R$ 106 contra Beto Richa, basta que alguém denuncie junto ao TRE-PR.

Esse governador realmente é uma fraude.

Beto Richa é condenado por usar Twitter do governo para autopromoção

21 jul

dsc_1120

O candidato à reeleição, governador Beto Richa (PSDB) e sua vice, Cida Borghetti (Pros) foram condenados ao pagamento de multa, no valor de 15 mil UFIRs (pouco mais de R$ 15 mil), por terem utilizado o Twitter oficial do governo do Paraná para autopromoção.

Além da condenação, a Justiça Eleitoral determinou a imediata suspensão da prática, sob pena de aplicação de multa diária de R$ 100 mil.

A decisão do Juiz Lourival Pedro Chemim atende a pedido da coligação Paraná Olhando Pra Frente, que tem Gleisi Hoffmann (PT) como candidata à governadora.

De acordo com a Justiça Eleitoral, as postagens no Twitter oficial do governo do Estado contrariam a Lei 9.504/97. “Elas transcenderam a legalidade. Ou seja, elas se configuram como veiculação de publicidades (propagandas) institucionais irregulares, algumas, ainda, de forma velada”, explica o magistrado.

O juiz rejeitou a argumentação dos advogados de Richa que alegavam que a publicidade via Twitter não traria prejuízos ao erário, por ser gratuita. “Não é gratuita por ser realizada em ambiente virtual, pois a publicidade representa gasto para quem a realiza. Ou seja, do web designer ao servidor público encarregado para responder os comentários dos internautas, equipamentos, etc. tudo representa custos ao erário público Estadual”, afirma.

“O uso da máquina pública em benefício do candidato à reeleição está se tornando recorrente. Na semana passada, o governador já havia sido enquadrado”, lembra o coordenador jurídico da coligação Paraná Olhando Pra Frente, Luiz Fernando Pereira.

Reincidente

Há menos de uma semana, no último dia 17, a Justiça Eleitoral já havia enquadrado Richa por uso da máquina pública em benefício pessoal. Naquela ocasião, a Justiça determinou que, no prazo máximo de 24 horas, fossem retiradas das páginas na internet da Copel e da Sanepar as matérias que exibissem fotos do candidato à reeleição, governador Beto Richa (PSDB).

Comissionados

Em outro caso de uso da máquina pública do governo do Paraná, a Justiça Eleitoral condenou dois ocupantes de cargos comissionados no governo Beto Richa por criarem páginas falsas no Facebook para atacar Gleisi Hoffmann.

Dados obtidos pela Justiça através da quebra de sigilo do Facebook identificaram o nome de Cleverson Lima como criador da página “Gleisi não”, além do assessor do governo Beto Richa, o jornalista José Gilberto Maciel, conhecido como Zé Beto Maciel, que pagou para que a página tivesse mais visibilidade na rede social.
O caso julgado, os responsáveis foram multados e tiveram todos os recursos negados.

ÍNTEGRA DA DECISÃO QUE CONDENOU BETO E CIDA NO ENDEREÇO:

http://www.justicaeleitoral.jus.br/arquivos/tre-pr-decisao-juizes-auxiliares-2014-1421-84-2014-6-16-0000

Governo Beto Richa diminui vagas na UEL e UEM

17 jul

richa maos de te

Durante o governo Beto Richa (PSDB) as vagas ofertadas no vestibular pela Universidade Estadual de Maringá e da Universidade Estadual de Londrina, entre 2011 e 2014, diminuíram.

UEM:

2011: 1549
2012: 1536
2013: 1514

UEL:

2011: 3100
2012: 3100
2013: 3100
2014: 3090
Na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) o aumento de vagas nos últimos anos foi de aproximadamente 1000, sem contar com o aumento de vagas do IFT e da UFPR.

Justiça confirma uso da máquina e mandar tirar fotos de Beto Richa dos sites da Copel e Sanepar

17 jul

betoricha

A Justiça Eleitoral determinou que, no prazo máximo de 24 horas, sejam retiradas das páginas na internet da Copel e da Sanepar as matérias que exibem fotos do candidato à reeleição, governador Beto Richa (PSDB).

As decisões atendem a pedido da coligação Paraná Olhando Pra Frente, que tem Gleisi Hoffmann como candidata à governadora.

Nas decisões, o juiz Humberto Gonçalves Brito confirma o uso da máquina pública para promoção pessoal de Richa. “(…) referida publicidade não alcança os fins da administração pública ou para dar efetividade de seus atos, e afeta a igualdade de oportunidades entre candidatos nos pleitos eleitorais, até porque consta a imagem do representado Carlos Alberto Richa”.

O magistrado destaca ainda “a ilicitude do meio de veiculação da referida publicidade institucional e incumbe a este Juízo, então, fazer cessar a propaganda irregular”.

O coordenador jurídico da coligação Paraná Olhando Pra Frente, Luiz Fernando Pereira, lembra que os sites da Copel e Sanepar recebem milhares de acessos diários. “Muitos paranaenses entram todos os dias nestes sites em busca de informações e serviços. Não é justo que se deparem com fotos do candidato à reeleição. O espaço é público e não pode ser usado para atender a interesses pessoais de quem quer que seja”, finaliza.

Comissionados

Em outro caso de uso da máquina pública do governo do Paraná, a Justiça Eleitoral condenou dois ocupantes de cargos comissionados no governo Beto Richa por criarem páginas falsas no Facebook para atacar Gleisi Hoffmann.

Dados obtidos pela Justiça através da quebra de sigilo do Facebook identificaram o nome de Cleverson Lima como criador da página “Gleisi não”, além do assessor do governo Beto Richa, o jornalista José Gilberto Maciel, conhecido como Zé Beto Maciel, que pagou para que a página tivesse mais visibilidade na rede social.
O caso julgado, os responsáveis foram multados e tiveram todos os recursos negados.

Vejam as decisões: Continuar lendo

Delegados Paranaenses sendo formados pelo Computador e Apostilas

16 jul

Denúncia do advogado e candidato Maicon Guedes Deputado Estadual 12190

Governo Beto Richa corta horas da formação de novos Delegados Paranaenses, com menos conteúdo, menos prática, boa parte dos estudos passam não contar com salas de aula ou professores e profissionais experientes repassando conhecimento.

Em mais um ato que passa pelo descaso do Governo atual com a Segurança Pública (já tivemos só nesse ano viaturas parando sem gasolina ou sem peças, telefones do 190 cortados por falta de pagamento, falta de alimentação nos refeitórios de Policiais, promoções sem pagamento, etc), os novos Delegados do Paraná passarão a ter o segundo menor curso de formação policial do Brasil (quase metade do antepenúltimo).

O Curso recomendado pela Senasp tem duração mínima de 600 horas, a maioria dos Estados tem cursos com duração superior a 1000 horas, no Paraná, a formação contará com apenas 278 horas, com “complementos” feitos com apostilas em casa. Dentro desses complementos, estão disciplinas como “Investigação Criminal”, “Análise Criminal” e “Busca e Apreensão”, que a partir de agora serão estudados por conta, sem a presença de Professores ou Profissionais experientes repassando conhecimento e vivência.

A redução é fruto do desespero financeiro que passa o Paraná e pela falta de planejamento e respeito à valorosa classe da Polícia Civil que sofre tendo Delegados em apenas 99 dos 399 Municípios paranaenses.

Lembrando que em 2012 Beto Richa prometeu que contrataria 400 Delegados até esse de 2014 e que cada cidade teria pelo menos um deles, relembre clicando aqui. Na época o Governador Beto disse: “É uma vergonha um estado como o Paraná ter cidades sem um Delegado”.

Seguimos envergonhados e agora teremos Delegados (dentre os novos são 62 dos 400 prometidos) entregues à própria sorte com ínfima formação e boa vontade.

Flagrante exclusivo: Beto Richa de graça na final da Copa do Mundo, mesmo tendo boicotado o evento

15 jul
Captura de Tela 2014-07-15 às 15.40.47

Beto Richa disfarçado para não ser reconhecido, esposa (única da família com a camisa do Brasil), filhos com a camisa da Alemanha e nora. Foto do Fotozoom da UOL

Flagrante exclusivo do Blog do Tarso. O governador do Paraná Beto Richa (PSDB), sua esposa, a secretária da Família e Desenvolvimento Social Fernanda Richa (Beto disse que não é nepotismo porque ela é rica), filhos e cunhada entraram de graça na final da Copa do Mundo do Brasil 2014 no Maracanã, no jogo entre Alemanha 1 X 0 Argentina. A convite da FIFA ficaram na área VIP 5 estrelas do estádio.

Conforme já abordado pelo Blog do Tarso (clique aqui), Beto Richa festejou inicialmente quando Curitiba foi escolhida como uma das sedes, mas depois que a mídia brasileira fez campanha contra a Copa e parte dos brasileiros e paranaenses ficaram contra o evento, ele pulou fora da canoa e também ficou contrário à Copa. De forma totalmente oportunista, em maio o governador Beto Richa disse que se arrependeu de ter lutado pela Copa em Curitiba. Achava que ia ganhar votos ao também boicotar o evento.

Sem comprometimento político de Beto, Curitiba ficou com poucos jogos e partidas mais inexpressivas da Copa.

O governo Beto Richa não entregou nenhuma das obras previstas inicialmente para a Copa do Mundo em Curitiba. Segundo o Tribunal de Contas do Paraná, Beto Richa não construiu o Corredor Metropolitano que integraria a Região Metropolitana de Curitiba, não entregou a requalificação do Corredor Marechal Floriano, o Corredor Aeroporto-Rodoferroviária, as Vias de Integração Radial Metropolitana e o Sistema Integrado de Movimento Metropolitano – SIMM.

O governador e o então prefeito de Curitiba Luciano Ducci (PSB) não coordenaram corretamente e não fiscalizaram as obras da Arena da Baixada, e o estádio, que era o melhor do Brasil em 2007, foi o último a ficar pronto, poucos dias antes da Copa do Mundo.

O pior governador do Paraná de todos os tempos é uma vergonha para o estado.

Por favor outubro de 2014 e janeiro de 2015, chega logo!

4eefe5143d7d7b41c1d993cc86222249

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), também estava na final a convite da FIFA, mas ele apoiou amplamente a Copa e foi um dos responsáveis pelo sucesso do evento em Curitiba

Beto Richa e PSDB são condenados por propaganda ilegal

14 jul

Captura de Tela 2014-07-14 às 11.46.24

Justiça eleitoral fixou multa de R$ 5 mil para o candidato e para o partido

O candidato à reeleição, governador Beto Richa e seu partido (PSDB) foram condenados, ao pagamento de multa de R$ 5 mil cada, por propaganda antecipada durante a convenção partidária realizada no último dia 29.

De acordo com a legislação eleitoral, a campanha só está autorizada 90 dias antes da eleição – neste ano, a partir do dia 5 de julho.

A decisão da Justiça Eleitoral atende a pedido da coligação Paraná Olhando Pra Frente, que tem a senadora Gleisi Hoffmann (PT) como candidata ao governo do Estado.

“Outdoor fixado em frente ao local da convenção (Paraná Clube) exibia o nome e o número do candidato, além de já antecipar a identidade visual da campanha. Já na largada, isso provoca desequilíbrio na disputa”, explica o coordenador jurídico da campanha Gleisi Hoffmann, Luiz Fernando Pereira.

Em sua decisão, o juiz auxiliar Humberto Gonçalves Brito confirma a ilegalidade na pré-campanha de Beto Richa. “Aliado a isso, constata-se que o conteúdo do material não faz qualquer alusão à pré-candidatura, ao contrário, indica o número do partido (45), o que evidencia a intenção de propagar aos eleitores em geral a candidatura que se avizinha. Não é razoável acolher o argumento de que a publicidade está voltada para os correligionários, visto que estes não necessitam saber o número do seu próprio partido. É evidente que a intenção da propaganda volta-se para a divulgação da reeleição.”, destaca o magistrado.

Traiano

Na semana passada, o líder do governador Beto Richa (PSDB) na Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano (PSDB), já havia sido condenado por propaganda ilícita.
O deputado tucano também foi condenado ao pagamento de multa de R$ 5 mil.
Nos meses que antecederam o início da campanha eleitoral, Traiano utilizou um blog na internet para atacar a candidata petista.

Veja o Despacho Continuar lendo

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 10.803 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: