Professores protestam na frente do prédio de luxo de Richa

 

Richa diz que esposa não é corrupta porque “tem berço” e é religiosa

img_54446_20121121

Em entrevista para um portal nacional, Beto Richa disse que sua esposa Fernanda Richa, que além de primeira dama é secretária de Estado, não é corrupta porque é religiosa e tem “bom berço”.

O Ministério Público do Estado do Paraná está investigando uma suposta propina de R$ 2 milhões que Fernanda tenha exigido para a campanha do marido em 2014.

Disse ainda que ele nem sabia o que era um auditor fiscal, o que ficou comprovado que é mentira aqui. A suspeita é que ela tenha usado de sua influência para a promoção de auditores, em troca de R$ 2 milhões. Para salvá-la entrou em jogo um dos maiores advogados do Brasil, o professor René Ariel Dotti.

pastor-1

Denúncia de que Fernanda Richa tenha exigido propina de R$ 2 milhões

 

Atualizado às 21h30

O Ministério Público do Paraná recebeu denúncia em março, por meio da Promotoria de Justiça e Patrimônio Público de Curitiba, de que a esposa do governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), Fernanda Richa, que também é secretária de estado, exigiu propina de auditores fiscais para que Richa os promovesse.

Quem é responsável pelo inquérito é o promotor Eduardo Augusto Salomão Cambi.

Fernanda teria pedido R$ 2 milhões para que Richa elevasse os cargos dos auditores. O decreto de promoção deles foi publicado no Diário Oficial em 5 de maio de 2014.

O valor teria sido arrecadado para a campanha de reeleição de Carlos Alberto Richa.

Fernanda Richa disse que é mentira.

Mais um fundamento, se comprovado, para o Impeachment do governador Richa.

Fernanda Richa tentou puxar o tapete de Dilma, Beto Richa e Marcia Fruet

Secretária da Família abre o Encontro de Gestores de Assistên

Parece que o Encontro de Gestores Municipais da Assistência Social da Região Sul, em Foz do Iguaçu, que ocorre dentro da Itaipu Binacional, serviu para lançar a primeira-dama do Paraná e Supersecretária de Desenvolvimento Social do estado, para o cargo de Rainha do Estado. Ou possível substituta de Beto Richa para a eleição de 2014, caso o governo do seu esposo continue sem emplacar e esteja mal nas pesquisas.

O presidente do Colegiado de Gestores de Assistência Social do Paraná (Cogemas), José Roberto Zanchi, uma entidade privada que organizou o encontro, deu todo o espaço para Fernanda Richa aparecer e brilhar. Parecia o programa da Band, “Mulheres Ricas”. Ele, que substituiu a ex-primeira-dama de Curitiba, Marry Ducci, da presidência da entidade, está claramente fazendo política para Fernanda.

Em seu discurso Fernanda Richa não falou sobre o governo do marido, mas apenas de suas realizações pessoais na prefeitura de Curitiba e criticou a gestão de Gustavo Fruet. Disse ainda que o governo Dilma copiou os programas sociais dela. Um absurdo.

Com isso a Diretora-Presidente da Fundação de Ação Social de Curitiba, Marcia Oleskovicz Fruet, pediu a palavra e fez críticas à gestão de Fernanda Richa e do governo de seu marido, como forma de responder ao discurso político de Fernanda.

O presidente do Cogemas então, defendeu a Rainha do Paraná, em atuação também eminentemente política, dizendo que Marcia Fruet não teria “descido do palanque”. E apenas isso foi divulgado pelo “imparcial” blogueiro Fabio Campana, que só escreve a verdade, sem qualquer interesse financeiro.

O desespero é grande do grupo tucano que hoje tem o poder no Estado. Temem que aconteça no Estado o que ocorreu em Curitiba nas eleições de 2012. Beto Richa (ou Fernanda) podem ficar de fora até do segundo turno em 2014.

Por favor 2014, chega logo!

Fernanda Richa, por que tantos jovens morreram no Educandário São Francisco no governo Beto Richa?

Grande família

Grande família

Em agosto o Blog do Tarso denunciou que 11 jovens já haviam morrido no educandário São Francisco durante o governo Beto Richa (PSDB), por falta de investimento no local, que é gerido pela Secretária da Família de Desenvolvimento Social, comandada pela primeira dama Fernanda Richa.

Pois bem, ontem, mais um adolescente em conflito com a lei foi encontrado morto no Centro de Socioeducação São Francisco, em Piraquara/PR, e há denúncia que foi homicídio.

Eficiência? Choque de gestão?

Por favor 2014, chega logo!

Saia-justa

Ontem na Gazeta do Povo, coluna de Reinaldo Bessa

Há dias, durante um almoço festivo de fim de semana na casa de um empresário de Curitiba, a primeira-dama Fernanda Richa não deixou barato. Chamou um dos convidados num canto e, quase de dedo em riste, acusou-o de ser o autor de comentários a respeito da vida privada dela e do governador Beto Richa que dominam as rodas de conversas da cidade.

ObsCena: carro de Fernanda Richa estacionado irregularmente

O Fiscal do Greca tudo sabe e tudo vê, como diz Esmael Morais. Enquanto a excelentíssima senhora primeira dama do estado Fernanda Richa almoçava no restaurante YÜ, seu carro estava estacionado na vaga exclusiva para táxi.

Eles acham que podem tudo?

Luciano Ducci e Fernanda Richa estariam apoiando candidato cassado em Campina Grande do Sul

Em Campina Grande do Sul, Região Metropolitana de Curitiba, o jornal de campanha do atual prefeito da cidade e candidato cassado à reeleição, Luiz Assunção (PSB), apresenta na capa uma montagem fotográfica com as imagens de Luciano Ducci (PSB), candidato à reeleição a prefeito em Curitiba, de Fernanda Richa, mulher do governador Beto Richa (PSDB). O jornal sugere que Ducci e Fernanda estariam apoiando a candidatura de Assunção, que teve seu registro cassado pela Justiça Eleitoral.

Nesta terça-feira (18), a Justiça da 195ª Zona Eleitoral cassou o registro das candidaturas de Assunção e de seu vice, Nilson de Jesus Falavinha (PPL). A cassação (vide sentença na íntegra no link http://www.mediafire.com/view/?2mnvvm6ikqhjmqu) ocorreu em razão da gravidade de diversas condutas vedadas pela legislação eleitoral, como abuso do poder político, econômico e de autoridade.

Dentre as várias irregularidades apuradas em quatro processos, verificam-se a doação de imóveis públicos para particulares, pagamento de arbitragem para campeonatos de futebol e a realização de propaganda eleitoral antecipada. Além da cassação do registro, Assunção foi condenado a pagar multas que somam mais de R$ 300 mil. Além de Ducci e Fernanda, no jornal de campanha distribuído nesta quarta-feita (19/09) aparecem o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Valdir Rossoni (PSDB) e o secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto, supostamente eles também dão apoio ao candidato cassado Luiz Assunção.

Mais um adolescente morre no educandário administrado pela secretaria abandonada por Fernanda Richa

Mais um adolescente morreu dentro do Educandário São Francisco, em Piraquara/PR.

Segundo a rádio Bandnews Curitiba, para o sindicato que representa os trabalhadores do educandário, é a décima primeira morte no educandário São Francisco durante o governo Beto Richa (PSDB), em apenas um ano e meio.

O presidente do sindicato, Mário Monteiro, diz que o problema no educandário é reflexo da falta de investimento no local pelo governo Beto Richa.

Sabe qual é a Secretaria responsável pelos educandários de adolescentes em conflito com a lei? A Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social.

Sabe quem é a secretária licenciada dessa secretaria, que está fazendo campanha para Luciano Ducci (PSB)? Fernanda Richa, a primeira dama real.

A Secretaria emitiu nota na qual “lamenta profundamente o falecimento do adolescente”. Não é a primeira dama que assina a nota, porque ela está fazendo propaganda para Luciano Ducci. Abandonou o barco para fazer política. Os adolescentes? São um detalhe…

Repito a pergunta: Fernanda Richa é importante na Secretaria? Se sim, por que ela a abandonou para fazer política? Se não, que não volte mais.

Fernanda Richa queria ser a Evita da monarquias das araucárias. Está virando a Imelda Marcos tupiniquim.

Fernanda Richa abandonou governo do marido. Bom ou ruim para o povo do Paraná?

A primeira dama Fernanda Richa abandonou o governo Beto Richa e saiu da super-secretaria da Família e do Desenvolvimento Social, para fazer campanha para o picolé de chuchu curitibano, o prefeito de Curitiba Luciano Ducci (PSB). Das duas uma: ou ela é totalmente dispensável no governo, e não fará falta, ou a família real Richa não está nem aí para os paranaenses, e mesmo fazendo falta na secretaria, o que importa é que o grupo de se mantenha no poder.

Enquanto isso o governo Beto Richa patina, está estagnado, não faz nada, em quase dois anos de governo.

Se não faz falta não precisa voltar após a eleição. Se ela faz falta, é uma vergonha abandonar o governo do seu marido.

Pelo menos, ao ela ocupar o cargo público, não é caracterizado nepotismo porque ela é rica, segundo o maridão:

Beto Richa também foi vaiado no Curitiba Country Festival 2012

No domingo divulguei com exclusividade que a Primeira Dama Fernanda Richa foi vaiada no Curitiba Country Festival 2012 ocorrido no sábado. Eis que fui informado que o governador Beto Richa (PSDB) também foi vaiado (no mínimo).

A crise está instalada no governo…

Vejam algumas manifestações no Twitter:

Primeira Dama Fernanda Richa é vaiada no Curitiba Country Festival 2012

A inércia, privatizações, desmandos e descumprimento das promessas de campanha do governo Beto Richa (PSDB) começam a afetar a aprovação do casal Beto e Fernanda Richa. Vários internautas informaram que a primeira dama e secretária de Estado, Fernanda Richa, foi vaiada pelos participantes do Curitiba Country Festival edição 2012, ocorrido ontem em Expotrade Pinhais.

Os coordenadores da campanha da reeleição de Luciano Ducci (PSB) já se preocupam com a perda de votos que o candidato terá ao ser apoiado pelo governador com aprovação em queda na capital do Paraná.

Beto Richa e 1ª Dama lançam o Família Paranaense: socializar carguinhos de confiança?

O prefeito de Curitiba Luciano Ducci (PSB) lançou o programa “Em Curitiba, tudo é para a família (deles)”.

Agora é a vez da exportação do programa para todo o Paraná.

O governador Beto Richa e a secretária da Família e Desenvolvimento Social, a primeira dama Fernanda Richa, lançam nesta quarta-feira (14), no Canal da Música, o programa Família Paranaense.

A pergunta que não quer calar na Boca Maldita: o governo irá ampliar o programa de concessão de cargos de secretário para parentes de todos os paranaenses?

Enquanto ocorre greve da Polícia Civil e PM ameaça, Beto Richa já foi ontem curtir o carnaval em Salvador com a 1ª Dama

O governador do Estado do Paraná, Beto Richa (PSDB), desde ontem, quinta-feira, está em Salvador para pular o carnaval com a primeira-dama-secretária Fer­­nanda Richa e o filho caçula.

Seus opositores dizem que enquanto ele festeja os paranaenses vão ter que se virar com a greve da Polícia Civil e possível greve da Polícia Militar. Além disso ele matou o trabalho de parte de quinta-feira e toda sexta-feira.

Seus defensores dizem que o casal real do Paraná foi com dinheiro prórprio e que Beto vai aprender a lidar com a greve com o governador da Bahia, Jaques Wagner (PT).