Charge do Latuff: Yoani Sánchez e os Estados Unidos da América

Yoani-por-Latuff

Anúncios

Fernanda Richa tentou puxar o tapete de Dilma, Beto Richa e Marcia Fruet

Secretária da Família abre o Encontro de Gestores de Assistên

Parece que o Encontro de Gestores Municipais da Assistência Social da Região Sul, em Foz do Iguaçu, que ocorre dentro da Itaipu Binacional, serviu para lançar a primeira-dama do Paraná e Supersecretária de Desenvolvimento Social do estado, para o cargo de Rainha do Estado. Ou possível substituta de Beto Richa para a eleição de 2014, caso o governo do seu esposo continue sem emplacar e esteja mal nas pesquisas.

O presidente do Colegiado de Gestores de Assistência Social do Paraná (Cogemas), José Roberto Zanchi, uma entidade privada que organizou o encontro, deu todo o espaço para Fernanda Richa aparecer e brilhar. Parecia o programa da Band, “Mulheres Ricas”. Ele, que substituiu a ex-primeira-dama de Curitiba, Marry Ducci, da presidência da entidade, está claramente fazendo política para Fernanda.

Em seu discurso Fernanda Richa não falou sobre o governo do marido, mas apenas de suas realizações pessoais na prefeitura de Curitiba e criticou a gestão de Gustavo Fruet. Disse ainda que o governo Dilma copiou os programas sociais dela. Um absurdo.

Com isso a Diretora-Presidente da Fundação de Ação Social de Curitiba, Marcia Oleskovicz Fruet, pediu a palavra e fez críticas à gestão de Fernanda Richa e do governo de seu marido, como forma de responder ao discurso político de Fernanda.

O presidente do Cogemas então, defendeu a Rainha do Paraná, em atuação também eminentemente política, dizendo que Marcia Fruet não teria “descido do palanque”. E apenas isso foi divulgado pelo “imparcial” blogueiro Fabio Campana, que só escreve a verdade, sem qualquer interesse financeiro.

O desespero é grande do grupo tucano que hoje tem o poder no Estado. Temem que aconteça no Estado o que ocorreu em Curitiba nas eleições de 2012. Beto Richa (ou Fernanda) podem ficar de fora até do segundo turno em 2014.

Por favor 2014, chega logo!

O bate-papo que desmascarou a blogueira Yoani Sánchez

Do Pragmatismo Político

Yoani Sánchez ganhou espaço como colunista do Globo, recebeu o Jornal Nacional, é integrante do Instituto Millenium e tem dado entrevista pra todos os órgãos de imprensa brasileiros, mas o único jornalista do mundo até aqui a confrontá-la com perguntas elementares foi Salim Lamrani

Entrevista com Yoani Sánchez, por Salim Lamrani*

Yoani Sánchez é a nova personalidade da oposição cubana. Desde a criação de seu blog, Generación Y, em 2007, obteve inúmeros prêmios internacionais: o prêmio de Jornalismo Ortega y Gasset (2008), o prêmio Bitacoras.com (2008), o prêmio The Bob’s (2008), o prêmio Maria Moors Cabot (2008) da prestigiada universidade norte-americana de Colúmbia. Do mesmo modo, a blogueira foi escolhida como uma das 100 personalidades mais influentes do mundo pela revista Time(2008), em companhia de George W. Bush, Hu Jintao e Dalai Lama.

yoani sánchez brasil jornalista francês

Yoani Sánchez é a dona da semana na mídia brasileira

Seu blog foi incluído na lista dos 25 melhores do mundo do canal CNN e da Time(2008). Em 30 de novembro de 2008, o diário espanhol El País a incluiu na lista das 100 personalidades hispano-americanas mais influentes do ano (lista na qual não apareciam nem Fidel Castro, nem Raúl Castro). A revista Foreign Policy, por sua vez, a considerou um dos 10 intelectuais mais importantes do ano, enquanto a revista mexicana Gato Pardofez o mesmo para 2008.

Esta impressionante avalanche de distinções simultâneas suscitou numerosas interrogações, ainda mais considerando que Yoani Sánchez, segundo suas próprias confissões, é uma total desconhecida em seu próprio país. Como uma pessoa desconhecida por seus vizinhos – segundo a própria blogueira – pode integrar a lista das 100 personalidades mais influentes do ano?

Um diplomata ocidental próximo desta atípica opositora do governo de Havana havia lido uma série de artigos que escrevi sobre Yoani Sánchez e que eram relativamente críticos. Ele os mostrou à blogueira cubana, que quis reunir-se comigo para esclarecer alguns pontos abordados.

O encontro com a jovem dissidente de fama controvertida não ocorreu em algum apartamento escuro, com as janelas fechadas, ou em um lugar isolado e recluso para escapar aos ouvidos indiscretos da “polícia política”. Ao contrário, aconteceu no saguão do Hotel Plaza, no centro de Havana Velha, em uma tarde inundada de sol. O local estava bem movimentado, com numerosos turistas estrangeiros que perambulavam pelo imenso salão do edifício majestoso que abriu suas portas no início do século XX.

Yoani Sánchez vive perto das embaixadas ocidentais. De fato, uma simples chamada de meu contato ao meio-dia permitiu que combinássemos o encontro para três horas depois. Às 15h, a blogueira apareceu sorridente, vestida com uma saia longa e uma camiseta azul. Também usava uma jaqueta esportiva, para amenizar o relativo frescor do inverno havanês.

Foram cerca de duas horas de conversa ao redor de uma mesa do bar do hotel, com a presença de seu marido, Reinaldo Escobar, que a acompanhou durante uns vinte minutos antes de sair para outro encontro. Yoani Sánchez mostrou-se extremamente cordial e afável e exibiu grande tranquilidade. Seu tom de voz era seguro e em nenhum momento ela pareceu incomodada. Acostumada aos meios ocidentais, domina relativamente bem a arte da comunicação.

Esta blogueira, personagem de aparência frágil, inteligente e sagaz, tem consciência de que, embora lhe seja difícil admitir, sua midiatização no Ocidente não é uma causalidade, mas se deve ao fato de ela preconizar a instauração de um “capitalismo sui generis” em Cuba. Continuar lendo

Gazeta do Povo condenada por falar inverdades sobre o Senador Requião

requiao_dilma2

A Gazeta do Povo foi condenada a se retratar e a indenizar o senador Roberto Requião (PMDB/PR) por uma manchete veiculada em julho de 2012 que colocou o senador como réu num caso em que ele foi o denunciante.

No dia 30 de julho de 2012, o jornal veiculou a matéria intitulada “STJ anula denúncia do caso da empregada fantasma de Requião”. O próprio texto explica que o senador, quando tomou conhecimento do caso, fez a denúncia. No entanto, a manchete tentou induzir os leitores a uma leitura equivocada, dando a entender que o senador era conivente com um esquema ilícito.

A sentença dá 15 dias para que o jornal publique a retratação e pague R$ 10.000,00 acrescidos de correção monetária pela aplicação da média aritmética dos índices INPC e IGP-DI a contar da data da presente decisão, bem como juros moratórios de 1% ao mês incidente a partir do evento danoso (30/07/2012). O não cumprimento da determinação judicial prevê multa diária.

R$ 10 mil para a Gazeta do Povo não fará nem cócegas para o jornal. É menos do que ela ganha por dia do governo Beto Richa para fazer autopromoção dos tucanos. E os R$ 106 mil que a Justiça aplicou ao Blog do Tarso? Justiça ou Injustiça?

Blog do Esmael Morais mandou bem na Rádio Banda B, ouça a entrevista

Alguns dos blogueiros progressistas do Paraná

O blogueiro Esmael Morais mandou bem na Rádio Banda B, ouça a entrevista, clique aqui. Ele falou sobre o governo neoliberal de Beto Richa, os primeiros dias da gestão de Gustavo Fruet e a necessidade de ser mais incisivo com o ICI, criticou o convite de Valdir Rossini à blogueira mercenária Yoani Sánchez, enquanto a direita censura blogs aqui no Paraná, e deu notas a alguns famosos políticos paranaenses.

PMDB no governo de Beto Richa quer privatizar licenciamento ambiental. MP é contra

CHEIDA-E-RICHA

Futuro secretário de meio ambiente do governo Beto Richa (PSDB), o ex-petista e atual pmdbista da ala richista, deputado estadual Luiz Eduardo Cheida (PMDB), pretende terceirizar o processo de licenciamento ambiental para profissionais privados credenciados.

Segunda a Gazeta do Povo, o Coordenador do Centro de Apoio às Promotorias de Proteção ao Meio Ambiente, procurador Saint-Clair Honorato Santos, defende a realização de concurso pública para a contratação de servidores que seriam os licenciadores.

Tucanos do Paraná, que censuram blogueiros, convidam Yone Sanhéz para discursar na Assembleia Legislativa

Rossoni faz espuma ao convidar blogueira cubana; presidente da Assembleia omite censurados pelos tucanos no Paraná.

Rossoni faz espuma ao convidar blogueira cubana; presidente da Assembleia omite censurados pelos tucanos no Paraná.

Do Blog do Esmael Morais

Dois pesos, duas medidas. A demagogia não tem limites no Paraná. Veja essa, caro leitor.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Valdir Rossoni, presidente estadual em exercício do PSDB, reafirmou nesta quarta-feira (20) que a Casa está aberta para que a blogueira cubana Yoani Sanchéz possa utilizar a tribuna do Legislativo e falar sobre as dificuldades e a falta de liberdade de expressão no seu país.

Rossoni não precisa viajar muito longe para encontrar blogueiros censurados. Nas eleições de 2010, por exemplo, o partido dele censurou blogueiros, jornalistas, ativistas virtuais no Twitter e Facebook, pesquisas eleitorais, revistas, jornais, portais de notícias, dentre outros que tinham opinião contrária ao então candidato a governador Beto Richa (PSDB).

Sugiro ao menos quatro nomes censurados pelos tucanos para ocupar a mesma tribuna da Assembleia: Tarso Violin Cabral (Blog do Tarso), Maurício Betti (publicitário), Thea Tavares (Blog Lado B) e Luiz Skora (Polaco Doido).

Segundo o chefe do Poder Legislativo, o contato e o convite já estão sendo feitos à cubana.

“É um convite para que ela venha nos contar sobre o seu país. Até porque temos visto que ela está com muita dificuldade para falar com a população. E aqui ela teria toda a liberdade para se manifestar na tribuna da Casa e também pela TV Sinal”, disse.

O diabo é que há vários blogueiros e ativistas virtuais sedentos para utilizar o “Grande Expediente” para falar sobre a censura dos tucanos aqui no Paraná.

Acesse mais de 5000 obras de Candido Portinari

Retirantes, de Candido Portinari

Retirantes, de Candido Portinari

A partir de hoje você pode acessar mais de 5000 obras de Candido Portinari no site www.portinari.org.br, além de 6 mil cartas e 1200 fotos.

Sou um fã de Portinari. No III Simpósio Paranaense de Direito do Terceiro Setor que organizei em 2008 utilizei a obra retirante no cartaz do evento, com autorização de seu filho, João Candido Portinari, que também é o responsável pelo site.

Portinari é “o cara”, vale a pena conhecer sua vida e obra.

cartaz III simpósio modificado

Esse evento ocorreu em 2008