Fortaleza: Seminário Política, Economia, Direito e Mídia: os fundamentos da crise

Índice

Anúncios

Quanto o paranaense já pagou para a família Richa até agosto de 2014

oGNOhvAe.jpg-large

A família Richa já custou aos cofres públicos municipais, estadual e federal mais de R$ 31,5 milhões até o último mês de agosto. Dentre os quatro integrantes do clã paranaense que atualmente recebem rendimentos do erário, Arlete Richa lidera a lista de ganhos, com pensões que somam os R$ 43.101,77 mensais. Em seguida vem o filho, Beto Richa, com salário de governador de R$ 29.462,25 por mês. O irmão do governador, o secretário de Infraestrutura e Logística, Pepe Richa e a primeira-dama Fernanda Richa, recebem cada um R$ 20.623,57 por mês, com direito a 13º salário, sem contar os benefícios do cargo.

Viúva de José Richa e mãe do atual governador Beto Richa, Arlete Richa já recebeu até hoje, em valores atualizados, mais de R$ 6,2 milhões do Senado Federal e do Governo do Paraná, mesmo sem nunca ter sido senadora ou governadora de estado. Conforme o contra-cheque que pode ser acessado através do Portal da Transparência (www.portaldatransparencia.pr.gov.br), Arlete Vilela Richa recebe mensalmente os R$ 26.589,68 da aposentadoria do ex-governador José Richa. A viúva acumula o benefício desde janeiro de 2004, e já retirou dos cofres públicos R$ 3,6 milhões até agosto deste ano. Outra pensão que Arlete Richa recebe é a do Senado Federal, da época do senador José Richa. São R$ 16.512,09 por mês ou R$ 2,6 milhões acumulados de janeiro de 2004 a agosto de 2014 (considerando que até a aprovação da lei que acabou com o 14º e 15º salários dos senadores, em 2013, o benefício do Senado era pago em 15 parcelas por ano). O curioso é que Dona Arlete, mesmo vivendo uma relação estável com o segundo marido, não formalizou a união para continuar recebendo o benefício dos cofres públicos.

Um dos filhos de Beto e Fernanda Richa, Marcelo Richa, também já começou a se habituar aos rendimentos pagos pelos contribuintes. Entre 2010 e 2012, Marcelo recebeu aproximadamente R$ 230 mil como Secretário Municipal de Esporte lazer e Juventude da Prefeitura Municipal de Curitiba.

O apego da família Richa pelo Erário vem de longe. O pai de Beto Richa, José Richa, amealhou cerca de 6,2 milhões de rendimentos oriundos do Senado federal de 1978 a 2003. Do Governo do Paraná, José Richa acumulou ganhos de R$ 7,6 milhões, de 1983 até 2003, quando faleceu. Como prefeito de Londrina, de 1973 a 1977, José Richa recebeu aproximadamente R$ 728 mil e como deputado federal, de 1962 a 1970, conseguiu juntar R$ 2,7 milhões, em valores atualizados.

O filho Beto Richa seguiu os passos do pai. Além do que já recebeu como governador (R$ 1,3 milhão), Beto foi vereador de Curitiba e acumulou rendimentos de aproximadamente R$ 370 mil. Em seis anos como deputado estadual, Richa ganhou R$ 1,7 milhão e na Prefeitura de Curitiba, recebeu R$ 735 mil em quatro anos como vice-prefeito de Cássio Taniguchi, mais R$ 2,1 milhões em seis anos como prefeito da capital.