Existe o petismo? Dalmo de Abreu Dallari

ju331pg07b

Um texto do maior jurista do Direito Constitucional brasileiro, Dalmo de Abreu Dallari, publicado em 1986, mas mais atual do que nunca. O Professor Dalmo sempre votou no PT, Lula e Dilma.

Existe o petismo?

Uma coisa é certa: o petismo existe e o Partido dos Trabalhadores é o seu profeta. Mas a partir daí explodem muitas dúvidas, que andam nas cabeças dos próprios petistas e que se colocam com a mesma agressividade que caracteriza a militância petista. Na realidade, o próprio relacionamento entre o PT e o petismo é apaixonado e agressivo, sem que fique bem claro se foi o petismo quem criou o PT ou se o contrário é que é verdadeiro, se é possível ser petista sem estar no PT ou se alguém pode pertencer ao PT sem ser petista. E tudo o que cerca essas questões e envolve as conseqüências que podem resultar das respostas é discutido com grande carga de afetividade pelos protagonistas.

Cada um quer ser mais autenticamente petista do que o outro, todos defendem ardorosamente seus pontos de vista a respeito do significado do petismo, da natureza do PT e de seu verdadeiro papel neste momento da vida brasileira. O fato é que todos “sentem” que são petistas e querem fazer do PT o veículo de suas idéias.

Essa “convergência na divergência”, que é problema para os petistas, é problema ainda maior para os que são contra o PT. Um dado significativo é que ninguém se limita a ser contra, pois, assim conto o petismo é uma paixão, o antipetismo é igualmente apaixonado. Mas como o PT é uma presença marcante, parecendo onipresente, ao mesmo tempo que a cada passo e em cada circunstância surge com uma aparência diferente, é extremamente difícil combatê-lo. E o que se tem visto é que as acusações, denúncias, armadilhas e agressões de muitas espécies, que são utilizadas com o propósito de enfraquecê-lo, acabam tendo efeito contrário, parecendo que o petismo se fortalece quando agredido.

Dalmo Dallari

Jornal Leia, agosto de 1986

pt

Anúncios

2 comentários sobre “Existe o petismo? Dalmo de Abreu Dallari

  1. Pingback: Marina Silva passa por Curitiba quase desapercebida | MANHAS & MANHÃS
  2. Queria perguntar a esse jurista se ele ainda é um petista? Ou se a paixão e a crença ainda está instalada em sua mente, mesmo vendo que o que era para ser um partido realmente voltado para as questões sociais, se tornou um partido completamente corrúpto e criminoso!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s