5ª na UFPR: Ato em Defesa da Constituição e da Democracia

14563403_1721308808193550_5657071878538961845_n

Os Advogados e Advogadas pela Democracia organizam para o dia 6 (quinta-feira) o Ato em Defesa da Constituição e da Democracia, às 18h30 no Salão Nobre da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná.

O grupo de juristas do qual fazemos parte entende que o Brasil caminha para a consolidação de um regime de exceção.

Grampos em escritório de advocacia, divulgação de interceptações telefônicas ilegais envolvendo autoridades com foro privilegiado, e utilização de provas obtidas no exterior sem a autorização necessária, mostram a atual fragilidade das instituições políticas nacionais.

A defesa da Constituição e da Democracia – com uma firme posição contra a redução de direitos sociais – exige uma reflexão pública sobre o funcionamento do sistema de justiça brasileiro.

Os “Advogados pela Democracia”, com apoio da Frente Brasil de Juristas, Rede Nacional de Advogados e Advogadas Populares, Direito Pra Todxs, Frente Brasil Popular, Povo Sem Medo, CWB Contra Temer, Declatra e Terra de Direitos, convidam todas e todas para o ato.

Entre os convidados confirmados estão o ex-ministro da Justiça e Procurador da República, Eugênio Aragão, o ex-presidente do Conselho Federal da OAB, Cezar Britto, a desembargadora aposentada e professora da Unicamp, Magda Barros Biavaschi e o juiz e professor de Direito do Trabalho, Reinaldo Melhado.

Serviço:
6 de outubro
18h30
Salão Nobre da Faculdade de Direito da UFPR
Entrada livre
Curitiba – Paraná

Anúncios

4 comentários sobre “5ª na UFPR: Ato em Defesa da Constituição e da Democracia

  1. Sempre quando pegam corruptos na boca da botija alguém quer defender direitos. E os direitos dos roubados alguém defende ?
    Em tempo – poderiam aproveitar o juiz lá e já protestar contra o auxílio moradia he he

    Curtir

  2. De qualquer forma tem que se tomar muito cuidado com Petistas e seus satélites (sobretudo PCdoB, UJS), no futuro e atualmente.
    Vejo muita coisa do Petê. Escrito por Petistas, históricos ou jornalistas.

    Eles adoram, amam mesmo, veneram dizer que a mídia é uma arma golpista. Que a mídia é isso, que a mídia é aquilo.

    Criaram até o termo “midiota”, para se dirigirem a qualquer opositor a Dilma e ao anti-Petismo e ao anti-populismo esquerdalha atrasado. Mas esses blogs Petistas fingem esquecer (sempre fingem), exatamente, de que estão utilizando para falar mal da mídia a mídia, compreendem? O que é um “blog” senão um dispositivo midiático???

    Dizem eles que está havendo um “grande” «Golpe da Mídia» (termo petista), mas os vídeos petistas são também mediáticos, são mídia também… Não seria se tivessem falando em praça pública, sem mediação videográfica — direto ao público, sem gravação. O Youtube é mídia. A Internet é um dispositivo mediático. E vários blogs petistas [Tijolaço, Nassif, 24/7, Carta Capital etc. etc.] são também “Grande Mídia”, patrocinada até a pouco pela Petrobras… PT acha que o povo é otário. Mas os Petistas acreditam nesse papo furado, e o reproduz nas variadas mídias sociais (Facebook, G+, Twitter etc.). Petistas são alienados mesmo.

    E quanto a Dilma está é aqui: Um produto a ser vendido e consumido. Apenas isso. E haja publicidade! Desgastante. Veja. Eis:
    DANONINHO, PT, LULA, DILMA, REQUIÃO, KLEBER MENDONÇA, PSEUDO-INTELECTUAL:
    O PT ainda continua perfeitamente astuto e sutil, quase invisível em seu ilusionismo. Pratica qualquer NARRATIVA para estar no poder.
    Narrativas publicitárias que USURPAM o pensamento, mentes e convencem “intelectuais” a comprar o produto. Vigilância e controle ideológico. Dentro das Universidades, nas ruas, botons, autoadesivos, blogs espertalhões, artistas puxa-sacos, discursos manipuladores, «lavagem cerebral».

    ========================================================
    Mia, bebe leite, tudo indica que é um gato; mas o PT afirma: é um cão.
    ========================================================

    “””Golpe”””, com toda certeza, é um clichê publicitário, é frase-pronta, imagem estereotipada e montada a priori (nessa altura, provavelmente, recomendada por algum marqueteiro, tal qual João Santana. Semelhante a ele. Senão, ele próprio): frases clichês tais quais: “Danoninho vale por um bifinho”.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s