Aluna do Colégio Estadual perdeu 60% da audição no Massacre de Curitiba

BombasTaciane2An

Taciane Grassi, 17 anos. Foto de Aniele Nascimento/Gazeta do Povo

Hoje na Gazeta do Povo

Estudante de 17 anos perdeu 60% da audição

“Eu estava na frente do prédio do Tribunal de Justiça quando a confusão começou e a gente ergueu as mãos, gritando ‘sem violência’. Um objeto que eu acho que era uma pedra veio voando de onde estavam os policiais. Meu amigo falou ‘não se desespere, mas sua cabeça está sangrando’. Coloquei a mão, vi o sangue, e fiquei desesperada, é claro. Na ambulância o rapaz me deu iodo e disse ‘não tem mais como te ajudar, porque caiu bomba nos equipamentos’. Aí voltei para o bosque, porque sentia a necessidade de estar ali. O choque avançou jogando bombas no acampamento e a gente corria para tampar as bombas com a caixa de papelão, para não explodir na galera. Na hora que eu cobri uma com a caixa, uma moça caiu do meu lado. Me abaixei para arrastar ela e vieram três bombas. Só ouvi aquele pow, um zunido, e um ‘pi’ eterno. Saí correndo, sem respirar, e fiz um gesto para um amigo mostrando que não conseguia ouvir nada. Cheguei na prefeitura com o meu ouvido já sangrando, e também passaram iodo. Fui para o 24 horas do HC, mas não tinham equipamento para ver meu ouvido. No outro dia minha mãe me levou no médico e ele deu o laudo: perdi 60% da audição no ouvido esquerdo. Vou ter que esperar de três a quatro meses para diminuir a inflamação, ver se a audição melhora. Mas tudo indica que queimou o tímpano, e aí só cirurgia resolve. Na hora a gente não pensa muito. Vi professor meu caído no chão. Eu olhava para as pessoas e dizia ‘me dá um abraço agora’, no meio das bombas. Elas me abraçavam e a gente continuava. Só o que eu consigo pensar é por quê? Qual a necessidade daquilo?”

Taciane Grassi, 17, aluna do 3.º ano do Colégio Estadual do Paraná.

Observação do Blog do Tarso: ela pode ser uma testemunha para o Impeachment de Beto Richa

Anúncios

6 comentários sobre “Aluna do Colégio Estadual perdeu 60% da audição no Massacre de Curitiba

  1. Para ver não bastam olhos, para ouvir, não bastam ouvidos, para sentir, não basta o tato, para saborear, não basta o paladar, para pensar não basta o cérebro. Neste último caso, o cérebro há que ser funcional e ativo e o cidadão há que querer. Mente em cérebro inerte, não funcional, inativo é mente que mente.

    #ComaPanelaCheiaémelhor
    #ToNaLutaPeloBrasil
    #LuteComoMulher

    Curtir

  2. bem todos sabemos que somos responsável por menores não podemos colocar suas vidas em riscos se colocamos somos responsável não só o governador mais quem levou está bem claro no estatuto dos adolescente

    Curtir

    • Quem levou… HAHAHA até parece piada! Uma menina de 17 anos já anda com as próprias pernas. Ela foi lá por vontade dela, em solidariedade a seus professores… Atitude louvável dela, atitude descabida do governador, Francischini e cia ltda…

      Curtir

  3. Deixa eu ver se entendi…depois de ser atingida na cabeça ela preferiu ficar ali do que ir para um hospital??? E pra piorar foi cobrir bombas com caixas de papelão???? No mínimo inconsequente essa atitude. Não estou defendendo o excesso ocorrido, mas essa atitude foi totalmente irresponsável.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s