A esperança vencerá o ódio, novamente

Foto de Jonas Santos

Dona Eurides Maceda. Foto de Jonas Santos

Não me lembro como, mas acessei a página de Valmir Assunção no Facebook e me deparei com essa magnífica foto de Jonas Santos de uma senhora que estava ontem (10) entre os seis mil integrantes do MST que marcharam de Feira de Santana à Salvador no estado da nossa querida Bahia. Dona Eurides Maceda.

A mobilização integra a Jornada Nacional de Luta das Mulheres Camponesas que discute pautas como a reforma agrária e a violência contra a mulher. A marcha antecipa, na Bahia, o período de lutas por reforma agrária do mês de abril. Em Salvador, o MST apresentará sua pauta para o Governo do Estado, o que também inclui ações no âmbito nível federal. Dia 13 todos estarão no ato pela democracia, Petrobras, reforma política popular e manutenção dos direitos dos trabalhadores, e contra o golpe.

A foto de uma senhora com uma expressão de esperança, sem o ódio dos organizadores do ato golpista do dia 15. Uma foto de quem luta pelo Brasil e não contra o Brasil. De quem, mesmo sofrido, acha forças para buscar um país melhor, por meio de uma revolução ou de uma reforma, mas nunca pelo golpe.

Viva as mulheres desse Brasil!

Que venha a reforma agrária!

E que a esperança vença o ódio, novamente, neste março de 2015!

Obs.: no Paraná vários ativistas digitais estão colocando essa foto como sua foto do perfil das redes sociais.

Curta o Blog do Tarso no Facebook aqui.

Anúncios

Paulo Abrão assume Instituto de Políticas Públicas em Direitos Humanos do Mercosul

11041774_867624436631798_5552191356761904348_n

Paulo Abrão (direita) foi empossado hoje

 

O Prof. Dr. Paulo Abrão foi empossado hoje (11) como novo Secretário Executivo do Instituto de Políticas Públicas em Direitos Humanos do Mercosul (IPPDH), situado na Argentina, para um mandato de dois anos.

Abrão foi Secretário Nacional de Justiça do Brasil e é presidente da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça.

Depois de assumir discurso neoliberal e reacionário, hoje o PSDB também virou golpista ao apoiar o dia 15

serra_alckmin_fhc_aecio01

O PSDB foi criado em 1988 por membros do PMDB que eram contrários a José Sarney e Orestes Quércia, para a defesa da social-democracia. Para chegar ao poder, se aliou ao PFL (ex-PDS, ex-ARENA, atual Democratas) e abraçou o neoliberalismo em 1994 com Fernando Henrique Cardoso para ganhar de Lula do Partido dos Trabalhadores. Governo FHC que comprou os deputados federais para aprovar a reeleição do então presidente em 1998, para vencer a chapa Lula/Leonel Brizola (PDT). Em 2002 com José Serra, em 2006 com Geraldo Alckmin e em 2010 novamente com Serra o PSDB abraçou não apenas o neoliberalismo, mas também um discurso conservador e reacionário. Hoje o PSDB decidiu assumir também o discurso do golpe contra a presidenta Dilma Rousseff (PT), democraticamente reeleita em 2014. Veja sua nota oficial:

Nota oficial do PSDB sobre as manifestações populares convocadas para o dia 15 de março

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) se solidariza com as manifestações de indignação dos brasileiros diante da flagrante degradação moral e do desastre econômico-social promovidos pelo governo Dilma Rousseff.

O PSDB defende a livre manifestação de opinião e o direito à expressão dos cidadãos e, portanto, apoia os atos pacíficos e democráticos convocados para o próximo dia 15 de março em todo o país.

Mais do que uma garantia constitucional, a liberdade de pensamento e de crítica é fundamento essencial para o fortalecimento da vida democrática e o enraizamento social dos valores republicanos.

O PSDB repudia a atitude daqueles que, em nome de seus interesses partidários, cerceiam e deturpam o direito à livre manifestação, e tentam convencer a população de que a crítica aos governantes se confunde com atentados contra a ordem institucional e o Estado de Direito.

Na verdade, ao contrário de que alguns tentam fazer crer, os protestos que ocorrem nas redes sociais e nas ruas não defendem um terceiro turno, mas a rigorosa apuração de responsabilidades sobre a corrupção endêmica incrustrada no corpo do estado nacional, e cobra o abandono dos compromissos assumidos publicamente com a população. São manifestações legítimas de um país que vive em plena democracia e se posiciona perante múltiplas e graves crises.

Acreditamos que a participação popular melhora as instituições e eleva os padrões de governança pública. Por isso, o PSDB, através de seus militantes, simpatizantes e várias de suas lideranças participará, ao lado de brasileiros de todas as regiões do país, desse movimento apartidário que surge do mais legítimo sentimento de indignação da sociedade brasileira.

O PSDB reitera seu compromisso com todos os que desejam um país mais forte, íntegro, justo, solidário e democrático.

Senador Aécio Neves
Presidente Nacional do PSDB

Senador Cássio Cunha Lima
Líder do PSDB no Senado Federal

Deputado Carlos Sampaio
Líder do PSDB na Câmara dos Deputados

Dia 13 todos unidos pelo Brasil

Dia 13 de março de 2015 todo o Brasil estará unido pela democracia, em defesa da reforma política, da Petrobras e dos direitos dos trabalhadores e contra o golpe.

Em Curitiba o ato começa às 17h na Praça Santos Andrade.

A Associação dos Blogueiros e Ativistas Digitais do Paraná – ParanáBlogs está apoiando o ato, junto com sindicatos de trabalhadores, movimentos sociais e partidos políticos de esquerda e centro-esquerda.

Pesquisa: Ratinho Junior desaba 11,6 pontos na corrida para a prefeitura de Curitiba

corrida eleitoral pref.pdf

Não confio em pesquisas, mas vamos a elas.

O Paraná Pesquisas/Gazeta do Povo, que apontou vitória de Aécio Neves (PSDB) em 2014 na corrida presidencial, diz que na corrida para a prefeitura de Curitiba em 2016, o secretário estadual de Desenvolvimento Urbano do governo Beto Richa e dono do SBT no Paraná (Rede Massa), Ratinho Jr. (PSC), desabou de 38% em dezembro para 26,4% das intenções de voto.

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) tem 12,7%, o deputado estadual Requião Filho (PMDB) 11%, o secretário estadual de Segurança Pública do governo Beto Richa, Fernando Francischini (SD), que faz uma péssima gestão na secretaria, tem apenas 9,2%, Luciano Ducci (PSB), considerado o pior prefeito de todos os tempos, despencou de 17% em dezembro para 8,3%.

Um dos destaques da pesquisa é Requião Filho do PMDB, filho do senador Roberto Requião.

Outro destaque é o aparecimento do nome do deputado estadual Tadeu Veneri (PT), que na pesquisa espontânea é citado em condição de empate técnico com quase todos os demais candidatos, já que a margem de erro da pesquisa é elevada.

O Paraná Pesquisas realizou a pesquisa entre 3 e 7 de março, com 819 pessoas, com margem de erro de 3,5% e grau estimado de confiança, 95%.

Você vai no dia 15 com o Beto, ou no dia 13 com os professores?

11035460_425784860932475_354187133403795279_n

O governador do Paraná, Carlos Alberto Richa, vulgo Beto Richa (PSDB), chamou os paranaenses para os ato golpista do dia 15. Os professores vão se manifestar no dia 13, em defesa da democracia, da reforma política, da Petrobras e contra o golpe.