Beto Richa mente sobre armamento de policiais na Assembleia Legislativa

Fotos de Tarso Cabral Violin

Foto de Tarso Cabral Violin

Imagem

Foto de Tarso Cabral Violin

Em entrevista veiculada ontem para um jornal do Paraná, o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), disse que os policiais que estavam na Assembleia Legislativa durante a ocupação dos professores, servidores públicos, trabalhadores e estudantes, ocorrida antes do carnaval, estavam “desarmados e sem escudo”.

Vejam o que ele disse: “os policiais estavam desarmados, talvez alguma equipe muito pequena que tinha algum tipo de armamento, mas todos os policiais desarmados e sem escudo”.

É mentira!

Eu me localizava lá dentro. Os policiais estavam fortemente armados dentro da Assembleia, o que fere o regimento interno do Poder Legislativo do Paraná. Tinham policiais com espingardas calibre 12, que se acionadas destroem seres humanos. Policiais com pistolas. Com isso a polícia agrediu os professores e demais manifestantes. Vejam as fotos:

Foto repressão greve servidores PR 12022014 maior tn_658_645_professores3_13215 tn_658_645_mandrade2 noticias_54dd08a09b857 noticias_54dd087d65a50 tn_658_645_PROTESTO_OCUPACAO_-_BRUNNO_COVELLO-18080231

Anúncios

11 comentários sobre “Beto Richa mente sobre armamento de policiais na Assembleia Legislativa

  1. CONVIDE TRATORES DAS SMPREEIAS Quarta de cinzasVENHA PARTICIPE VEJA GLOBOS DE FOGOAs mobilizações do dia 13

    DE MARÇOdevem ocorrer em diferentes cidades do Brasil. Em São Paulo, um local já confirmado é o vão livre do Masp, com início previsto para as 15h. Os demais atos, após confirmação das entidades organizadoras, serão divulgados pela CUT

    que significa a Quarta-feira de Cinzas:

    A Quarta-feira de Cinzas representa o primeiro dia da Quaresma no calendário gregoriano, podendo também ser designada por Dia das Cinzas e é uma data com especial significado para a comunidade cristã. A data é um símbolo do dever da conversão e da mudança de vida, para recordar a passageira fragilidade da vida humana, sujeita à morte. Coincide com o dia seguinte à terça-feira de Carnaval e é o primeiro dos 40 dias (Quaresma) entre essa terça-feira e a sexta-feira (Santa) anterior ao domingo de Páscoa.

    A origem deste nome é puramente religiosa. Neste dia, é celebrada a tradicional missa das cinzas. As cinzas utilizadas neste ritual provêm da queima dos ramos abençoados no Domingo de Ramos do ano anterior. A estas cinzas mistura-se água benta. De acordo com a tradição, o celebrante desta cerimônia utiliza essas cinzas úmidas para sinalizar uma cruz na fronte

    ALIANÇA PARA O BRASIL

    pelo PROER e a CONSTRUBRÁS !

    O Moro, os fanfarrões, os delegados aecistas e a Globo não vão vender o Brasil !

    As duas faces de Moro GRIFO MEU;: DO FILHOTE

    DE HITLER

    Juiz da Operação Lava Jato tira a máscara e toma decisões de marcada influência político-partidária

    por Mauricio Dias — publicado 21/02/2015 05:47, última modificação 21/02/2015 07:33VIA CARTA CAPITAL

    inShare11

    Gil Ferreira/Agência CNJ

    O juiz Sérgio Moro

    Leia também

    O jurista de plantão

    “Os comunistas venceram”

    Janot incorporou Gurgel?

    Imparcial e isento são verbetes fáceis de ser encontrados em qualquer dicionário da língua portuguesa. Impossível é encontrar qualquer ser humano capaz de alcançar tais virtudes. Ela foi, todavia, usada às escâncaras nos últimos meses para brindar o juiz Sergio Moro, titular da 13ª Vara Criminal de Curitiba, no Paraná, comandante da Operação Lava Jato, deflagrada em março de 2014 pela Polícia e Ministério Público federais.

    Moro promoveu um fato inédito no País ao mandar para a cadeia, em grande quantidade, gente influente e de dinheiro. Todos supostamente corruptos ou corruptores, enriquecidos com ilícitos em torno da Petrobras. Uma decisão elogiável. Em torno da decisão do magistrado, à semelhança do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa, durante o julgamento do chamado “mensalão”, a ingenuidade e a malícia política fizeram brotar a esperança de ter sido resgatada a moralidade no Brasil. Aparentemente, surgira um magistrado preocupado unicamente em fazer justiça.

    Doa a quem doer, era o que se podia traduzir de suas ações iniciais. Esse é um lado da moeda. Há o outro.

    Não há mesmo neutralidade em nenhum ato humano. Assim, aos poucos, o jovem magistrado, 43 anos, já famoso, saiu da trilha judicial. Moro tem direito a pensar politicamente como quiser. Está impedido, porém, de contaminar as decisões profissionais com cores partidárias. Tirada a máscara, despontou um militante antipetista. A militância interferiu em várias decisões judiciais dele.

    A mais recente foi o ataque ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Recebeu alguns advogados dos acusados da Operação Lava Jato. Para Moro, houve tentativa indevida das empreiteiras “de obter uma interferência política em seu favor no processo judicial”. Embora o ministro tenha feito uma trapalhada, ao esconder da agenda de trabalho a audiência aos advogados, fica claro que o juiz Sergio Moro fez outra.

    Antes disso, o juiz fechou os olhos para um fato relevante. Um dos acusados, Pedro Barusco, no papel de delator, contou no depoimento que, como gerente-executivo da Petrobras, tinha recebido a primeira propina em 1997. Portanto, durante o governo de FHC. Isso foi sepultado pelos agentes policiais, pelos promotores e, por fim, pelo magistrado.

    Eles, curiosamente, esqueceram. Da primeira propina, porém, os corruptos nunca esquecem. Não há espaço para falar dos vazamentos seletivos do processo, liberados em Curitiba. A mídia se esbalda. Há um grande painel dessas irregularidades que transformam suposições em fatos consumados e dão à delação premiada o caráter de fé pública. Curiosamente Moro deixou escapar um alerta. Ele próprio avisa: “As delações ainda carecem de provas”, mas contemporizou: “Elas estão parcialmente amparadas”. Uma contradição? Talvez “mea-culpa?” Qual o valor de provas “parcialmente amparadas”?

    Do STF foi lançada a primeira indicação sobre os descuidos do magistrado. Tomou posição pública o irrequieto ministro Marco Aurélio Mello, após dizer que acompanhava “com incredulidade” as notícias da Operação Lava Jato. “No Brasil, exceção virou regra: prende-se para depois apurar.” Mello destacou a “condução coercitiva” de João Vaccari, tesoureiro do PT, que resistiu à convocação, mas não se recusou a depor. Contra isso, invocou a ironia: “A criatividade humana é incrível… eu nunca tinha visto nada parecido. E as regras continuam as mesmas”.

    registrado em: Operação Lava Jato Mauricio Dias Sergio Moro STF

    O Conversa Afiada reproduz texto sobre o lançamento da Aliança pelo Brasil:

    Lava Jato: Ataulfo, Ataulfo. Veja vídeo em caf

    Camarão que dorme …

    Quer dizer que empreiteiro não queria fazer obra em Minas …

    · COMPARTILHE

    · VOTE

    (+100)

    ·

    IMPRIMIR

    Veja também:

    DILMA, EMBRULHE-SE NA PETROBRAS E VÁ ÀS RUAS!

    1. 13 de março – Wikipédia, a enciclopédia livre

    pt.wikipedia.org/wiki/13_de_março

    o

    o

    A Batalha do Jenipapo ocorreu às margens do riacho de mesmo nome no dia 13 de março de 1823, a qual foi decisiva para a Independência do Brasil e …

    ‎Eventos históricos – ‎Nascimentos – ‎Mortes – ‎Feriados e eventos cíclicos

    2. Fatos históricos do dia 13 de março – Terra

    noticias.terra.com.br › Janeiro › Fevereiro

    o

    o

    Em 13 de março de 1933, o doutor Joseph Goebbels foi nomeado para o recém-criado Ministério da Propaganda do III Reich. A partir daí, todo espaço que …

    3. Lei nº 8.001, de 13 de março de 1990 – Presidência da …

    http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8001.htm

    o

    O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte lei: Art. 1º A distribuição mensal da compensação …

    4. Lula vai participar das mobilizações do dia 13 de março – CUT

    http://www.cut.org.br › Imprensa › Destaques

    o

    1 dia atrás – As manifestações convocadas pela CUT e pelas centrais para o próximo dia 13 de março ganharam reforços de peso, segundo anunciado na …

    5. Unidade Escolar 13 de Março | Facebook

    https://pt-br.facebook.com/UnidadeEscolar13DeMarco

    o

    Unidade Escolar 13 de Março, Campo Maior, Brazil, 688 gostos · 5 falam sobre isto. ESCOLA PÚBLICA ESTADUAL. ATUAIS DIRETORES, LUCILENE FÉLIX E …

    6. Decreto-Lei nº 314, de 13 de Março de 1967 – Publicação …

    www2.camara.leg.br/…/decreto-lei-314-13-marco-1967-366980-publica…

    o

    o

    Decreto-Lei nº 314, de 13 de Março de 1967. Define os crimes contra a segurança nacional, a ordem política e social e dá outras providências. O PRESIDENTE …

    7. Imagens de 13 de marçoDenunciar imagens

    o

    o

    COMENTÁRIOS

    15 Comentários para “Lava Jato: Ataulfo, Ataulfo.

    Camarão que dorme …”

    · 26 de fevereiro de 2015 às 17:31

    Yacov

    Tu estás parecendo a esfinge do Egito, ó pá: ‘Decifra-me ou devoro-te’. Mas para bom entendedor, pingo no i é letra … CORRA ATAULFO, CORRA !!

    “O BRASIL PARA TODOS não passa na REDE GLOBO DE SONEGAÇÂO & GOLPES – O que passa na REDE GLOBO DE SONEGAÇÃO & GOLPES é um braZil-Zil-Zil para TOLOS”

    RESPONDER

    · 26 de fevereiro de 2015 às 17:12

    Date: Thu, 26 Feb 2015 22:06:49 +0000
    To: mauriciomscavassa@hotmail.com

    Curtir

  2. Pingback: Beto Richa mente sobre armamento de policiais na Assembleia Legislativa | buleverde13
  3. Segue o que foi publicado na Gazeta…

    Pergunta do jornal: Há duas semanas, houve a situação inusitada dos deputados chegando à Assembleia no ônibus do Choque. Vários deles afirmam que estavam com o sr. antes de ir para o Legislativo e que o sr. teria feito duas determinações: ao secretário Francischini, para que criasse condições para eles entrarem na Assembleia, e ao secretário Sciarra, para que garantisse a votação dos projetos. Houve isso?

    Resposta: Não. Não houve determinação minha. O Francischini estava acompanhando os deputados para evitar um confronto. A única coisa que eu pedi para o Francischini foi que evitasse ao máximo pessoas machucadas, confrontos com a polícia, que estava desarmada – a grande maioria nem escudo tinha. Determinei que ninguém saísse machucado e que não houvesse confronto.

    “A grande maioria” não é todos Tarso…

    Curtir

  4. é por isso que abandonei a midia “oficial” e agora só me intero pelos blogs (de preferencia “sujos”, como disse o Serra). Mas quanta, mas quanta mentira! Como será que este cidadão, Beto Richa, consegue descansar a cabeça no travesseiro?!?!?

    Curtir

  5. Beto é fraco, fraco demais. A educação pública também. Passado o legítimo protesto dos professores, tudo volta a ser como antes. Para melhorar de verdade, só redescobrindo o Brasil. A corrupção, a incompetência administrativa dos políticos e a paciência e conformismo do brasileiro médio, não criam condições para melhoras. Ano após anomameducação pública involui.

    Curtir

  6. Grande Jurista que tu és não vais falar nada sobre um dos seus ídolos o Lula conclamar o exército do estédile as ruas? Não venha dizer que isso foi uma parábola! A mensagem eh clara ele está instigando o povo e isso eh crime!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s