ObsCena: com dinheiro público?

942638_10152112425994572_1267409356_n

Anúncios

Requião quer revolução democrática, com financiamento público de campanha e mais Estado. Veja vídeo

O senador Roberto Requião (PMDB), em discurso no senado, disse que quer revolução democrática, com financiamento público de campanha, reforma agrária, trabalhadores com participação nos lucros, mais Estado Social e Democrático de Direito, democracia direta, orçamento participativo e democratização da mídia.

Um candidato da base popular para o Tribunal de Contas do Estado

Do Sismuc – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba, autor: Manoel Ramires

Candidato discorda de perfil político partidário dado ao TCE

O Tribunal de Contas do Estado é o órgão encarregado de analisar as contas de outros órgãos públicos como Sanepar e Copel, deputados estaduais, municípios e governo do estado. Cabe ao TCE verificar se os recursos destinados à saúde, educação, segurança e outros investimentos estão sendo corretamente empregados, se estão sendo desviado, entre outros. É o TCE, por exemplo, que pode desaprovar as contas de um governante, proibindo sua nova candidatura. Portanto, o cargo de membro do Tribunal é de grande importância técnica e, também, política. É de olho neste controle social que o advogado, professor e blogueiro Tarso Cabral Violin se tornou candidato. Seus principais adversários são dois deputados da base do governador Beto Richa. Confira a entrevista da Rádio Sismuc, clique aqui.

Agora são 42 candidatos: 2 deputados e mais 40 cidadãos

tribunal-de-contas-pr-2

Hoje no Blog da Roseli Abrão:

Agora são 42 candidatos

Dois dos 45 candidatos à vaga de conselheiro do Tribunal de Contas foram desclassificados por falta de apresentação da documentação exigida em lei, e um desistiu de concorrer.

Segundo a Assembleia Legislativa foram desclassificados Rosane de Oliveira Couso e Vorni Rogério Ferreira. Eliana Carvalho dos Santos foi quem desistiu.

A comissão especial irá analisar na segunda-feira, antes do inicio das sabatinas, três pedidos de impugnação de candidaturas.

Sou “Ficha Limpa” na Justiça, na Polícia, no MP e no TC

1012179_532634430136528_1877133536_n

Além de atender todos os requisitos constitucionais para ser Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná, como ser brasileiro, ter mais de 35 anos e menos de 65 anos de idade, ter idoneidade moral e reputação ilibada, notórios conhecimentos jurídicos e de Administração Pública, e ter mais de 10 anos de exercício de efetiva atividade profissional (Constituição do Estado do Paraná, art. 77, § 1º), também apresentei junto à Assembleia Legislativa todas as certidões negativas do Poder Judiciário, da Polícia e da Administração Pública

Apresentei a certidão negativa de execução fiscal do Estado do Paraná, e certidão negativa de antecedentes criminais expedida pela Polícia Civil e pela Polícia Federal, certidão negativa de existência de ações penais expedida pela Justiça Estadual e pela Justiça Federal, certidão negativa de existência de ações civis públicas de improbidade administrativa expedida pela Justiça Estadual e pela Justiça Federal, e certidão de quitação com as obrigações eleitorais e de gozo dos direitos políticos da Justiça Eleitoral.

Além disso, divulgo aqui que também tenho certidão negativa junto ao próprio Tribunal de Contas do Paraná, e uma certidão negativa do Ministério Público do Paraná (imagens abaixo). Essas certidões não são obrigatórias para a eleição, mas faço questão de apresentá-las, em atendimento ao princípio da transparência e publicidade.

Ou seja, nos meus mais de 10 anos de consultoria jurídica e advocacia, e inclusive nos meus 8 anos de experiência como Diretor e Assessor Jurídico na Administração Pública estadual, quando passaram pela minha análise e aprovação contratos administrativos e licitações milionárias, além de decisões político-administrativas importantes para o atendimento do interesse público, não há nada que desabone meu nome, minha idoneidade e minha competência. Já faz mais de dois anos que deixei a Administração Pública e não há nada no Tribunal de Contas, no Ministério Público, na Polícia ou no Poder Judiciário contra o meu nome.

Estou amparado pelo ordenamento jurídico brasileiro para ser Conselheiro do TC, legalmente e moralmente.

TC para o TC!

Assine o Manifesto TARSO CABRAL VIOLIN Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná, junto com advogados, professores, magistrados, membros do Ministério Público, estudantes, sindicalistas, políticos, militantes e demais cidadãos simpáticos com minha candidatura.

TCcertneg

DA3A5B7A-FBC6-4472-9B0C-96480353126D

Folha de S. Paulo denuncia que Beto Richa foi ao jogo no Rio com avião oficial do governo

Beto_aviao_londrina-470x312

Veja o Painel da Folha de S. Paulo de hoje:

Camarote A convite da Fifa, Beto Richa (PSDB) viajou ao Rio no último domingo, para assistir à final da Copa das Confederações entre Brasil e Espanha, no avião oficial do governo do Paraná. O tucano justifica que o jogo foi um compromisso oficial, já que Curitiba será uma das sedes da Copa do Mundo.

Econômica Richa foi acompanhado de seu filho ao jogo, mas ele seguiu em um voo comercial, segundo a assessoria do governador.

Hoje haverá a manifestação “Sogra Fantasma” no Ecoville/Mossunguê

Captura de Tela 2013-06-26 às 23.30.05

O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), escolheu o senhor Ezequias “Sogra Fantasma” Moreira como novo Secretário Especial do Cerimonial e Relações Internacionais do Paraná. Ezequias é o pivô do escândalo da sogra fantasma. Ele admitiu publicamente que desviou recursos dos cofres da Assembleia Legislativa do Paraná. A sogra de Ezequias, Verônica Durau, possuía cargo em comissão na AL por 11 anos e ela mesmo admitiu que jamais trabalhou lá. Seus salários eram depositados na conta de Ezequias, que depois do escândalo devolveu R$ 530 mil aos cofres públicos. Foi condenado por ato de improbidade administrativa e ainda responde na Justiça pelo crime de desvio de dinheiro público.

Com a nomeação como secretário pelo governador, agora seu processo será remetido ao Tribunal de Justiça por causa da prerrogativa de foro e pode demorar mais ainda para a conclusão. Richa já defendeu Ezequias citando a Bíblia: “perdoar o pecador e não o pecado”. Ezequias já foi assessor de Richa quando ele era deputado estadual e prefeito de Curitiba, e já fazia parte do governo Richa como diretor da Sanepar, com salário de R$ 30 mil mensais.

Com esse absurdo o Blog do Tarso e seus amigos estão organizando, junto com movimentos sociais, partidos políticos, sindicatos e toda da sociedade civil organizada contrários ao patrimonialismo, nepotismo, corrupção, privatização, clientelismo e precarização da Administração Pública estadual, uma manifestação a ser realizada hoje (05 de julho de 2013, às 18h, na Rua Professor Pedro Viriato Parigot de Souza, 1541, Ecoville/Mossunguê, Curitiba (rápida Champagnat-Ecoville, na frente da panificadora Spazio Di Pani, depois do Shopping Park Barigui e do sinaleiro).

Pela destituição do secretário e contra as privatizações que ocorrem no Estado, que podem gerar mais corrupção.

Participe, divulgue: há um evento criado no Facebook, clique aqui.

A MANIFESTAÇÃO SERÁ TOTALMENTE PACÍFICA E DESCONTRAÍDA.

Debate na UFPR entre os candidatos ao cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas

Manifestação de ontem na UFPR, contra os dois deputados no TC. Foto de Tarso Cabral Violin

No próximo dia 11 (quinta-feira), ocorrerá no Salão Nobre da UFPR (Praça Santos Andrade) o primeiro debate entre os candidatos ao cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná de todos os tempos.

Estão confirmados quase todos os mais de 40 candidatos, entre eles advogados, professores, servidores e técnicos.

Os dois deputados estaduais que também são candidatos, Fábio Camargo (PTB) e Plauto Guimarães (DEM), ainda não confirmaram presença.

Haverá uma concentração às 18h nas escadarias do prédio histórico. Confirme presença no evento criado no Facebook.

Sabatinas para TC: Fábio Camargo fala 2ª e Plauto Guimarães na 3ª

Captura de Tela 2013-07-05 às 00.20.29

As sabatinas de alguns candidatos ao cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná foram marcadas. No dia 8 de julho (segunda-feira), 10h, haverá a sabatina do deputado estadual Fábio de Souza Camargo (PTB). Na terça-feira (9), 9h, sabatina com o deputado estadual Plauto Miró Guimarães Filho (DEM).

A sabatina do advogado, professor universitário e blogueiro Tarso Cabral Violin será também no dia 9 (terça), 11h. O advogado da União Amaury Jose Soares no dia 8, 9h, o advogado e professor Daniel Ferreira dia 8, 10h e a procuradora do Estado Jozelia Nogueira no dia 9, 9h.

Outros candidatos que entregaram a documentação no prazo também tiveram suas sabatinas marcadas, conforme publicação do dia 3 no Diário Oficial da Assembleia Legislativa. Os demais candidatos que entregaram seus documentos até ontem (4), vão ter suas sabatinas marcadas oportunamente.

As sabatinas serão públicas, com livre acesso, na sala das comissões no terceiro andar do prédio da Administração.

O Blog do Tarso apoia Tarso Cabral Violin, assine o manifesto de apoio: Manifesto TARSO CABRAL VIOLIN Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná. TC para o TC!

Veja a programação completa:

Segunda-feira, 08 de julho
9 h – Alexandre Antonio dos Santos, Amaury José Soares, Andrey Marzanatti Bornia e Antonio Spolador Junior
10 h – Daniel Ferreira, Eduardo Kardush, Erli de Pádua Ribeiro e Fábio Camargo
11 h – Flávia Freire e Francisco de Assis Inocêncio

Terça-feira, 09 de julho
8 h – Ivoney Masi, Jozélia Nogueira, Plauto Miró Guimarães Filho e Prescila Alves Pereira Francioli
10 h – Roberto Bohlen Seleme, Sérgio Augusto Kalil, Sérgio Luiz Libel e Sílvia Kasmirski
11 h – Tarso Cabral Violin e Zoraide Piemonte de Oliveira

Candidatos que ainda precisam entregar documentação

Adriane Fidelis Leite Aschembrener
Andréa Ricetti Bueno Fusculim
Antonio Gonçalves de Oliveira
Beatriz Soek Pepes Athanásio
Bruno Maurizzio Tosin
Carlos Alberto da Costa Macedo
Cléis Maria Heim Weber
Edson Navarro
Eliana Carvalho dos Santos
Henderson Flávio Raimundo
Joel Melo Cordeiro
Jorge Luiz Zuch
Jozélia Nogueira
Luciano Pereira Mewes
Luiz Guilhermino Rorato
Maria das Dores Moreira Alves
Melissa Folmann Alínea
Rosane de Oliveira Couso
Silvana do Rocio Oliveira Geara Alínea
Vorni Rogério Ferreira