Professores são reeleitos à frente da direção da Faculdade de Direito da UFPR

Os professores Ricardo Marcelo Fonseca e Vera Karam de Chueiri foram reeleitos na última quarta-feira (30) diretor e vice-diretora da Faculdade de Direito da UFPR.

Ricardo Marcelo e Vera Karam obtiveram 93% dos votos entre os servidores técnico-administrativos –25 dos 27 votantes optaram pela chapa. Houve dois votos nulos na urna dos técnicos.

O mesmo percentual de votação foi verificado na urna dos professores, que registrou 53 votos (93%) em Ricardo e Vera, três nulos e um em branco.

Entre os alunos,  Ricardo Marcelo Fonseca obteve 196 votos (86%) e Vera Karam de Chueiri, 193 (85%). Os votos nulos somaram 22. E os brancos, 9 para o cargo de diretor e 12 para o de vice-diretora.

Ricardo Marcelo observou que 100% dos servidores técnico-administrativos votaram. No caso do corpo docente, o percentual de comparecimento foi de quase 90%.

“Só temos que agradecer imensamente pelo apoio intenso e pela votação legitimadora”, afirmou Ricardo. “Considerando o contexto de greve na UFPR e a existência de uma só candidatura, só temos a comemorar o grande envolvimento da comunidade nas eleições.”

Vera Karam agradeceu a participação da comunidade no processo eleitoral. “Cremos na comunicação sem entraves e na construção de canais mais amplos de diálogo. Este espaço se constituiu para isso.”

O novo mandato, de quatro anos, começa no próximo mês de julho. A data da posse ainda não está definida.

“Só podemos retribuir toda a confiança trabalhando, com muita dedicação, diálogo e compromisso público, para o crescimento contínuo de nossa Faculdade de Direito da UFPR. Muito obrigado”, concluiu Ricardo.

Publicidade

Em Curitiba médicos não querem receber R$ 12.065,43 na rede pública municipal. Que tal popularizar os cursos de medicina?

O município de Curitiba pretende pagar para os médicos, a partir de julho, R$ 12.065,43 para trabalharem 40 horas semanais no programa saúde da família, como remuneração inicial, já incluídas as gratificações incorporadas ao salário. Mesmo assim os profissionais não participam dos concursos públicos abertos pela Prefeitura de Curitiba e pela Fundação Estatal de Atenção em Saúde de Curitiba – FEAES.

Já não está mais do que na hora de popularizarmos os cursos de medicina no país?

Juristas criticam permissões de taxi vitalícias e transferíveis implementadas por Luciano Ducci

Conforme já questionado pelo Blog do Tarso, o prefeito de Curitiba Luciano Ducci (PSB) acabou de sancionar lei que permite que as concessões de taxi em Curitiba ejam repassadas de pai para filho, o que é totalmente inconsticucional. Veja matéria de hoje da Gazeta do Povo, onde vários juristas criticam o procedimento. Ducci quer ganhar os votos dos taxistas em ano que pretende se reeleger.

Ministério Público, Tribunal de Contas e OAB, façam alguma coisa!

O RDC e o PAC

Veja matéria sobre o Planalto não ter conseguido aprovar a tempo a flexibilização de licitações (RDC – Regime Diferenciado de Contratações) do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento, na Gazeta do Povo de hoje, clique aqui.

Professora Josete é a vereadora mais transparente de Curitiba

A Gazeta do Povo de hoje divulgou reportagem apontando o nível de transparência de cada vereador de Curitiba. Os quesitos avaliados foram a divulgação de suas ações em sites, perfis em redes sociais e outros informativos próprios, publicação da agenda oficial, das prioridades do mandato, das proposições, dos projetos apresentados e dos gastos de gabinete.

A vereadora Professora Josete foi considerada a vereadora mais transparente de Curitiba, veja os primeiros colocados:

1º Professora Josete (PT): 8,8

2ºPedro Paulo (PT): 6,9

3º Tico Kusma (PSB): 6,6

4º Jonny Stica (PT): 6,4

5º paulo Salamuni (PV): 5,3

O resto dos vereadores ficaram com nota abaixo de 5,0, o que é uma vergonha.

Veja as notas da Professora Josete:

Os vereadores da base de apoio do prefeito Luciano Ducci (PSB) tiveram notas vergonhosas, a maioria entre 0 e 2. Isso mesmo! Veja a relação completa de vereadores:

Exclusivo: militantes históricos e fundadores do PT preparam manifesto em apoio a Mirian Gonçalves como vice de Gustavo Fruet

A advogada Mirian Gonçalves, após despontar como favorita para ser a vice de Gustavo Fruet, agora vai receber um apoio de peso de militantes históricos do Partido dos Trabalhadores. Fundadores do partido e militantes respeitados do PT estão preparando manifesto em apoio a candidatura de Mirian Gonçalves como vice de Gustavo Fruet (PDT), na aliança que ainda tem o PV.

A Dr. Mirian Gonçalves é advogada trabalhista em escritório respeitado em Curitiba, já foi vice-presidente do PT em Curitiba, é a atual coordenadora do plano de governo do PT e membro do grupo que formulará o plano de Gustavo Fruet. É assessora jurídica de importantes entidades sindicais, dentre as quais, o Sindicato dos Bancários de Curitiba; Mestre em Direito das Relações Sociais na Universidade Federal do Paraná, onde exerceu monitoria didática como professora no curso de Administração de Empresas; e Pós-graduada em Direitos Humanos, em Huelva, Espanha.

Está sendo apontada como a candidata a vice que unirá o PT, pois é da CNB mas tem ótimo trânsito com a esquerda do partido.

O manifesto será divulgado em primeira mão pelo Blog do Tarso na semana que vem.

Viva a diversidade: o Lanterna Verde é gay

A DC Comics formalizou a homosexualidade do herói Lanterna Verde (Alan Scott), no segundo número da HQ “Earth 2″ (Terra 2). Torcedores do Palmeiras e do Coritiba agora poderão ficar mais a vontade.