UFPR: evento com julgamento moral do massacre de Curitiba na sexta-feira

ufpr-624x416

A partir de seu espaço que é de reflexão sobre o direito – seu conteúdo, seus desafios, seus limites, suas insuficiências e suas possibilidades – mas que ao mesmo tempo que é de inserção social comprometida com a os desafios do nosso tempo, a Faculdade de Direito da UFPR promove, no dia 08 de maio de 2015 (sexta-feira), às 18h, em seu Salão Nobre, um julgamento tendo em face dos acontecimentos do último dia 29 de abril, em Curitiba.

Passíveis de tantas leituras – jornalísticas, sociológicas, políticas, antropológicas, psicológicas – os eventos também estão carregados de possibilidades jurídicas. Cabe a uma Universidade comprometida com seu tempo e com suas chagas refletir sobre tudo isso e indicar eventuais e possíveis caminhos para a ação.

O propósito deste evento, naturalmente, não é judicial – na acepção estrita do termo. Vai além disso. Como academia jurídica – que forma juízes, advogados, juristas – o propósito que se coloca é o de trazer à luz fatos, promover sua interpretação e dar-lhes enquadramentos jurídicos para futuros encaminhamentos possíveis, a serem eventualmente tomados pelos mais diversos atores do nosso cenário social, político e jurídico.

O julgamento terá uma fase em que os fatos serão relatados (por atores diretos dos eventos e também pelo Estado, que será notificado para tal); uma fase em que um colegiado de julgadores fará considerações, em vista dos fatos relatados; e uma fase de decisão, tomada pelo colegiado de julgadores, com a leitura de um documento com eventuais encaminhamentos.

Antes das considerações do colegiado de julgadores, serão lidas manifestações de Fabio Konder Comparato (jurista, USP) e Flavia Piovesan (jurista, PUC-SP), elaboradas especialmente para a ocasião.

O colegiado dos julgadores sera composto por:

Celso Antônio Bandeira de Mello (jurista, PUC-SP, o maior nome do Direito Administrativo brasileiro de todos os tempos, que assinou desagravo aos professores paranaenses)
Jorge Luiz Souto Maior (jurista e magistrado, USP)
Kenarik Boujkian (desembargadora, TJSP, ex-presidente da associação dos Juízes para a democracia)
Pedro Rodolfo Bodê de Moraes (sociólogo, UFPR)
Leonardo Sakamoto (jornalista e cientista politico)

Evento aberto ao público em geral, chegue cedo.

Clique aqui para entrar no evento do Facebook.

Provavelmente o evento será transmitido on-line pelo site da APP-Sindicato.

Anúncios

Governo do Paraná escolherá para comando da PM coronel que comandou cavalaria contra os professores em 1988

 
Não há nada que esteja ruim que não possa piorar.

O governo Beto Richa (PSDB), por meio de seu Secretário de Segurança Fernando Francischini, pretender nomear como Comandante-Geral da Polícia Militar o Coronel Nerino. 

Nerino era tenente em 1988 e comandou o pelotão de cavalaria contra os professores em 1988, durante o governo Alvaro Dias (hoje no PSDB). Algo semelhante ao Massacre do Centro Cívico de 29 de abril de 2015. 

Sexta grande evento para julgamento moral do Massacre de Curitiba na UFPR

 
Na sexta-feira (8) será realizado um grande evento no Salão Nobre do Prédio Histórico da Universidade Federal do Paraná, às 18h30, que será uma espécie de julgamento ético do Massacre do Centro Cívico de Curitiba ocorrido no dia 29 de abril de 2015.

O evento contará com a presença do Prof. Dr. Celso Antônio Bandeira de Mello, o maior jurista do Direito Administrativo brasileiro de todos os tempos, assim como outros grandes juristas nacionais e personalidades.

A entrada será aberta ao público.

Logo divulgarei mais informações, pois outros grandes nomes são esperados.

Será  

Mais de 20 mil pessoas no ato Somos Todos Professores, Menos Bala, Mais Giz

                 
Mais de 20 mil estudantes, professores, servidores, advogados, blogueiros, jornalistas e cidadãos participaram do ato de hoje (5) “Somos todos prosadores, menos bala, mais giz”, no Centro Cívico de Curitiba.

Homenageiam os professores e estudantes que foram brutalmente agredidos e espancados no Massacre de Curitiba do dia 29 de abril de 2015.

A maioria exigia a renúncia ou o Impeachment do governador Beto Richa (PSDB).

O momento mais emocionante foi quando foram oferecidas flores aos deputados da Assembliea Legislativa do Paraná.

Parabéns a todos e a todas. 

Na sexta-feira (8) haverá grande evento na Faculdade de Direito da UFPR com o maior jurista do Direito Administrativo brasileiro de todos os tempos, Celso Antônio Bandeira de Mello, e mais diversas personalidades. Será uma espécie de Tribunal Moral contra o Massacre do Centro Cívico. Será às 18h30 no Salão Nobre no Prédio Histórico da UFPR.