ObsCena de hoje

  

Anúncios

9 comentários sobre “ObsCena de hoje

  1. NUNCA DANTES.
    95 mil produtos ficam mais caros no Paraná a partir desta quarta-feira. Veja exemplos!
    -A+A
    Redação
    Twitter
    Facebook
    E-mail
    Publicação 01/04/2015 – 06h36 Atualizado 01/04/2015 – 06h45
    LEIA MAIS
    ▪ Aceita denúncia contra primo de Beto Richa por licitação forjada▪ Proximidade entre poderes dificulta a prisão de “figurões” no Paraná▪ Primo de Beto Richa é solto da prisão após suspeita de fraude▪ Empresa ligada a primo preso deu R$ 100 mil pra campanha de Beto Richa▪ Primo de Richa colocou dinheiro em oficina suspeita de fraude
    O tarifaço proposto pelo governo do Paraná e aprovado pela Assembleia Legislativa no final do ano passado vai começar a pesar no bolso dos paranaenses a partir de hoje. O aumento na alíquota do ICMS, imposto que incide sobre quase todas as mercadorias e serviços, deve elevar o preço de cerca de 95 mil produtos, incluindo alimentos, bebidas, remédios, produtos de higiêne pessoal, gás de cozinha, gasolina e etanol.

    Para quase todos os produtos, a alíquota do ICMS sobe de 12% para 18%. As excessões são a gasolina e o etanol, que terão a alíquota elevada de 28% para 29%. Ficam livres do aumento apenas os produtos que fazem parte da cesta básica, retiradas do pacote pelo governo após a repercussão negativa em torno proposta, que gerou muitos protestos quando foi votada pelos deputados estaduais.

    O tarifaço proposto pelo governador Beto Richa (PSDB) foi aprovado pelos deputados no dia 9 de dezembro, em uma sessão tumultuada, que durou cerca de dez horas e só terminou às 23h40. Foi o último projeto aprovado no regime do comissão geral, o chamado “tratoraço”, que foi retirado do regimento da Assembleia este ano, após as manifestações durante a greve dos professores estaduais.

    IPVA

    No mesmo “pacote de maldades”, como foi chamado o projeto enviado pelo governo, estava o aumento de 40% na alíquota do Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA), que também começa a ser pago na semana que vem pelos contribuintes paranaenses. Para os carros com placa com final 1, a cota única, para quem optar pelo pagamento à vista, ou a primeira parcela vence no dia 4 de abril. O vencimento segue até o dia 17 de abril, para os veículos com placa terminada em zero.

    Valor venal contestado

    Assim como em 2014, os contribuintes paranaenses voltam a reclamar do valor venal dos automóveis usado na base de cálculo do IPVA. Em alguns casos, o valor é superior ao preço considerado no imposto do ano anterior, o que vai contra a lógica de desvalorização do veículo no mercado.

    Dono de uma caminhonete cabine dupla, o coordenador de sustentabilidade ambiental Julio José Neto constatou que o valor venal usado no cálculo de seu IPVA é cerca de R$ 5 mil superior ao preço de um carro zero quilômetro do mesmo modelo e mais de 10% superior ao preço médio praticado pelo mercado. “Se o valor de venda do meu carro fosse o que consta no IPVA, eu o venderia hoje mesmo”, brincou.

    Para questionar o valor junto à Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa), José Neto anexou ao protocolo diversas pesquisas de preço e a tabela nacional da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). O caso está sob análise. (Liana Suss)

    Clique na imagem para ver em tamanho maior!

    Lula afirma estar indignado com a corrupção
    Publicidade

    Publicidade

    NA CAPA DO

    95 mil produtos ficam mais caros no Paraná a partir desta quarta-feira. Veja exemplos! PT planeja abrir mão de doação de empresas Aceita denúncia contra primo de Beto Richa por licitação forjada Secretário de Comunicação de Beto pede demissão

    AGORA MAIS NOTÍCIAS
    07:16
    ESPORTES
    Torcida Tricolor só poderá acompanhar estreia pelo radinho
    07:14
    ESPORTES
    Jacuipense jogará pela primeira vez em sua história na Copa do Brasil
    07:12
    ESPORTES
    São Paulo joga na Argentina para fugir da crise e ficar perto da classificação
    07:12
    POLÍTICA
    Lula afirma estar indignado com a corrupção
    07:06
    ESPORTES
    Tricolor estreia na Copa do Brasil contra o Jacuipense
    MAIS LIDAS COMENTADAS
    1
    CIDADES
    Manobra arriscada custa a vida de ciclista no Contorno Norte
    2
    SEGURANÇA
    Moça é encontrada morta a pedradas em Campo Largo
    3
    CIDADES
    Receita Federal realiza seu primeiro leilão em 2015
    4
    CIDADES
    Caminhonete vai parar embaixo de caminhão em grave acidente
    5
    SEGURANÇA
    Falso vigilante flagrado sem CNH e com ‘carro clonado’
    Publicidade

    TWITTER
    3 horas, 21 minutosTribuna
    @tribunapr
    Bom dia! Capa de hoje! http://t.co/xvvhhTiZRK

    4 horas, 59 minutosSimepar
    @simeparpr
    Abril começa com temperaturas baixas em parte do Paraná. Em Palmas temos 10,5°C neste final de madrugada. http://t.co/SUrTfBanVr

    8 horas, 1 minutoPron Notícias
    @pron_noticias
    Após sessão com Levy, Senado adia de novo votação sobre mudança na dívida http://t.co/ZPBHh8bO1N

    8 horas, 1 minutoPron Notícias
    @pron_noticias
    Senadores vão à PGR pedir acesso a dados de correntistas do HSBC na Suíça http://t.co/0SFRqAGUw4

    8 horas, 1 minutoPron Notícias
    @pron_noticias
    Kassab: baixa execução do orçamento se deve à falta de experiência em projetos http://t.co/bcmNrHGiHI

    Publicidade

    HORÓSCOPO DE HOJE
    Confira seu horóscopo de hoje
    Leia o horóscopo completoPARANÁ ONLINE NO GOOGLE +

    RÁDIO AO VIVO

    Confira a programação completa da 98FM
    Publicidade

    INTERAÇÃO

    Siga o Pron e a Tribuna no TwitterAcompanhe os perfis Pron Notícias, Pron Almanaque, Pron Esportes, Pron Segurança, Pron TV, ParanáOnline e Tribuna.

    Curtir

  2. Escândalo: Senador Álvaro Dias lucrou R$ 37 milhões com propina da CPI da Petrobras
    13.8K365

    Fabiano Portilho

    O falecido, ex-presidente do PSDB, Sérgio Guerra e o Senador Londrinense (PR), Álvaro Dias
    O falecido, ex-presidente do PSDB, Sérgio Guerra e o Senador Londrinense (PR), Álvaro Dias
    Segundo informações vazadas por fontes próximas a procuradores que conduzem a Operação Lava Jato, o senador Álvaro Dias está sendo investigado, pela compra de uma área no Rio de Janeiro por R$ 3 milhões e, meses depois, vendeu à Petrobrás pelo incrível valor de R$ 40 milhões. O Fato está sendo investigado em segredo de justiça, pelo fato do parlamentar ter foro especial por prerrogativa de função – conhecido coloquialmente como foro privilegiado.

    Segundo o que foi repassado o falecido senador Sérgio Guerra (PE), ex-presidente do PSDB, e “um tucano de Londrina” enterraram a CPI do Senado sobre a estatal em 2009, em troca da propina de R$ 10 milhões de reais. Ambos deixaram a CPI de forma surpreendente, em protesto contra o que seria um “jogo de cartas marcadas”. Sem a presença deles, a CPI não foi adiante.

    Dinheiro da Propina

    Com os R$ 10 milhões a dupla “racharam” a propina, e segundo informações, dos R$ 5 milhões repassados ao Senador Álvaro Dias, R$ 3 milhões foram aplicados em uma área no Rio de Janeiro que esta sendo investigado pelo MPF. Segundo que foi levantado o preço foi superfaturado em 13 vezes, e vendido a Petrobrás na época que o diretor de abastecimento da estatal era Paulo Roberto Costa, pivô da Operação Lava Jato.

    Espólio do ex-presidente do PSDB

    O espólio de Sérgio Guerra deve entrar no alvo de investigação do a atuação do Ministério Público e da Polícia Federal. A confirmação do recebimento de propina já leva a direção da Petrobras a estudar um pedido de bloqueio de bens como forma de ser ressarcida.

    Um dos mais ricos haras do país, o haras Pedra Verde, em Limoeiro (PE), é um dos bens deixados pelo tucano, com mais de 200 cavalos de raça, inclusive campeões nacionais da racha Manga-Larga Marchador. Veterinários, geneticistas e 40 outros funcionários trabalham no Haras Pedra Verde. Para os investigadores da Lava Jato, o Pedra Verde também seria uma sofisticada lavanderia de comissões, inclusive por meio de vultosas transações de exportação e importação de cavalos.

    Palco de refinadas apresentações de produtos premiados e de leilões milionários, o Haras Pedra Verde valeria perto de R$ 200 milhões (cavalos, laboratório, instalações e fazenda), mas foi omitido da declaração de Imposto de Renda de Sérgio Guerra ao eleger-se senador, em 2002, atribuindo à Pedra Verde um valor irrisório de R$ 22 mil, além de declará-la como “terra nua”, ou seja, sem qualquer tipo de benfeitorias ou construções.

    A coleção de arte contemporânea do falecido presidente do PSDB também chamou atenção do MPF e da PF. Alí estão obras de Cícero Dias, Cândido Portinari, Vicente do Rêgo Monteiro, Di Cavalcanti, Gilvan Samico, Carybé, Manabu Mabe, Djanira e Tarsila do Amaral, em valores que chegariam à casa dos R$ 20 milhões e que teriam sido, na maioria das vezes, compradas em galerias do Rio de Janeiro, São Paulo e Recife. Haveria pelo menos um caso, em que uma tela de Ismael Nery, orçada em quase R$ 2 milhões, teria sido adquirida por uma empreiteira baiana para adornar as paredes do apartamento de cobertura da família Guerra na orla do Recife.

    Há, também, dezenas de imóveis, uma frota de automóveis de luxo, entre eles vários modelos BMW, além de jóias, aplicações financeiras em bancos e prováveis contas já sendo rastreadas em paraísos fiscais, como Liechtenstein e Suíça. Com a morte de Guerra, seus herdeiros deverão enfrentar a ação indenizatória da União movida pelo Ministério Público Federal.

    Falecido em 6 de março deste ano, o ex-presidente do PSDB foi um dos mais radicais opositores dos governos Lula e Dilma. Nos anos 1980, Guerra, porém, foi apontado como um dos integrantes da quadrilha que desviava recursos públicos e beneficiava empreiteiras, na Comissão do Orçamento do Congresso Nacional. Relator do Orçamento da União também no final dos anos 80, Sérgio Guerra chegou a viajar num jato Dassault Falcon da Construtora Camargo Correia para Londres, onde teria se hospedado em uma luxuosa propriedade do falecido empreiteiro Sebastião Camargo. Ele estava acompanhado de toda família e por duas semanas teria frequentado restaurantes e lojas de grifes de luxo na capital inglesa. Guerra foi o único parlamentar a escapar da guilhotina que vitimou parlamentares influentes como Genebaldo Correia, Manoel Moreira, Cid Carvalho e Pinheiro Landim, além do líder do grupo, João Alves.

    Dias segurando seu cão da raça
    Dias segurando seu cão da raça “Poodle”.
    #### Álvaro Dias

    O tucano Álvaro Dias do Paraná foi escolhido por José Serra (PSDB) em 2010 para ser o vice na chapa para presidência. Detalhe: Álvaro Dias está sendo processado por usar cavalaria da PM contra professores e ainda é acusado de crime contra a administração pública. Conheça um pouco a ficha do senador:

    O senador Álvaro Dias é acusado de crime contra a administração pública, movidas pelo Supremo Tribunal Federal. (Veja a petição: Pet/4316 – Veja no STF. Situação atual: 09/02/2009 – Baixa dos autos em diligência, Guia nº 276/2009, Ofício nº 215/SEJ, à Superintendência Regional do Departamento de Policia Federal no Distrito Federal.

    A operação Castelo de Areia tem documento em que mostra que, as construtoras Camargo Corrêa e a Norberto Odebrecht doou R$50 mil para o tucano Álvaro Dias (PSDB-PR).

    Álvaro Dias (PSDB-PR) não declarou R$ 6 milhões à Justiça Eleitoral… Já prestou contas?

    A revista Época mostrou que o senador Álvaro Dias (PSDB-PR) omitiu de sua declaração de bens à Justiça Eleitoral R$ 6 milhões em aplicações financeiras.

    Em 2006, Dias informou que tinha um patrimônio de R$ 1,9 milhão dividido em 15 imóveis: apartamentos, fazendas e lotes em Brasília e no Paraná. O patrimônio dele, porém, era pelo menos quatro vezes maior.

    A omissão desses dados à Justiça Eleitoral é questionável, mas não é ilegal. A lei determina apenas que o candidato declare “bens”. Na interpretação conveniente, a lei não exige que o candidato declare “direitos”, como contas bancárias e aplicações em fundos de investimento.

    Álvaro Dias diz que o dinheiro não consta em sua declaração porque queria se preservar. “Não houve má intenção”, afirma.

    O dinheiro não declarado seria fruto da venda de uma fazenda de 36 hectares em Maringá (PR) por R$ 5,3 milhões. As terras, presente de seu pai, foram vendidas em 2002. O dinheiro rendeu em aplicações, até que, em 2007, Álvaro Dias comprou um terreno no Setor de Mansões Dom Bosco, em Brasília, uma das áreas mais valorizadas da capital. No local, estão sendo construídas cinco casas, cada uma avaliada em cerca de R$ 3 milhões.

    Quem se lembra do assessor de Álvaro Dias, André Eduardo da Silva Fernandes?

    Foi o receptador de informações furtadas da Casa Civil da Presidência da República, entregue à revista Veja, para forjar um falso dossiê de despesas de FHC, com o objetivo de derrubar a ministra Dilma Rousseff.

    Pois André Fernandes, além de assessorar Álvaro Dias, também servia ao Governo de José Roberto Arruda (ex-DEM/DF). Em 2007, foi nomeado pelo Governo do Distrito Federal, membro do conselho fiscal da CEB (Companhia Energética de Brasília), estatal do Governo do Distrito Federal. Álvaro Dias, igual a José Serra: Mandam bater em professores.

    Curtir

  3. Velha mídia nacional escancara corrupção no governo Beto Richa
    29 MAR 2015 – 15:38 38 Comentários

    Edição dominical do Estadão traz reportagem especial sobre o lobista que “não deve ser nomeado” pelo governo Beto Richa; velha mídia nacional não tem mais como esconder o escândalo envolvendo Luiz Abi Antoun, o primo que cada vez mais complica Beto Richa.
    Edição dominical do Estadão traz reportagem especial sobre o lobista que “não deve ser nomeado” pelo governo Beto Richa; velha mídia nacional não tem mais como esconder o escândalo envolvendo Luiz Abi Antoun, o primo que cada vez mais complica Beto Richa.
    Não tem mais como esconder os escândalos de corrupção no governo tucano de Beto Richa, no Paraná. A velha mídia nacional vinha tratando com indiferença o explosivo caso paranaense, pois isso poderia respingar no PSDB nacional — “reserva moral” dos barões da mídia no combate ao PT e à presidenta Dilma Rousseff.
    Primeiro foi o Jornal Nacional, da Globo, mesmo tardiamente, “obrigado” a mostrar os escândalos que chegaram ao primeiro escalão do governo do Paraná. Na última sexta-feira, o telejornal veiculou que promotores enxergaram relações entre o Palácio Iguaçu e o lobista Luiz Abi Antoun, primo do governador Beto Richa (PSDB), em falcatruas contra o erário. A Secretária da Administração, Dinorah Nogara, é investigada por favorecer o parente do governador em fraudes de licitação.

    A “Operação Voldemort” investiga o parente do governador, mas está cada vez mais próxima ao próprio Beto Richa. Hoje, por exemplo, o jornal O Estado de S. Paulo também trouxe à tona as relações promíscuas do tucano com o primo apontado pelo Gaeco como “chefe de quadrilha” que atuava dentro do governo do estado.

    Noutra linha de investigação do Gaeco, braço policial do Ministério Público, as denúncias de corrupção e propina na Receita Estadual indicam R$ 1 bilhão de prejuízo aos cofres públicos do estado. Também há bronca de pedofilia envolvendo agentes públicos.

    Para completar a “má fase” de Beto Richa, o jornalista Celso Nascimento, colunista do jornal Gazeta do Povo, também veiculou hoje fotos do governador desfrutando de momentos nababescos ao lado do “primo distante” Luiz Abi. Numa das imagens, os parentes aparecem juntinhos em passeio dentro de um iate de luxo — avaliado em US$ 30 milhões — no Líbano.

    Essa parte da denúncia, ao que parece, é a mais light, pois apenas desmonta da tese da “distância” do governador Beto Richa dos investigados por corrupção e pedofilia. Mas a parte mais pesada, segundo uma fonte do Blog do Esmael, deverá aparecer a partir da semana que vem. Os promotores do Gaeco teriam material suficiente para derrubar por inteiro o Palácio Iguaçu. A conferir.

    Curtir

  4. Vaza novo projeto de Richa para confisco de R$ 8 bi da Previdência; servidores cogitam retomar greve

    1/abril/2015 12:33
    O anteprojeto de reforma de previdência do governo do estado que vazou na semana passada está recebendo duras críticas dos servidores de diversas áreas do governo. Os sindicatos de professores… Leia mais →

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s