Professores de Araucária declaram voto em Dilma 13

www.redecedes.ufpr.br

CARTA ABERTA DOS EDUCADORES DE ARAUCÁRIA

O futuro da educação e do país está em nossas mãos!

NESTE 2° TURNO, CHAMAMOS A VOTAR EM DILMA!

Ano passado durante as manifestações de junho iniciadas pelo descontentamento de milhares de jovens e trabalhadores contra o aumento das passagens de ônibus e que transbordaram para diversos temas como melhorias dos serviços públicos em geral, uma onda espalhou-se pelo país.

O sentimento de mudança e descontentamento com as nossas instituições políticas foi a tônica. O sentimento era e é de que com esse Congresso e estas instituições, não dá!

Contraditoriamente a esse sentimento de mudança, nas eleições deste ano o congresso nacional eleito é o mais conservador desde 1964 (dados do DIAP), passando de 220 para 280 parlamentares empresários (+ 27%), 130 para 160 ruralistas (+23%) mas os sindicalistas caíram de 83 para 46 (-44%).

A presidenta Dilma, a época das manifestações de junho de 2013 respondeu que “para mudar é preciso mudar as instituições” e propôs uma Constituinte para uma reforma política.

A reforma política é fundamental para mudarmos os atuais mecanismos de representação no Congresso dominado pelo poder econômico e que trava pautas como reforma agrária, redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas sem redução de salário, entre outras.

No entanto, sem uma reforma política que acabe por exemplo com o financiamento privado de campanhas, estabelecendo o financimento igualitário e público de campanha ou o voto em lista partidária para se impedir o “voto tiririca” e fortalecer o voto programático/ideológico, sem reforma, nada mudará!

Em 2014, no dia 26 de outubro, brasileiros e brasileiras vão novamente às urnas para definir o projeto político que irá governar o país nos próximos quatro anos. Os educadores de Araucária, não podem ficar indiferentes a esse debate.

A presidenta Dilma acenou com a reforma política. Cerca de 8 milhões de brasileiros na semana de 7 de setembro votaram 97% pelo SIM no Plebiscito Popular pela Constituinte Exclusiva e Soberana pela Reforma Política. Essa força social deve ser dirigida a candidata que, ao nosso ver, reúne as condições de levar adiante tal proposta.

Muitos de nós que assinamos esse texto temos diferentes avaliações sobre o governo Dilma. Muitos de nós votamos em Dilma no 1° turno. Outros votaram em outros candidatos. Porém, há algo que nos unifica: a rejeição completa de tudo o que representa Aécio Neves e seu partido, o PSDB!

Na análise dos projetos de Estado que representam as duas candidaturas, percebe-se claramente que Dilma representa a continuidade do fortalecimento das políticas sociais, entre essas a da educação. Neste último período tivemos o início de um processo de recuperação da valorização dos profissionais da educação brasileiros com a Lei Nacional do Piso dos professores, conquista histórica da categoria. Foi neste governo que tivemos o primeiro programa de profissionalização dos funcionários de escola, o Profuncionário.

O candidato Aécio Neves, ex-governador de Minas Gerais representa nestas eleições o retrocesso: o ideário do neoliberalismo e do Estado mínimo. Esta visão de Estado onde tem sido implementada, tem deixado péssimas marcas para a maioria da população. Basta olharmos como está a educação nos estados de São Paulo, Minas Gerais e do próprio Paraná.

O candidato Aécio Neves/PSDB representa a política direta do capital internacional interessado na privatização do patrimônio público, nas tercerizações e ataque às carreiras (travestidas de bônus por mérito), na flexibilização das leis trabalhistas, no controle direto do “mercado” da política monetária (fixação da taxas de juros) através da independência do Banco Central (defendido por Marina e em seguida por Aécio) com graves conseqüências para os serviços públicos (a relação dívida pública/orçamento público vai para as alturas).

Os recursos para a educação precisam continuar sendo ampliados. O PNE aprovado pelo e no governo Dilma, estabelece 10% do PIB para a educação. O Piso salarial para os educadores precisa ser assegurado e implementado em todo o país, e as condições de trabalho dos educadores precisam ser melhoradas. Portanto, para nós, Dilma representa a manutenção das conquistas e a garantia de novos avanços necessários para a educação pública de qualidade, e para a construção de um país mais justo, solidário e democrático.

Por isso, nós educadores do município de Araucária declaramos e indicamos voto em Dilma. Pelo projeto de Estado que ela representa, pelos avanços conquistados e por tantos outros que apenas nossa luta poderá obter. Contra o retrocesso e a favor das reformas sociais que o povo necessita, no dia 26 de outubro é Dilma Roussef presidenta do Brasil.

Curitiba, outubro de 2014.

Esc. Municipal Ibrain Antônio Mansur – Maria José Pereira, Luiz Antônio Biscaia, Leida Regina Tiblier, Alfeo Luiz Cappellari, Luis Fernando Jussiani, Fabiano Medeiros, Jackson Perreto, Paulo Antônio dos Santos, Verieli Justina, Ailton Batista V. Filho, Luciana Filla.

Esc. Municipal Profª Balbina Pereira de Souza – Roseane de Araújo Silva, Dirléia A. Matias

Esc. Mun. Maria Aparecida Saliba Torres – Adilson Spinelli, Ariadene Huergo de Paula

Esc. Mun. Maria Terezinha Theobald – Cristiane Perretto

Esc. Mun. Elvira Buchmann – Geize Gomes

Esc. Mun. Pedro Biscaia – Letânia Kolecza, Alexandra Padilha Bruno

CMEI Campina da Barra – Ana Paula Vanzuita, Neudja Lailma da Silva Carvalho, Fernanda Soares Miranda, Edinelma Patricia Portella

Escola Nadir Nepomuceno Alves Pinto – Simeri Ribas Calisto

Escola Municipal General Celso de Azevedo Daltro Santos – Vera Maria Moreira

Escola Municipal David Carneiro – Silvio Marcos dos Santos, Evaristo Boeira

Escola Municipal João Sperandio – Alamir Muncio Compagnoli

Escola Municipal Pedro Biscaia – Alexandra Bueno

Professora Aposentada – Elecy Maria Luvizon – Coordenadora do Coletivo de Aposentadas/os do SISMMAR

Anúncios

3 comentários sobre “Professores de Araucária declaram voto em Dilma 13

  1. Pingback: Professores de Araucária declaram voto em Dilma 13 | MANHAS & MANHÃS
  2. Olá Tarso, nós professores de Campo Mourão de várias instituições também publicamos um manifesto em apoio à Dilma, direcionado aos nossos estudantes. Se puder publicar como matéria, penso que ajuda na campanha:

    Um grupo de professores e demais profissionais de educação de Campo Mourão e região das várias instituições de ensino, lançam um manifesto em favor da candidata Dilma direcionado aos nossos estudantes, que por serem jovens, não conheceram o governo do PSDB nacional e não sabem o que isso poderá ser implicar para o futuro.

    Os profissionais da educação que não puderam ser consultados a tempo e desejarem participar do movimento, devem incluir seu nome em ordem alfabética e a instituição e compartilhar. Nós educadores precisamos nos manifestar. O momento é crucial para o futuro do Brasil e a manutenção dos avanços da sociedade brasileira.

    Aos nossos estudantes,

    No próximo dia 26, estaremos votando para Presidente da República. Alguns transformam essas disputas em algo parecido com torcida de futebol. Outros se preocupam porque sabem que os governos sempre mexem com a vida da gente.

    Nós, professores e demais trabalhadores da educação, abaixo listados e outros que serão acrescentados posteriormente, que vivemos os anos noventa com dois governos do PSDB, sentimo-nos na obrigação de alertar para o risco que estamos correndo com uma possível eleição de Aécio Neves para presidente.

    Aqui um link de algumas coisas daquela época:

    Se o Governo Dilma não é o que queríamos, um possível governo tucano nos jogará para o que pode haver de mais conservador e nos distanciará mais ainda do país que sonhamos. Informações relevantes sobre o Governo Dilma no site mudamais.com

    Os governos do PSDB se caracterizam:

    – Por criminalizar os movimentos sociais e os sindicatos de trabalhadores;

    – Por criminalizar os pobres, a exemplo da proposta de reduzir a maioridade penal;

    – Por combater quaisquer modalidades de políticas públicas;

    – Por criar mecanismos para privatizações e terceirizações dos serviços públicos e, com isso, acabar com CONCURSOS PÚBLICOS, DIMINUIR O ESTADO E OS MECANISMOS DE PROTEÇÃO SOCIAL AOS QUE TÊM MENOS RECURSOS FINANCEIROS;

    – Por combater qualquer política externa com países do sul, preferindo EUA e Europa.

    O que acontecerá com as políticas públicas relacionadas à saúde, à orientação sexual, ao racismo, sexismo e todo combate à discriminação? É provável que sejam desestimuladas, anuladas e até esquecidas, haja vista a aliança conservadora que Aécio fez com alguns pastores que estão na política e comandam um “exército de fieis”.

    Se hoje, lutamos para ampliar direitos e para organizar o povo, no caso de uma vitória dos tucanos, lutaremos para manter o que já conquistamos. E perderemos tempo com isso.

    Não há posição neutra, muito menos por parte da grande mídia, comandada por Rede Globo, Veja, Bandeirantes, UOL, Folha de São Paulo, O Globo e O Estado de São Paulo nunca estiveram tão engajadas numa candidatura, desde a eleição de Fernando Collor, em 1989. Por trás de um discurso de combate à corrupção escondem-se as verdadeiras intenções de privatizar a Petrobrás, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica. Não é à toa que os casos de corrupção dos Governos do PSDB não são julgados e sequer divulgados pela mídia.

    Nos últimos doze anos, os governos de Lula e Dilma colocaram um freio nessas políticas, mas agora os ultraconservadores vêem em Aécio a chance de voltar ao governo central e retomar uma agenda do atraso social, cultural e econômico.

    Por isso, os movimentos sociais, os deputados de esquerda eleitos por outros partidos além do PT e os dirigentes históricos da esquerda brasileira estão declarando voto anti-Aécio. É um voto crítico em Dilma, sem descuidar que nos próximos anos, teremos todos que lutar para avançar além do que já temos. Mas isso será muito mais difícil se tivermos um governo de direita e conservador.

    ADALBERTO DIAS DE SOUZA – UNESPAR
    ADRIANA BELOTI – UNESPAR
    ALESSANDRA AUGUSTA PEREIRA DA SILVA – UNESPAR
    AMAURI JERSI CEOLIM – UNESPAR
    ANA PAULA COLAVITE – UNESPAR
    ANA PAULA DA SILVA – JOAO THEOTONIO NETTO C E-E M PROFIS N – MOREIRA SALES/ GOIOERE
    ANDRÉ ALFEN – C E DE-EF M PROFIS N – CAMPO MOURAO
    ANDREA RIBEIRO AVELAR – DIRETORA COLÉGIO JOANA D’ARC
    ANGELA MARIA CEREDA – UNIDADE POLO C E-EF M PROFIS – CAMPO MOURAO
    ANÍBAL APARECIDO TAPARO – BOSCO C E D-EF M PROFIS – CAMPO MOURAO
    ARUAN RIBEIRO DE SOUZA – BOSCO C E D-EF M PROFIS – CAMPO MOURAO
    ASTOR WEBER – UNESPAR
    AUREA ANDRADE VIANA DE ANDRADE – UNESPAR
    CELSO WAGNER MARQUES INÁCIO – LUZIA GARCIA VILLAR C E-EF M – BARBOSA FERRAZ
    CERES AMERICAS RIBAS – UNESPAR
    CIBELI INTROVINI – UNESPAR
    CÍCERO PEREIRA DE SOUZA – RONDON C E MAL-EF M PROFIS – CAMPO MOURAO
    CLAUDINEIA PEREIRA LOPES – Esc. Mun. Monteiro Lobato- Campo Mourão
    CRISTINA SATIE DE OLIVEIRA PÁTARO – UNESPAR
    DALVA HELENA DE MEDEIROS – UNESPAR
    DELTON APARECIDO FELIPE – UNESPAR
    DILAMAR BITENCOURT – Colégio Est. Princesa Isabel- Araruna
    DIRCE BORTOTTI SALVADORI – UNESPAR
    EDSON JOSÉ LASTA – Colégio Estadual de Campo Mourão
    ELISÂNGELA BASSANI – Col. 29 de novembro Araruna
    EVANDRO RITT – DARCY JOSE COSTA C E PROF-EF M – CAMPO MOURAO
    FÁBIO ALEXANDRE BORGES – UNESPAR
    FÁBIO RODRIGUES COSTA – UNESPAR
    FÁBIO SEXUGI – UNESPAR
    FRANK ANTONIO MEZZOMO – UNESPAR
    GILBERTO APARECIDO GONÇALVES – BOSCO C E D-EF M PROFIS – CAMPO MOURAO
    GILBERTO SANTANA DE ALENCAR – ALVORADA C E-EM – CAMPO MOURAO
    GILMAR DE GOUVEA – BOSCO C E D-EF M PROFIS – CAMPO MOURAO
    GREICE FACIOLI – Col. 29 de novembro Araruna
    HELENA MARIA KRZYZANYAK – UNIDADE POLO C E-EF M PROFIS – CAMPO MOURAO
    IRMA PEREIRA DE LIMA – BOSCO C E D-EF M PROFIS – CAMPO MOURAO
    IRONEI DE OLIVEIRA – UNIDADE POLO C E-EF M PROFIS – CAMPO MOURAO
    ISMAR KATH – UNIDADE POLO C E-EF M PROFIS – CAMPO MOURAO
    IUQUIKO TANAKA F. GONÇALVES – Professora aposentada
    JOÃO MARCOS BORGES AVELAR – UNESPAR
    JOEDY RYAL – Col. 29 de novembro Araruna
    JORGE LEANDRO DELCONTE FERREIRA – UNESPAR
    JORGE PAGLIARINI – UNESPAR
    JOSEVAL BASÍLIO PELISSER – IVONE S CASTANHARO C E PROF-EF M – CAMPO MOURAO
    JOVELINO SELES – CARLOS GOMES C E-EF M PROFIS N – UBIRATÃ
    JULIANO CORREIA DE MORAES – CENTRO EST EDUC PROFIS AGRIC EC MOURAO – CAMPO MOURAO
    JULIANO DOMINGUES DA SILVA – UNICAMPO
    JULIANO FABIANO DA MOTA – UNESPAR
    MARIA INEZ CHICONE FERRO – Diretora de escola rede municipal
    MARIA IZABEL RODRIGUES TOGNATO – UNESPAR
    MARIA DE FÁTIMA DA CONCEIÇÃO – DARCY JOSE COSTA C E PROF-EF M – CAMPO MOURÃO
    MARIA JOSÉ PEREIRA – UNESPAR
    MARIA PAULA BRAZ PIVOVAR – CAXIAS C E DQ DE-EM N – GOIOERÊ
    MARILEUZA ASCENCIO MIQUELANTE – UNESPAR
    MUNIR BARAKAT – UNESPAR
    NAIR GLÓRIA MASSOQUIM – UNESPAR
    NEUSA MARIA T. PORTILHO – DARCY JOSE COSTA C E PROF-EF M – CAMPO MOURÃO.
    NUELI DE SOUZA – BOSCO C E D-EF M PROFIS – CAMPO MOURAO
    OSEIAS CARDOSO – UNESPAR
    OSVALDO HAAGSMA – UNIDADE POLO C E-EF M PROFIS – CAMPO MOURAO
    RICARDO FERNANDES PÁTARO – UNESPAR
    ROSEFRAN ADRIANO GONÇALES – UNESPAR
    ROSENEIDE AURELIO – UNIDADE POLO C E-EF M PROFIS – CAMPO MOURAO
    ROSINEIDE DE JESUS – DIRETORA UNIDADE POLO C E-EF M PROFIS – CAMPO MOURAO
    SANDRA ALEIXO – UTFPR
    SÉRGIO LUIZ MAYBUK – UNESPAR
    SILVANA APARECIDA LOCH – OSVALDO CRUZ C E DR-EF M – CAMPO MOURAO
    SILVANE BOTEGA – RONDON C E MAL-EF M PROFIS – CAMPO MOURAO
    VALDAIR APARECIDO DA SILVA – CAMPO MOURAO C E DE-EF M PROFIS N – CAMPO MOURAO
    VALDEIR FERRO SILVA – CAMPO MOURAO C E DE-EF M PROFIS N – CAMPO MOURAO
    VALÉRIA SANCHES FONSECA – UNESPAR
    VILMA TEREZINHA DE SOUZA PINTO – UNIDADE POLO C E-EF M PROFIS – CAMPO MOURAO
    WALMIR RUIS SALINAS – UNESPAR
    ZILDA FERREIRA LEANDRO – UNESPAR
    ZULMEIA APARECIDA DA SILVA – ALVORADA C E-EM – CAMPO MOURAO

    Curtir

  3. Pernambucana da peste : Uma educação de qualidade começa por nós professores. Quero parabenizar os professores de Araucária pelo apoio a continuidade da democracia igualitária. Todos os professores brasileiros devemos nos comprometer com um governo voltado para a reconstrução do social de nosso país. DD DILMA DNOVO. VOTO 13.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s