Médicos com Dilma 13

10649561_295766537281400_3261043183786254449_n

Conheça na íntegra a Carta dos Médicos em Apoio à reeleição da Presidenta Dilma!

Médicos com Dilma, por mais Futuro
1. No nosso trabalho como médicos e médicas, seja atendendo diretamente a população ou em outras funções no Sistema Único de Saúde (SUS), percebemos claramente o impacto das políticas públicas nas condições de vida do povo brasileiro nos últimos anos. Acompanhamos com empatia e senso de responsabilidade as dores e a vida sofrida do povo, os ganhos sociais e as alegrias do povo. Arregaçamos as mangas fazendo o nosso melhor. E assim como participamos das transformações pelas quais o Brasil passou nos últimos anos e não deixamos de nos posicionar em defesa dos interesses nacionais, hoje novamente o fazemos.

2. Na saúde o saldo é positivo. Somos o maior sistema de saúde público universal do mundo, com um SUS que pertence a 200 milhões de brasileiros. Com a lei do Mais Médicos promulgada pela presidenta Dilma, hoje o país ampliou o atendimento médico diretamente a 50 milhões de brasileiros. Além da ampliação do acesso ao atendimento médico, numa só tacada a Lei do Mais Médicos ampliou também o envolvimento dos serviços de saúde na formação dos jovens médicos e o acesso ao ensino superior. Dilma efetivou como nunca a formação de profissionais de saúde enquanto responsabilidade do Estado Brasileiro, como previsto em nossa Constituição. Estamos diante da mais importante ação de ampliação de acesso à saúde desde a criação do SUS.

3. A candidatura da presidenta Dilma Rousseff (PT) é a candidatura que representa as mudanças que aconteceram no Brasil a partir das políticas sociais desenvolvidas desde os governos Lula na saúde, educação, economia, diplomacia, meio ambiente, geração de energia, na exploração do pré-sal, no combate a miséria e a fome, direito à memória e à verdade, bem como na ampliação dos direitos das minorias.

4. Esse ciclo de desenvolvimento trouxe grandes ganhos sociais, como redução das desigualdades, melhoria dos indicadores de saúde (como a mortalidade infantil, que reduziu enormemente), baixos índices de desemprego, ampliação do acesso à saúde e educação, aumento da participação popular e da transparência na gestão pública, redução do desmatamento florestal, reativação de vários segmentos da indústria nacional, baixa inflação, aumento do investimento público e importante redução dos juros da dívida pública.

5. As duas principais candidaturas da oposição, Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (PSB) cada uma a sua maneira, flertam com a demagogia que tenta esconder quais seriam as consequências para o país das políticas de governo que ambos propõem com tanta semelhança, bradando “choque de gestão” de cá e “nova política” de lá. Num Brasil que quer seguir reduzindo desigualdades sociais, e ampliando e melhorando os serviços públicos não pode ser admissível propostas econômicas que gerem desemprego, aumento de impostos, mais poder aos bancos, perda dos aumentos anuais do salário mínimo ou violações dos direitos das minorias.

6. Dilma é a presidenta que representa o novo ciclo para o Brasil. É um ciclo democrático, com disposição para apoiar a ampliação da participação do povo nas decisões do Estado brasileiro, e também uma Reforma Política que estabeleça no mínimo: a) limites a influência do dinheiro dos bancos e das empresas sobre o processo eleitoral (proibindo assim as suas doações para as campanhas eleitorais), b) reduza as distorções que mantém certas populações sub-representadas nos processos decisórios e c) avance nos mecanismos de participação direta na democracia.

7. A disposição em promover tal Reforma Política ficou clara com o apoio ao “Plebiscito Popular por uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político” que colheu votos de 1º a 7 de setembro em todo o país e já aponta para um novo cenário na luta dos movimentos sociais nos próximos períodos, onde se quer mais participação social nas decisões sobre a Reforma Política.

8. Por tudo isso, os médicos e médicas abaixo assinados apoiam a reeleição da presidenta Dilma Rousseff, que hoje representa o projeto nacional que vem transformando o Brasil!

Veja a lista de assinaturas e assine no www.medicoscomdilma.med.br

Anúncios

12 comentários sobre “Médicos com Dilma 13

  1. Rose, no Mais Médicos atuam mais de 14,4 mil médicos em unidades básicas de saúde em 3.785 municípios do país. Cada médico trabalha 40 horas semanais e um atendimento dura em média 20 minutos. Faça as contas, se quiser, querida. E na carta consta a instituição em que cada médico atua, você pode procurá-los se tiver alguma dúvida. Mas guarde seu recalque, tah, querida? Que o Aécio já está fora da disputa de 2014.

    Curtir

  2. O SUS está longe de ser igual à saúde pública da Noruega, Dinamarca, Suécia e Canadá. O programa Mais Médicos tem mais de 5.000 médicos.
    Verdadeiros médicos apoiam Dilma porque já sentiram que medidas de seu governo visam atender as populações de locais mais afastados e periferias das grandes cidades, onde se encontram populações mais pobres.
    Não é necessário ser muito inteligente para constatar que o governo Dilma sempre deu prioriidade aos médicos brasileiros em seus programas. O movimento organizado por figurões do CFM para combater a vinda de médicos estrangeiros, principalmente cubanos, para o programa Mais Médicos, foi motivado pelo receio dos médicos estrangeiros acabarem com as muitas práticas muito pouco éticas de muitos doutores que recusaram ir servir em municípios muito afastados, mesmo com salários superiores a R 25.000,00.
    Falta fazer muito pela saúde pública do Brasil, mas a parte mais importante cabe aos verdadeiros médicos, profissionais com vocação para cuidar da saúde de seus concidadãos.

    Curtir

  3. NÃO ACREDITO.. TODOS os médicos que conheço se sentiram ofendidos quando ela pos a culpa dos problemas da saúde neles….e SE O SUS É BOM PORQUE OS PETISTAS DE RENOME SE TRATAM NO EINSTEIN…..DEMAGOGIA !!

    Curtir

    • Porque cada um pode (democraticamente) escolher como se tratar!!! Eu tenho plano de saúde e deixo o sus pra quem não pode pagar um plano. Tenho um primo que acabou de fazer uma cirurgia de cérebro pelo Sus sem gastar um tostão e o médico é cobra no assunto e fez na santa casa de porto alegre.

      Curtir

  4. Eu tenho q agradeser prmeiramente aDeus por ter me dado a vida novamente sofri um enfarto fui atendido sus sem nenhum custo sei q foi um custo alto só tenho a ágradescer aos médicos q me fizeram atendimentos. Sempre digo nossa saude esta mal maus medicos q não exercem suas funçoes com mais humanidade!!!!!

    Curtir

  5. Professor João, verifiquei o mesmo, todas as pessoas que se preocupam com o bem estar social de seus concidadãos, apoiam o programa Mais Médicos. Conheço pessoalmente a ação dos médicos cubanos em África e garanto-vos que são verdadeiros exemplos de vocação para o exercício da medicina!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s