Vice-Prefeita Mirian Gonçalves confirma sua participação na Conferência Estadual de TIC e C&T

bannerevento-2

Amanhã sábado, a partir das 9h acontece a Conferência Estadual de C&T e TIC, na sede do PT Estadual, em Curitiba. O evento tem por objetivo discutir a política do setor para os municípios do Paraná, além de direcionar a construção do Plano de Governo para as eleições de 2014. A participação da Vice-prefeita e Secretária do Trabalho de Curitiba, Mirian Gonçalves foi confirmada. Tal como os membros do executivo Federal, Ministro Paulo Bernardo, Lygia Pupatto, Marcos Mazoni e Dep. Federal Angelo Vanhoni.

Os painéis abordarão temas como a Democratização dos meio de comunicação, cidades digitais, internet, redes educacionais abertas, software livre, desenvolvimento de ciência e tecnologia, políticas públicas de TI, entre outros assuntos.

A I Conferência Estadual de TIC e C&T do PT PR acontece sábado (15/06), a partir das 9h, na sede do PT Estadual, Rua Princesa Isabel, 160. Centro. Além da representação do Governo Federal a conferência receberá ainda os convidados: Dr. Prof. Flávio Gonçalves, Coordenador do PPGDE UFPR, Anderson Tanck, Diretor de Tecnologia de Informação da Prefeitura de Pinhais, Sérgio Bertoni, Presidente do Blogoosfero, Alexandre Pesserl, Advogado, mestre em Direito Autoral pela UFSC, entre outros. As inscrições devem ser feitas pelo e-mail ticptpr@gmail.com. Maiores informações pelos fones 41-88652800. Esse evento está válido como atividade partidária para os filiados.

Direito autoral e internet

Entrevista com o advogado Alexandre Pesserl, do Grupo de Estudos em Direito Autoral e Informação, da Universidade Federal de Santa Catarina. Ele participou do Simpósio Internacional de Políticas Públicas para Acervos Digitais, de 26 a 29 de abril, em São Paulo, SP, Brasil.

Tópicos abordados no vídeo: Continuar lendo

Baixe gratuitamente o livro “10 anos de governos pós-neoliberais no Brasil: Lula e Dilma”

978-85-7559-328-8_big

O livro “10 anos de governos pós-neoliberais no Brasil: Lula e Dilma”, organizado por Emir Sader e prefaciado por Maria Inês Nassif, pode ser baixado gratuitamente na internet, clique aqui. Em epub clique aqui.

Veja mais informações sobre o livro:

Continuar lendo

Gustavo Fruet fala sobre o ICI e diz que vota em Gleisi em 2014

Conheça o jornal virtual “A Gralha” e veja entrevista com o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT):

A Gralha – Outra caixa-preta de campanha é o Instituto Curitiba de Informática. A prefeitura tem quatro votos em dez no Conselho de Administração do ICI. Está dentro da lei, não dá para ampliar o número de votantes, e são de empresários do setor os outros seis votos. A Prefeitura tem acesso aos contratos do ICI. Ela sabe quanto paga.

Gustavo Fruet – Isso é importante deixar claro. A engenharia do ICI é interessante. A criação foi na gestão do Cassio e eu votei contra na época ao modelo dela. Pegando meu voto hoje, de 97, as mesmas dúvidas que levantei lá estão acontecendo. A ideia é dar agilidade à gestão, ter um fator de incentivo à pesquisa, ter um fator de inovação e busca de novas tecnologias. O que aconteceu ao longo do tempo? A ideia do ICI é que é para que ele preste o serviço, não necessariamente seja um agente que contrate soluções no mercado. Ao longo do tempo, o que vem acontecendo? O ICI vem quarteirizando os serviços. A Prefeitura de Curitiba contrata o ICI, que por sua vez contrata uma empresa. Essa quarteirização, nós não sabemos. Essa informação a Prefeitura tem que ter. E o Tribunal de Contas tinha definido no ano passado que o ICI se enquadra como organização social, portanto tinha que ser informado de tudo. E agora o ICI fica desobrigado.

A Gralha – Ou seja, volta-se à situação anterior?

Gustavo Fruet – Não, a gente está fortalecendo o grupo, não se trata de ruptura, mudou o presidente, mudou o diretor. O que nós estamos fazendo é promover o diálogo, que por vezes esteve em questionamento. Não é interessante também para o ICI romper o contrato com a Prefeitura. Empresarialmente, imagino que essas empresas estejam com a tecnologia e já estão vendendo no mercado, não precisam necessariamente vender através do ICI, já têm o know-how. Para o ICI também, perder essa estrutura não é interessante, é bom lembrar que parte do prédio, parte do pessoal é do Ippuc ou da Prefeitura. Hoje o grande movimento do ICI é a Prefeitura, quer dizer, o ICI não é um grande prestador de serviço no mercado. Pode ser, e aqui estou levantando um indício de que as empresas que prestam serviço para o ICI estejam prestando serviço no mercado e que essas empresas já não dependam tanto do ICI. Isso é uma suposição. Mas não seria interessante para o ICI simplesmente romper. Para a Prefeitura, se isso der transparência e agilidade, é um bom instrumento.

A Gralha – E a questão da informação, de ter a informação?

Gustavo Fruet – São várias coisas. A primeira delas, eu preciso ter todas as informações on-line no meu terminal. Segundo, tornar isso público, até porque é uma exigência legal. Hoje nós temos que dar acesso às fontes primárias. Terceiro, isso é estratégico numa gestão, a gente tem a tendência de crescimento na cidade, isso serve muito como fator de incentivo ao empreendimento, principalmente considerando o poder de compra da prefeitura. Nós estamos falando de contratos anuais próximos de 130, 150 milhões de reais, imagine direcionar isso para o pequeno empresário de Curitiba e da região. Quarto, incentivo à pesquisa: muitos desses projetos, desses temas, foram desenvolvidos pela prefeitura, mas não estão no nome da prefeitura, estão no nome do ICI. Pegue toda a evolução na Secretaria de Finanças, toda a evolução na área de georreferenciamento do urbanismo, quem que controla isso? Tudo começou aqui. A estrutura do 156 está onde? Começou com meu pai, aqui. Era o CPD da Prefeitura.

A Gralha – Fica tudo na mão do ICI?

Gustavo Fruet – Também não quero usar essa expressão. Mas esta é uma relação morde e assopra. Eu quero uma relação profissional. E quando a gente fala em profissional, eu quero olhar para a frente. Os contratos… Sei que os valores são altos, mas tudo pode ser feito em outro patamar, outra relação custo-benefício. Eu acho que algumas pessoas já ganharam o suficiente para poderem dar essa contribuição para a cidade. É muito simples, a hora que a gente tiver essa informação, a gente vai saber. A prefeitura contratou o ICI para solução em determinada área, o ICI contratou uma empresa, essa empresa está prestando serviço para outras prefeituras. É ético o sistema que a prefeitura contratou pelo ICI ser utilizado e apropriado pelo setor privado, sem que a prefeitura receba por isso? O correto não seria o ICI vender esses serviços também para outras prefeituras? Se o serviço é tão bom, porque o ICI depende mais de 95% dos seus contratos com a prefeitura de Curitiba? A prefeitura só gasta para contratar o serviço. Qual é o ganho que a gente está tendo?

A Gralha – O que o Sr., acha que vai acontecer nas eleições do ano que vem?

Gustavo Fruet – A gente pode especular um pouco agora. Não é fugir da pergunta. O cenário possível, natural hoje, é Gleisi e Beto, numa eleição muito competitiva.

A Gralha – Seu voto é bem claro?

Gustavo Fruet – Gleisi. É natural, é um processo que vem sendo construído.

Veja mais da entrevista no jornal A Gralha.

Gleisi é chamada de “governadora” em evento de Lula e Dilma em Curitiba

Captura de Tela 2013-06-14 às 01.21.45

No evento de ontem em Pinhas, região metropolitana de Curitiba, a presidenta Dilma Rousseff (PT) mostrou o que foi feito de bom nos últimos dez anos. Foto de Tarso Cabral Violin

Captura de Tela 2013-06-14 às 01.20.36

Duas mil pessoas acompanharam o evento. A imprensa, que foi bastante criticada no evento, estava presente. Foto de Tarso Cabral Violin

Captura de Tela 2013-06-14 às 01.20.08

Lula disse que a oposição é muito fraca, e quem faz oposição é a velha mídia, que faz papel de Partido Político, ao invés de informar. Foto de Tarso Cabral Violin

Captura de Tela 2013-06-14 às 01.19.38

Duas mil pessoas fizeram coro para a Ministra Gleisi Hoffmann (PT): “governadora, governadora”. Ela vai concorrer contra o atual governador Beto Richa (PSDB). O outro candidato será o senador Roberto Requião (PMDB). Foto de Tarso Cabral Violin

Captura de Tela 2013-06-14 às 01.19.03

Lula tem o dom da oratória. Foto de Tarso Cabral Violin

Captura de Tela 2013-06-14 às 01.17.29

Lula fez até pose para a foto. Foto de Tarso Cabral Violin

Captura de Tela 2013-06-14 às 01.18.09

Gleisi falou como ministra, mas todos já a tratam como pré-candidata ao governo do Paraná. Foto de Tarso Cabral Violin

Captura de Tela 2013-06-14 às 01.21.09 Captura de Tela 2013-06-14 às 01.18.34