Presidente golpista corta patrocínio a evento no qual terá participação de Dilma amanhã

O presidente interino golpista Michel Temer (PMDB) mandou suspender hoje (19) patrocínio da Caixa Econômica Federal ao 5º Encontro Nacional de Blogueiros e Ativistas Digitais #5BlogProg, que terá participação da presidenta afastada pelo golpe de 2016, Dilma Rousseff (PT), amanhã, 19h, em Belo Horizonte, capital das Minas Gerais.

O patrocínio foi autorizado pela Caixa em março e totalizou R$ 100 mil para o respeitado Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé. Sendo um ato jurídico perfeito, a suspensão do patrocínio demandará ação de indenização contra a Caixa, que sendo uma empresa pública da Administração pública indireta, não poderia sofrer essa interferência da presidência.

O importante evento debaterá a democratização da mídia, a defesa da democracia e contra o ódio.

O advogado e professor universitário, Tarso Cabral Violin, autor do Blog do Tarso e presidente da Associação ParanáBlogs, vai ser um dos “desconferencistas” de uma das mesas de debate.

Além de Dilma e importantes políticos, ocorrerão mesas de debates com os seguintes jornalistas, comunicadores e estudiosos no tema da democratização da mídia:

Roda  01          Renato Rovai  (SP)
Cynara Menezes ( RJ)
Miguel do Rosário (RJ)
Tarso Cabral (PR)

Roda  02           Paulo Moreira Leite ( Brasília )
Eduardo Guimarães ( SP)
Daniel Pearl Bezerra ( CE)
Elaine Tavares ( SC)
Hildegard Angel (RJ)

Roda 03            Laura Capriglione (SP)
Fernando Brito (RJ)
Diógenes Brandão (PA)
Najla Passos ( Brasília )
Douglas Belchior ( SP)

Roda 04             Conceição Oliveira ( SP)
Rodrigo Vianna (SP)
Lola  (CE)
Tereza Cruvinel ( Brasília )
Marco Weisshmer ( RS )

Dilma em entrevista com blogueiros, quando ainda era presidenta, antes do afastamento

Presidenta Dilma afastada no golpe de 2016 concede entrevista inédita à imprensa internacional

Do Palácio da Alvorada, em Brasília, a presidenta afastada Dilma Rousseff (PT) falou ao respeitado jornalista Glenn Greenwald do The Intercept sobre suas declarações de que é vítima de um golpe, as acusações contra ela, a guinada à direita planejada pelo governo interino de Michel Temer (PMDB), e como ela acha que os brasileiros devem protestar e lutar contra esta subversão da democracia.

Ela chama a atuação do ministro Gilmar Mendes (STF) de “visivelmente militante” ao não querer investigar o senador derrotado nas eleições presidenciais de 2014, Aécio neves (PSDB).

Captura de Tela 2016-05-19 às 18.34.49