UFPR: Prêmio Nobel da Paz diz que é golpe

No 2º Ato pela Democracia na UFPR, ocorrido hoje (29), organizado pelas advogadas e pelos advogados de Curitiba, o Prêmio Nobel da Paz Adolfo Perez Esquivel disse que o Brasil passa por um golpe igual aos ocorridos em Honduras e Paraguai, para o retorno de governos neoliberais.

O auditório estava completamente lotado, mostrando que em Curitiba há juristas, professores, advogados, estudantes e cidadãos que não aceitam o golpe em andamento.

Anúncios

4 comentários sobre “UFPR: Prêmio Nobel da Paz diz que é golpe

  1. Se esse povo tivesse que trabalhar para pagar faculdade sem FIES que Dilma tirou não estaria aí assistindo essa palestra do cara que veio se meter numa situação que nem sabe direito o que é. Fora vermelhos. Faculdade paga para todos já !

    Curtir

  2. A esquerda brasileira que não abandona a vocação de perdedora traz um nobel para falar a uma pequena platéia de convertidos. Só. A rejeição popular ao PT e a Dilma é visível em qualquer lugar a não ser em pequenas rodas de convertidos que ficam repetindo os mantras contra a globo, a veja, o tal golpe e bla bla bla. Enquanto isso Temer, eleito por eles mesmos, vai formando o ministério e aguardando junho chegar, aliás, meados de maio graças a deus já nos livramos de Dilma e do PT e todo o atraso que representaram para esse país.
    ALiás, a ausencia de comentários, a falta de publico, a fuga de vários partidários, tudo mostra que acabou. São poucos aliás, ainda os petistas que tem coragem de se identificar e ficar defendendo as idéias do PT na rua. Só os que estão na verdade defendendo cargos, vantagens, pagamento para quem vai sair candidato, pagamentos para blogueiros, enfim, claro que quando o negócio é defender minha boquita eu fico nervudo, mas não vai colar.

    Curtir

  3. O político brasileiro é um reflexo da sociedade brasileira ou a sociedade brasileira é um reflexo dos seus políticos? Seriam irmãos siameses? Não sei, mas, fica claro que passamos por dias no Brasil onde um certo mal impera em cada canto e fere profundamente nossas vidas e nossa alma. É impossível pedir a qualquer político a sensibilidade e espiritualidade para tomarem medidas que invertam este curso, pelo simples fato que há muito estão doentes e com certeza loucos, e assim estão agindo. Acho que teve uma época onde todos tinham problemas, em várias ordens e tipos. Neste tempo os mais ricos buscavam pelo poder econômico, alimentar suas vaidades e mergulhavam na rotina da busca incessante pelo aumento de capital. Também, os mais pobres, tinham no trabalho honrado e no apego a família, a busca da felicidade no amor e nos pequenos prazeres. Agora, não tem como falar diferente, “a casa caiu”, o desprezo dos políticos pelo planejamento e pela eficiência trouxe o caos social. As palavras: educação, saúde e segurança são apenas efeitos pirotécnicos em seus discursos. Se fosse só dinheiro, a vontade que me rege, se pudesse, seria abarrotá-los, entretanto não é. O que passa pelo Congresso Nacional, imagina nas outras Câmaras, é uma pandemia de idiotice, mesquinharia, ignorância, mediocridade, egoísmo, cegueira, loucura e falta de compaixão/amor/empatia/respeito e falta a visão da missão, dos valores e da importância da figura de um político no sentido Macro e no sentido mais devastador que é o sofrimento e a morte constante e diária dos Brasileiros. Sérgio Alberto Bastos da Paixão

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s