Fundamentalismo religioso em Curitiba anti casamento homoafetivo envergonha a cidade

Captura de Tela 2014-10-02 às 00.30.31

Vereadores fundamentalistas religiosos em Curitiba estão envergonhando a cidade nacional e internacionalmente.

A Prefeitura de Curitiba publicou a imagem acima para divulgar e apoiar um casamento coletivo que aceitará casais homossexuais, que ocorrerá em dezembro na Arena da Baixada do Clube Atlético Parananese, direcionado a casais com renda de até três salários mínimos por pessoa. O evento é organizado pela Prefeitura de Curitiba, Poder Judiciário, Sistema Fecomércio (Sesc e Senac), Cartórios de Registro Civil e o Clube Atlético Paranaense para casais de toda a Região Metropolitana.

Logo depois a bancada fundamentalista religiosa na Câmara Municipal de Curitiba, que se diz representar os evangélicos, criticou a divulgação da Prefeitura, por meio dos vereadores Carla Pimentel (PSC), Ailton Araújo (PSC), Noemia Rocha (PMDB), Valdemir Soares (PRB), Chico do Uberaba (PMN), Tiago Gevert (PSC) e Jorge Bernardi (PDT).

Carla é a mesma criatura que queria conceder um título de cidadão honorário de Curitiba ao desqualificado e oportunista Pastor Silas Malafaia.

Os vereadores Jonny Stica (PT), Professora Josete (PT) e Pedro Paulo (PT) se manifestaram contrários ao posicionamento dos vereadores conservadores-fundamentalistas e criticaram o cunho religioso da discussão. Josete é candidata a deputada estadual com o número 13613.

Com a pressão da bancada fundamentalista religiosa a Prefeitura de Curitiba retirou a publicação.

Após a indignação de vários curitibanos, a Prefeitura de Curitiba republicou a imagem com a mensagem “Desculpa. A Prefs é uma equipe, formada por gente. Às vezes a gente acerta, às vezes erra. Nós erramos, e pedimos desculpas”.

A presidenta da comissão de diversidade sexual da OAB-PR, Ana Carla Matos, entende que a ação da Prefeitura não é ilegal, pelo contrário, respeita o princípio constitucional da igualdade (ouça a entrevista com a advogada aqui).

Parabéns à gestão do prefeito Gustavo Fruet (PDT)!

Anúncios

7 comentários sobre “Fundamentalismo religioso em Curitiba anti casamento homoafetivo envergonha a cidade

  1. Pingback: Fundamentalismo religioso em Curitiba anti casamento homoafetivo envergonha a cidade | MANHAS & MANHÃS
  2. Engraçado, muito se fala em igualdade, em respeito, em tolerância, bla, bla, bla. Mas sempre que alguém levanta a mão é fala: sou contra o casamento afetivo, é taxado de fundamentalista, de oportunista, de desqulificado, de homofóbico e por aí vai.

    Esses defensores e militantes LGBTs, defendem a igualdade e o respeito, mas não respeitam opiniões contrárias às suas. Rotulam, criticam e ridicularizam qualquer um que ouse discordar.

    O exemplo recente pode ser visto aqui:
    http://odia.ig.com.br/noticia/brasil/2014-09-08/jovem-faz-selfie-ironica-com-silas-malafaia-dentro-de-aviao-e-vira-hit.html

    Imagine se fosse o contrário. Se fosse o Malafaia tirando fazendo uma selfie na frente dessa jovem com uma plaquinha dizendo “gays vão para o inferno”. Ele seria execrado por todos e no mínimo teria um MP exigindo explicações.

    Mas como foi a jovem que fez a selfie, muitos aplaudem. Bando de hipócritas. Querem respeito, mas não sabem respeitar.

    Curtir

    • A questão é a seguinte… é só cuidar da própria vida e não se importar com a dos outros que não tem esse problema. Se vc é hétero, cuide somente da sua, e se é homo também. Os homosexuais não criticam os héteros por serem héteros, mas os homofóbicos (que se dizem héteros) criticam os homo por serem homo.

      Curtir

      • Amigo, vc está coberto de razão cada um deve cuidar de sua vida. A questão porém, não é se meter na vida de ninguém, mas se manisfestar diante de uma ação da Prefeitura. Isso qualquer um de nós, cidadãos, tem o direito de fazer.

        Curtir

  3. Você é complicado….usa da intolerância para combater a intolerância também!! Não aceita que as “criaturas”, como desrespeitosamente referiu-se a vereadora, tenham opinião divergente da sua. Se eles são fundamentalistas, você também é, político. Você trata de forma preconceituosa quem você acusa de preconceituoso. Pode?

    Curtir

  4. Sobre a homossexualidade

    Não há nada de errado com a homossexualidade. A homossexualidade é perfeitamente respeitável. A forma como ela vem sendo retratada, por várias tradições religiosas, como pecaminosa e prejudicial, origina-se da ignorância. Não há nada de errado em se sentir atraído por pessoas do mesmo sexo. Na verdade, a preferência pelo mesmo sexo ou pelo sexo oposto não é tão fixa e rigidamente dividida, como muitas pessoas pensam. Uma pessoa pode ser heterossexual e ser atraída por pessoas do seu próprio sexo. Existe uma escala móvel entre heterossexualidade e homossexualidade, e não uma fronteira fixa. A sexualidade está na alma, e não no corpo. Não é o corpo que direciona a sexualidade da pessoa.
    O ser humano é bissexual por natureza. Há muitas teorias espiritualistas que afirmam isso, inclusive alguns estudiosos da psicologia também afirmam que o ser humano possui os dois sexos dentro de si, ou seja, que ele é andrógino. Porém, o grau de masculinidade e de feminilidade no ser humano varia. Um homem, por exemplo, pode ter dentro de si (em sua alma) uma porcentagem feminina bem maior do que a masculina. Nesse caso, a tendência de ele vir a se interessar por homens tem uma probabilidade bem maior. Mesmo um homem que tenha uma porcentagem feminina pequena dentro de si pode vir a ser homossexual. Basta que surjam oportunidades, experiências, educação, etc. É por isso que se veem homens másculos, mas homossexuais, ou seja, porque dentro de todo ser humano existem as duas sexualidades, e cada uma delas pode se sobressair por algum motivo.
    Até mesmo no reino animal existe homossexualidade. Pesquisadores afirmam que o comportamento homossexual é bastante comum na natureza, e não é restrito a mamíferos; aves e insetos também o apresentam. E quem nunca viu um cão transando com outro cão? Alguém chamaria dois animais do mesmo sexo transando de imorais? Será que eles têm consciência da moral e dos bons costumes? Não. Faz parte da natureza. E quem criou essa natureza foi Deus. Ou alguém acha que os animais são conscientes dos seus atos?
    Deus não criou apenas seres heterossexuais, criou também homossexuais, bissexuais, assexuados, hermafroditas, etc. Tudo é natural, e nada está errado.
    As pessoas precisam ser respeitadas pelo que são, e não pelo que fazem da sua vida sexual. Há homossexuais que são pessoas maravilhosas, verdadeiros seres humanos, pessoas valiosas, que ajudam muitas pessoas com seu trabalho e solidariedade. Há heterossexuais que são assassinos, ladrões, estupradores, traficantes… e que se autodenominam “homens”, “heteros”. O que é mais importante? Está aí uma prova de que preferência sexual não tem nada a ver com moral.
    É uma bobagem e perda de tempo combater a homossexualidade, porque é uma realidade da natureza que sempre existiu e que sempre existirá. Quem não tem um homossexual na família? Quem não tem, logo terá. E essa pessoa merece o desprezo, a rejeição, a crítica, a condenação?
    Os grandes mestres da humanidade, sabiamente, não se pronunciaram sobre a homossexualidade. Eles sabiam que Deus não está preocupado se a pessoa é homo, hetero ou bi. Assim como Ele não está preocupado se a pessoa é feia ou bonita, rica ou pobre, casada ou solteira, tem curso superior ou não, etc. O que interessa para Deus é o aprimoramento moral. É tornar-se bondoso, tolerante, paciente, calmo, alegre, solidário, honesto, justo, etc.
    Do ponto de vista espiritual, o que importa nos relacionamentos sexuais é como um se conecta com o outro de alma para alma. Sempre que existe uma conexão profunda, marcada por uma parceria verdadeira e respeito mútuo, o fato de o relacionamento ser entre homem-mulher, homem-homem ou mulher-mulher realmente não importa.

    Autores diversos

    Todos têm direito a ser felizes, independentemente de suas crenças ou opiniões.
    As pessoas confundem ‘incomum’ com ‘anormal’. Tudo é normal, embora nem tudo seja comum.
    Ser contra a união homossexual é andar na contramão da evolução humana e social. Essa história é velha na sociedade humana.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s