Ministério Público vai investigar se irmão de Beto Richa é propineiro

pec37-05

Após o “suposto” escândalo de corrupção no governo Beto Richa (PSDB) publicado na revista Istoé desta semana, em matéria jornalística que informa que uma empresária denunciou que o irmão do governador e atual secretário de Beto Richa, Pepe Richa, recebeu propina de R$ 500 mil, o Ministério Público do Estado do Paraná divulgou nota oficial informando que vai investigar o caso.

Leia a nota oficial do MP-PR sobre a abertura da investigação:

“A respeito dos fatos veiculados pela imprensa envolvendo suposto pagamento de propina no caso AGX Log/Renault, o Ministério Público do Paraná abriu nesta segunda-feira (27/01) investigação sobre o assunto. A apuração está a cargo da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de Curitiba.”

Pepe Richa disse que não é corrupto e nem propineiro, e que vai processar a revista Istoé para tentar calar a revista.

8 comentários sobre “Ministério Público vai investigar se irmão de Beto Richa é propineiro

  1. Denúncia de pagamento de propina a integrantes do governo do Paraná é encomenda de bataclã

    Tiro no pé – Faltam oito meses para as eleições, mas o jogo sujo já começou. Essa antecedência confirma o desespero de muitos candidatos do PT, que em outubro próximo tentarão abocanhar alguns governos estaduais. A primeira protagonista da estratégia chicaneira foi a emergente mineira Ana Cristina Aquino Caillaux, proprietária da MG Guincho e Transportes Ltda. ME, que em entrevista à revista IstoÉ afirmou ter pago a um alto funcionário de logística da Renault para obter um contrato de transporte de carros novos, e para validar o acordo com a montadora, entregue – através de uma mulher – uma quantia em dinheiro ao secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Pepe Richa – irmão do governador Beto Richa. Para encerrar o enredo tortuoso daria ainda uma participação em sua empresa a Amauri Escudero Martins, representante do escritório do governo paranaense em Brasília.
    A Renault informou que a AGX Log (empresa montada pelo filho da emergente) não presta serviços para a montadora e que nunca houve contato com representantes da empresa.
    Ambos (Pepe e Escudero), em nota, reagiram às denúncias, mas Pepe Richa disse desconfiar que “interesses políticos e eleitoreiros” estejam por trás da publicação da matéria supostamente jornalística. Em outras palavras, a reportagem tem o DNA de missa encomendada. A questão é muito simples: Ana Cristina Aquino é processada por lavagem dinheiro e falsidade ideológica, além de ter afirmado que recorreu a agiotas para abrir em Curitiba uma filial da empresa do filho, a AGX Log, tendo um contrato que a mesma revista disse que é inverídico e inválido.
    De chofre é impossível dar crédito a alguém com esse comportamento e que, segundo a própria revista, em edições anteriores a emergente, teria duas inscrições distintas no CPF e um exagerado comportamento de gastos e promoção pessoal. Mas a situação é ainda pior porque nenhuma prova foi entregue à revista IstoÉ, algo que causou estranheza até no líder do PT, deputado estadual Tadeu Veneri, que não se conteve e disparou: “Ana Aquino disse que sacou R$ 500 mil para dar ao Pepe Richa. Se isso é verdade, ela deve ter um extrato bancário que comprove.”

    ~~~~

    http://ucho.info/denuncia-de-pagamento-de-propina-a-ex-ministro-e-a-integrantes-do-governo-do-pr-e-encomenda-de-batacla

    Curtir

      • Se a cada denúncia sem provas for feito todo esse barulho, não sei onde vamos parar. Pelo que foi noticiado, os próprios acusados já teriam constituído advogado para acionar a denunciante, o que cria a possibilidade dela provar o que, segundo a Isto É, teria declarado. Se dependermos do MP, não sou otimista quanto ao resultado e ao prazo demandado, vide o caso da evolução patrimonial do Ducci, para o qual o MP prometeu, a época, manifestar-se em 30 dias e o assunto morreu. Infelizmente o Brasil têm muito malandro e pouco otário, dificultando chegarmos a bons resultados.

        Curtir

      • Meu querido e sancho pança Gelso,vamos levar ao Supremo e usar o DOMINIO DO FATO,já que é o unico jeito de condenar sem ter provas.
        Talvez ai o Joaquim Barbosa resolva tambem ser governador do Paraná.
        Pimenta só no dos outros né compdre.

        Curtir

  2. Por isso alguns deputados do PT Estadual votaram no probo Fabio Camargo para deixar de lado um homem competente como você Tarso.
    Agora você faz falta.
    Não entendo o PT do Paraná.

    Curtir

  3. Pingback: 34 deputados estaduais não querem investigar suspeita de propina para irmão de Beto Richa | Blog do Tarso
  4. Basta entrar no site das instituições de maior respeitabilidade e perceber que há muitas fotos bonitas de sorrisos e apertos de mão. Vocês já viram promotor apertando a mão de prefeito e sorrindo? Nunca vi e espero não ver… Cautela é a melhor resposta para a dúvida. Pois a consequência de um aperto de mão pode refletir no enfraquecimento dos alicerces dos mais variados tetos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s