Beto Richa escolhe o “Sogra Fantasma” como secretário e manifestação contra está marcada

Captura de Tela 2013-06-26 às 23.30.05

A Gazeta do Povo fez uma denúncia grave hoje. O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), escolheu o senhor Ezequias “Sogra Fantasma” Moreira como novo Secretário Especial do Cerimonial e Relações Internacionais do Paraná. Ezequias é o pivô do escândalo da sogra fantasma. Ele admitiu publicamente que desviou recursos dos cofres da Assembleia Legislativa do Paraná. A sogra de Ezequias, Verônica Durau, possuía cargo em comissão na AL por 11 anos e ela mesmo admitiu que jamais trabalhou lá. Seus salários eram depositados na conta de Ezequias, que depois do escândalo devolveu R$ 530 mil aos cofres públicos. Foi condenado por ato de improbidade administrativa e ainda responde na Justiça pelo crime de desvio de dinheiro público.

Com a nomeação como secretário pelo governador, agora seu processo será remetido ao Tribunal de Justiça por causa da prerrogativa de foro e pode demorar mais ainda para a conclusão. Richa já defendeu Ezequias citando a Bíblia: “perdoar o pecador e não o pecado”. Ezequias já foi assessor de Richa quando ele era deputado estadual e prefeito de Curitiba, e já fazia parte do governo Richa como diretor da Sanepar, com salário de R$ 30 mil mensais.

Com esse absurdo o Blog do Tarso e seus amigos estão organizando, junto com movimentos sociais, partidos políticos, sindicatos e toda da sociedade civil organizada contrários ao patrimonialismo, nepotismo, corrupção, privatização, clientelismo e precarização da Administração Pública estadual, uma manifestação a ser realizada dia 05 de julho de 2013 (sexta-feira), às 18h, na Rua Professor Pedro Viriato Parigot de Souza, 1541, Ecoville, Curitiba (rápida Champagnat-Ecoville, na frente da panificadora Spazio Di Pani).

Pela destituição do secretário e contra as privatizações que ocorrem no Estado, que podem gerar mais corrupção.

Participe, divulgue: há um evento criado no Facebook, clique aqui.

Anúncios

Vamos pressionar para que a AL/PR escolha um um Conselheiro do TC/PR com notórios conhecimentos?

Publicado no Diário Oficial da Assembleia Legislativa do Paraná de 25.06.2013

Publicado no Diário Oficial da Assembleia Legislativa do Paraná de 25.06.2013

Você quer ser Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Paraná, um cargo vitalício cuja a remuneração hoje é de R$ 24.117,62, para fiscalizar a julgar as contas da Administração Pública estadual e dos municípios do Paraná?

Você é brasileiro, tem mais de 35 anos e menos de 65 anos de idade, tem idoneidade moral e reputação ilibada, tem notórios conhecimentos jurídicos, econômicos, financeiros, contábeis ou de Administração Pública, e tem mais de 10 anos de exercício de função ou de efetiva atividade profissional que exija os conhecimentos mencionados no inciso anterior? (exigências da Constituição do Estado do Paraná, art. 77, § 1º)

Você tem até o dia 1º de julho de 2013 para apresentar um requerimento junto ao Protocolo Geral da Assembleia Legislativa do Paraná, dirigido ao presidente Valdir Rossoni, com cópia do:

1. RG,

2. currículo assinado,

3. comprovante de escolaridade,

4. comprovante de residência,

5. certidão negativa de execução fiscal do Estado do Paraná,

6. certidão negativa de antecedentes criminais expedida pela Polícia Civil,

7. certidão negativa de antecedentes criminais expedida pela Polícia Federal,

8. certidão negativa de existência de ações penais expedida pela Justiça Estadual,

9. certidão negativa de existência de ações penais expedida pela Justiça Federal,

10. certidão negativa de existencia de ações civil públicas de improbidade administrativa expedida pela Justiça Estadual,

11. certidão negativa de existencia de ações civil públicas de improbidade administrativa expedida pela Justiça Federal,

12. certidão de quitação com as obrigações eleitorais e de gozo dos direitos políticos.

Com a vaga aberta com a aposentadoria do Conselheiro Hermas Brandão, quem por enquanto são candidatos são o deputado estadual, advogado e empresário Fabio Camargo (PTB) e o deputado estadual, agropecuarista e empresário Plauto Miró Guimarães (DEMO). Será que eles atendem aos requisitos?

O outro candidato foi escolhido em processo interno pelo Sindicontas – Sindicato que representa os servidores do Tribunal de Contas do Paraná, que decidiu lançar o nome de Cesar Augusto Vialle.

Os membros da Comissão Especial da eleição são os deputados Caíto Quintana (titular) e Gilberto Martin (suplente) do PMDB; Francisco Bührer (titular) e Mara Lima (suplente) do PSDB; Elio Rusch (titular) e Pedro Lupion (suplente) do DEM; Tadeu Veneri (titular) e Elton Welter (suplente) do PT; e Wilson Quinteiro (titular) e Hermas Brandão Júnior (suplente) do PSB. Eles vão entrevistar e homologar os candidatos inscritos em até três dias após o encerramento das inscrições. Os homologados serão sabatinados em sessão da AL, e, após, será convocada a eleição prevista para os dias 14 a 17 de julho.

Para ser eleito, é preciso obter pelo menos 28 votos (metade mais um) dos deputados estaduais, e a votação é secreta.

Ja fui candidato em 2011, quando venceu Ivan Bonilha, cuja a eleição está em litígio na Justiça.

Alguém se habilita?

Veja a lista dos deputados federais que votaram a favor da PEC 37

congresso_nacional1

Veja a lista dos nove deputados que votaram a favor da PEC 37:

1 – Eliene Lima – PSD (MT)
2 – Valdemar Costa Neto – PR (SP)
3 – João Campos – PSDB (GO)
4 – Albelardo Lupion – DEM (PR)
5 – Sérgio Guerra – PSDB (PE)
6 – Lourival Mendes – PTdoB (MA)
7 – Mendonça Prado – DEM (SE)
8 – Bernardo Santana de Vasconcellos – PR (MG)
9 – João Lyra – PSD (AL)

Abstenções:

1 – Arnaldo Faria de Sá – PTB (SP)
2 – Paulo Cesar Quartiero – DEM (RR)