ObsCenas: Cabral versus índios… até quando?

indio-0001577100_10151507007938826_1211872739_n1653_10151381796535617_1017209972_n

Tribunal de Contas do Paraná desmente governo Beto Richa

Beto Richa e o presidente do TCE/PR, Artagão de Mattos Leão, que desmentiu seu governo.

Ontem o Tribunal de Contas do Estado do Paraná encaminhou nota para toda a imprensa do estado negando que tenha concedido aval ao projeto de privatização “Tudo Aqui Paraná”, que o governador Beto Richa pretende implementar por meio de Parceria Público-Privada (PPP).

O líder do governo Beto Richa na Assembleia Legislativa do Paraná, deputado estadual Ademar Traiano (PSDB), informou na quarta-feira (21) que o Tribunal de Contas e o Ministério Público do Paraná haviam dado o aval para o programa de terceirização.

Traiano colocou a culpa no no secretário de planejamento, Cassio Taniguchi (DEMO), que teria dito que o TC havia autorizado a privatização.

A Secretaria de Estado do Planejamento e Coordenação Geral informou que antes de lançar a licitação do Programa Tudo Aqui Paraná, realizou em 2012 apresentações aos grupos técnicos detalhando todo o projeto.

A empresa que vencer a licitação se dará muito bem. O contrato é de quase R$ 3 bilhões, por um período de 25 anos prorrogáveis por mais 25 anos. Será mais lucrativo do que as concessionárias de pedágio e o ICI – Instituto Curitiba de Informática.

O líder da oposição do governo, o deputado estadual Tadeu Veneri (PT), é quem vem questionando a terceirização que não foi debatida com a sociedade.

O pior de tudo é que será o cidadão paranaense que vai pagar essa farra e dinheiro fácil para alguma empresa privada.

O modelo é o mesmo dos governos neoliberais de Minas Gerais e São Paulo. Aliás, tudo o que o governador Beto Richa faz é copiar o que o PSDB faz em outros estados: privatizacão e precarização da Administração Pública.

Mas fica a pergunta: quem está mentindo? O governo Beto Richa, o deputado estadual Ademar Traiano, o secretário de planejamento Cassio Taniguchi ou o Tribunal de Contas do Paraná?

Por favor 2014, chega logo!

Veja mais em:

Tadeu Veneri denuncia: Beto Richa está privatizando o atendimento ao cidadão via PPP

“O governo Beto Richa perdeu o juízo!”

Novo enquete do Blog do Tarso: em quem você votará para presidente do Brasil em 2014?

O Blog do Tarso acabou de inaugurar nova enquete para a eleição presidencial de 2014. Em quem você vai votar? Participe. Divulgue! É ali na coluna da direita, um pouco para baixo.

Leitores do Blog do Tarso querem Angelo Vanhoni Senador em 2014

Veja o resultado final da enquete do Blog do Tarso sobre a disputa para o Senado em 2014:

Angelo Vanhoni (PT) 26%
Alvaro Dias (PSDB) 17%
Osmar Dias (PDT) 16%
André Vargas (PT) 9%
Orlando Pessuti (PMDB) 7%
Candidato do PSOL 7%
Professor Galdino (PSDB) 6%
Osmar Serraglio (PMDB) 3%
Candidato do PSTU 3%
Valdir Rossoni (PSDB) 3%
Candidato do PV 3%
Ricardo Barros (PP) 2%

Se você for divulgar essa enquete, informe a seguinte frase prevista na Resolução nº 23.364 do Tribunal Superior Eleitoral, caso contrário você pode levar uma multa de R$ 53.205,00 a 106.410,00 da Justiça Eleitoral:

“Essa enquete não se trata de pesquisa eleitoral (prevista no art. 33 da Lei 9.504/97), e sim mero levantamento de opiniões, sem controle de amostra, o qual não utiliza método científico para a sua realização, dependendo, apenas, da participação espontânea do interessado.”

Datafolha: Eduardo Campos não é bem votado nem no Nordeste. Joaquim Barbosa não vai bem

images-55

Foi divulgada pesquisa do Datafolha que mostra a presidenta Dilma Rousseff (PT) sendo reeleita ainda no primeiro turno com 58%,

Em outro cenário o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, aparece com apenas 7%, Eduardo Campos em quinto lugar com 4%, Dilma, com Joaquim, fica com 56%, Marina 14% e Aécio, 10%.

Eduardo Campos, que pode ser o candidato da direita conservadora, não vai bem nem em sua região, o Nordeste. Tem apenas 11% das intenções de voto. No Sudeste e Sul o governador de Pernambuco não chega a 3%. Dilma dá uma lavada no Nordeste, tem 64%.

Nos cenários com Lula, o ex-presidente também venceria fácil, com até 60% das intenções.

Na pesquisa espontânea Dilma tem 35%, José Serra (PSDB) tem 3% e Aécio 2%.

Do que jeito que a coisa anda Dilma não terá adversários. A direita pira.

Ibope: Dilma pode ser reeleita com 76% dos votos

lula-e_dilma

O Datafolha aponta reeleição de Dilma com 56%.

O Instituto de Pesquisa Ibope/Estadão mostra que a presidenta Dilma Rousseff (PT) tem 76% de potencial de voto, quase o dobro da ex-senadora Marina Silva (Rede), com 40%, três vezes maior do que o de Aécio Neves (PSDB) e sete vezes maior do que o de Eduardo Campos (PSB).

Dos 76% de Dilma, 52% votariam com certeza e 24% poderiam votar. 20% não votariam em Dilma de jeito nenhum (a única com saldo positivo, de 56%). 4% não responderam e ninguém desconhece a presidenta.

Dos 40% de Marina, apenas 10% votariam nela com certeza e 30% poderiam votar (saldo zero). 40% não votariam de jeito nenhum. É desconhecida por 19%.

Aécio tem 25% que votariam ou poderiam votar nele, mas tem 36% de rejeição (saldo negativo de 11 pontos). 39% não o conhecem.

Eduardo Campos: apenas 10% poderiam votar, enquanto 35% não votariam de jeito nenhum (saldo negativo de 25 pontos). 54% nao o conhecem.

José Serra (PSDB) tem 35% que admitem votar nele, mas 50% não votariam de jeito nenhum (saldo negativo de 15 pontos). 14% não o conhecem.

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, tem potencial de 17% (4% com certeza e 13% poderiam).

Fernando Gabeira (PV): 7% de potencial (1% com certeza, 6% poderiam votar).

O Ibope entrevistou 2.002 eleitores em 142 municípios de todas as regiões do Brasil entre os dias 14 e 18 de março, com margem de erro de dois pontos porcentuais, para mais ou para menos.

Datafolha: Dilma reeleita ainda no primeiro turno com 58%

130811005

Segundo o Datafolha, se a eleição presidencial que ocorrerá em 2014 fosse hoje, a presidenta Dilma Rousseff (PT) seria reeleita com 58% dos votos (subiu 4 pontos), a ex-senadora e ministra petista, Marina Silva (Rede), caiu 2 pontos e teria 16%, o tucano Aécio Neves (PSDB) caiu 2 pontos e teria 10% e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), mesmo com toda a propaganda da velha mídia nas últimas semanas, subiu apenas 2 pontos e tem ínfimo 6%. Nulos e brancos: 6% e 3% não sabem.

Pesquisa foi realizada entre os dias 20 e 21 de março, com 2.653 pessoas, e a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

O PSOL, que na eleição de 2010 teve Plínio de Arruda Sampaio como candidato, que fez sucesso nos debates, provavelmente terá como candidato em 2014 o senador Randolfe Rodrigues (AP), ou o deputado Chico Alencar (RJ). Mas não foram incluídos na pesquisa.

O PSDB pode ainda ter como candidato o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, ou desistir da cabeça de chapa e colocar José Serra como vice de Eduardo Campos, com o intuito de unir toda a direita brasileira, junto com o PPS, PSD, DEMO, PP e PTB.

A Rede Globo, a revista Veja, os jornais Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo, junto com toda a direita conservadora e reacionária, vão fazer de tudo para minar a reeleição de Dilma.

Quem não concorda com o Estado atuando pela redução das desigualdades, pela Justiça Social, intervindo na ordem econômica e social de forma direta e indireta; quem defende o retorno das privatizações radicais da década de 90 dos governos de Fernando Collor de Mello (PRN) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB); quem quer que assuntos religiosos interfiram nas questões políticas, de interesse público e de Estado; quem almeja o mercado como soberano com relação aos direitos humanos e meio ambiente, já têm candidato: qualquer um que possa vencer Dilma.

dilma-povo