Governo Beto Richa descumpre a Lei de Acesso à Informação e não é transparente

25 jul

O Governo Beto Richa (PSDB) vem descumprindo a Lei de Acesso à Informação e não é nada transparente.

A Lei exige que qualquer informação que não possa ser disponibilizada no mesmo momento do pedido, deve ser repassada em até 20 dias.

No ano passado, como ex-diretor da Celepar – Companhia de Tecnologia de Informação e Comunicação do Paraná, requeri uma informação sobre mim junto à empresa. Nenhuma resposta até hoje.

No dia 13 de maio de 2014 fiz nova solicitação. Até hoje nada.

Culpa ou dolo do governador do estado, Beto Richa? Culpa ou dolo do presidenta da Celepar, Jacson Carvalho Leite?

O autor do Blog do Tarso continua esperando.

Será que vou ter que entrar com uma nova ação judicial contra o sr. Carlos Alberto Richa, vulgo Beto Richa?

About these ads

Nova pesquisa aponta derrota de Beto Richa em Curitiba, o mais rejeitado

24 jul

betoricha

O Instituto Visão/Jornal Impacto acabou de divulgar pesquisa com más notícias para o governador do Paraná Beto Richa (PSDB). A pesquisa mostra uma força grande da oposição contra Beto em Curitiba, que tem a mais alta rejeição.

Beto aparece com apenas 31,8%, empatado com o senador Roberto Requião (PMDB) que tem 30,6%, a senadora Gleisi Hoffmann (PT) tem 17,5%, Bernardo Pilotto (PSOL) 1,7%, e Túlio Bandeira (PTC), Ogier Buchi (PRP), Geonísio Marinho (PRTB) e Rodrigo Tamazini (PSTU) com menos de 1%, 16,3% dos entrevistados em nenhum/branco/nulo.

Rejeição: 31,5% para Beto Richa, 18,8% para Gleisi e 15,7% para Requião.

A tendência é que os votos de Requião e Gleisi se unam em possível segundo turno, se Beto for para o 2º turno.

Senado: Álvaro Dias (PSDB) 50,5%, Marcelo Almeida (PMDB) 6,8%, Ricardo Gomyde (PCdoB) 5,9%, Professor Piva (PSOL) 3,8%, Adilson Senador da Família (PRTB) 2,2% e abaixo de 1% para Luis Barbara (PTC), Castagna (PSTU) e Mauri Viana (PRP), e 29,2% nenhum/branco/nulo.

A margem de erro da pesquisa é de 3% para mais ou para menos, registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná com o número PR-00004/2014, realizada entre esta segunda e quinta-feira, e ouviu 1067 eleitores em Curitiba.

Por que o desânimo na campanha de Beto Richa?

24 jul
unnamed76

Vejam o desânimo no rosto dos membros da campanha de Beto Richa

O desânimo é total na campanha da reeleição do governador do Paraná, Carlos Alberto Richa (PSDB), vulgo Beto Richa. Beto, que é considerado o pior governador do Paraná de todos os tempos, contava com vitória certa em outubro depois de afundar o Paraná, mas gastar milhões de dinheiro público em publicidade enganosa.

Além disso, Richa esperava disputar a eleição apenas com a senadora e ex-Ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT), mas o senador e ex-governador Roberto Requião (PMDB) ganhou a batalha interna em seu partido e também está no páreo. Mesmo com o apoio de alguns caciques do PMDB para que o partido apoiasse Richa, indicando o vice da chapa, Requião ganhou a disputa para garantir a realização do segundo turno nas eleições.

Em Curitiba e nas grandes cidades do Paraná o governador está totalmente queimado, e se esse clima de insatisfação se alastrar pelos pequenos municípios, Beto pode não ir nem para o 2º turno, como ocorreu com o prefeito Luciano Ducci (PSB) em Curitiba, seu aliado.

Para piorar, Beto Richa recebe o apoio do presidenciável Aécio Neves, que vive uma crise grave em sua campanha por causa do escândalo do aeroporto do seu tio e não consegue chegar próximo da presidenta Dilma Rousseff (PT) nas pesquisas.

Você consegue achar alguém que declare com orgulho apoio ao governador Beto Richa, que não seja um político ou empreiteiro com segundas intenções ou um comissonado do governo?

Outra pergunta: por que não estão sendo divulgadas pesquisas no Paraná? Porque a elite financeira que apoia Beto e que tem dinheiro para comprar as pesquisas não tem pesquisas favoráveis ao governador para divulgar. E quando existirem pesquisas contra os interesses de Beto, ele vai tentar censurá-las na Justiça Eleitoral como fez nas últimas eleições. Ou vai divulgar fraudes como fez ontem.

Explicado o desânimo na campanha de Beto retratado na foto acima?

Ibope/Globo/Estadão mostra vitória de Dilma no primeiro e no segundo turno

23 jul

dilma-JN

O Ibope/TV Globo/O Estado de S. Paulo divulgou ontem (22), com profunda tristeza por meio do Jornal Nacional, pesquisa que mostra vitória da presidenta Dilma Rousseff (PT) nas eleições de outubro. Dilma tem 38% e todos os demais candidatos tem apenas 37% e, com isso, vence no 1º turno. Mesmo se existir segundo turno Dilma se reelege fácil. A rejeição à presidenta não compromete sua eleição. A grande maioria dos brasileiros acredita que Dilma será a vencedora.

Veja a pesquisa estimulada:

- Dilma Rousseff (PT): 38%
- Aécio Neves (PSDB): 22%
- Eduardo Campos (PSB): 8%
- Pastor Everaldo (PSC): 3%
- Luciana Genro (PSOL): 1%
- Zé Maria (PSTU): 1%
- Eduardo Jorge (PV): 1%
- Eymael (PSDC): 0%
- Levy Fidelix (PRTB): 0%
- Mauro Iasi (PCB): 0%
- Rui Costa Pimenta (PCO): 0%
- Branco/nulo: 16%
- Não sabe/não respondeu: 9%

Pesquisa espontânea:

- Dilma Rousseff: 26%
- Aécio Neves: 12%
- Eduardo Campos: 4%
- Outros: 2%
- Brancos/nulos: 17%
- Não sabe/não respondeu: 39%

Segundo turno:

- Dilma Rousseff: 41%
- Aécio Neves: 33%
- Branco/nulo: 18%
- Não sabe/não respondeu: 8%

- Dilma Rousseff: 41%
- Eduardo Campos: 29%
- Branco/nulo: 20%
- Não sabe/não respondeu: 10%

Rejeição:

- Dilma Rousseff: 36%
- Aécio Neves: 16%
- Pastor Everaldo: 11%
- Zé Maria: 9%
- Eduardo Campos: 8%
- Eymael: 8%
- Levy Fidelix: 8%
- Luciana Genro: 6%
- Mauro Iasi: 6%
- Rui Costa Pimenta: 6%
- Eduardo Jorge: 5%
- Poderia votar em todos: 13%
- Não sabe/não respondeu: 17%

Expectativa de vitória:

54% dos entrevistados acham que o futuro presidente da República será Dilma Rousseff;

16%: Aécio Neves

5%: Eduardo Campos

Dilma fica em primeiro lugar no 1º turno em todas as regiões do Brasil, sendo que no Nordeste Dilma tem 55% das intenções de voto. Privilegiados com nível superior preferem Aécio, que tem 33% contra 27% de Dilma. Entre os que ganham mais de cinco salários mínimos, Aécio tem 37% e Dilma 27%. Entre os que recebem até 1 salário mínimo, Dilma tem 56% e Aécio 11%.

Pesquisa entre os dias 18 e 21, com 2.002 eleitores em 143 municípios, com margem de erro de dois pontos para mais ou para menos, com nível de confiança de 95%, pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-00235/2014.

Beto Richa é uma fraude

22 jul

Captura de Tela 2014-07-22 às 22.52.08

O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), está divulgando uma pesquisa suspeita realizada APENAS EM CASCAVEL, do desconhecido Instituto Datavox, com altíssima margem de erro de 4,38% para mais ou para menos, para divulgá-la como se fosse uma pesquisa em todo o Paraná.

Vejam na foto acima, ele agradece a todos os paranaenses, e não apenas aos cascavelenses.

E qualquer pesquisa com margem de erro maior do que 3% não é séria.

Para os senhores terem uma ideia, em Cascavel Beto pode ter apenas 38,12%, Roberto Requião (PMDB) pode ter 29,58% e Gleisi Hoffmann (PT) pode ter 20,88%, o que dá uma ampla margem para a oposição, de 50,46%.

Essa mentira pode gerar uma multa de R$ 106 contra Beto Richa, basta que alguém denuncie junto ao TRE-PR.

Esse governador realmente é uma fraude.

Fábio Konder Comparato e outros intelectuais apoiam Luciana Genro (PSOL) para a presidência

22 jul

Fábio Konder Comparato. Foto de Tarso Cabral Violin

Intelectuais como Fábio Konder Comparato, Vladimir Safatle, Salo de Carvalho, Plínio de Arruda Sampaio Jr., Ricardo Antunes, Márcia Tiburi e outros, organizaram Manifesto de apoio à candidatura de Luciana Genro à Presidência da República. A assinatura de Plínio de Arruda Sampaio (in memorian) abre o documento, que foi lançado publicamente ontem (21), com 170 signatários.

O documento destaca que “diante das eleições que se avizinham onde o poder econômico mais uma vez se expressará, (…) urge a construção de um contraponto que apresente de forma cristalina e independente um programa de mudanças estruturais promotoras de uma verdadeira inversão de prioridades em que a justiça social e a construção de um modelo de desenvolvimento ecologicamente justo estejam no centro”.

O texto foi disponibilizado em destaque no site da presidenciável do PSOL e está aberto a adesões. A íntegra do documento está disponível em www.lucianagenro.com.br/manifesto. Continuar lendo

Em Brasília, Seminário apontará frentes de combate ao avanço da terceirização no Brasil

22 jul

cartaz

O Instituto Declatra participará nos dias 14 e 15 de agosto do Seminário “A Terceirização no Brasil: Impactos, Resistência e Lutas”. O evento é organizado por uma série de instituições vinculadas à defesa da classe trabalhadora no Brasil e tem como objetivo apontar novas frentes de combate ao avanço da terceirização no País.

O seminário reunirá juristas, autoridades públicas, sindicalistas e toda a comunidade do mundo do trabalho para debater o tema. Nomes como Paulo Schmidt, Presidente da Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho, Luiz Antônio Camargo de Melo, Procurador Geral do Trabalho, Luiz Gonzaga Beluzzo, economista e Luiz Salvador, vice-presidente executivo da Associação Latina Americana de Advogados Laboralistas (ALAL) já confirmaram presença. O Seminário terá ainda a participação de ministros do TST entre outras autoridades.

Na programação os temas vão desde os limites jurídicos da terceirização e normas internacionais de proteção, passando por pesquisas relacionadas ao tema, até as consequências que este modelo de contratação traz para a classe trabalhadora.

“Sem dúvida um dos mais completos eventos sobre a terceirização já realizado, com intelectuais e construtores teóricos das mais diversas áreas focados em um único tema. Para combater a terceirização é preciso mobilizar os setores acadêmicos e a própria classe trabalhadora e é isso que está sendo feito, não apenas em defesa dos trabalhadores, mas em defesa do Brasil como nação”, avalia o presidente do Instituto Declatra, Wilson Ramos Filho, o Xixo.

Confira a programação na íntegra:

Continuar lendo

XV Congresso Paranaense de Direito Administrativo entre os dias 27 e 29 de agosto de 2014 em Curitiba

22 jul

topo-site

Lançada a Lista da Boa Política do Blog do Tarso

21 jul

LISTABOAPOLITICA

Além da já tradicional Lista Proibida do Blog do Tarso, agora é a vez da Lista Boa Política do Blog do Tarso (clique aqui), com nomes de candidatos que o blog recomenda para as eleições de outubro. A prioridade é a eleição presidencial e do Paraná, mas também há indicação em outros estados.

São candidatos que o autor do Blog do Tarso “coloca a mão no fogo”.

Se alguém foi esquecido, favor avisar. Note-se que a maioria são candidatos de esquerda e centro-esquerda, e que não ficam pulando de partido toda hora.

Beto Richa é condenado por usar Twitter do governo para autopromoção

21 jul

dsc_1120

O candidato à reeleição, governador Beto Richa (PSDB) e sua vice, Cida Borghetti (Pros) foram condenados ao pagamento de multa, no valor de 15 mil UFIRs (pouco mais de R$ 15 mil), por terem utilizado o Twitter oficial do governo do Paraná para autopromoção.

Além da condenação, a Justiça Eleitoral determinou a imediata suspensão da prática, sob pena de aplicação de multa diária de R$ 100 mil.

A decisão do Juiz Lourival Pedro Chemim atende a pedido da coligação Paraná Olhando Pra Frente, que tem Gleisi Hoffmann (PT) como candidata à governadora.

De acordo com a Justiça Eleitoral, as postagens no Twitter oficial do governo do Estado contrariam a Lei 9.504/97. “Elas transcenderam a legalidade. Ou seja, elas se configuram como veiculação de publicidades (propagandas) institucionais irregulares, algumas, ainda, de forma velada”, explica o magistrado.

O juiz rejeitou a argumentação dos advogados de Richa que alegavam que a publicidade via Twitter não traria prejuízos ao erário, por ser gratuita. “Não é gratuita por ser realizada em ambiente virtual, pois a publicidade representa gasto para quem a realiza. Ou seja, do web designer ao servidor público encarregado para responder os comentários dos internautas, equipamentos, etc. tudo representa custos ao erário público Estadual”, afirma.

“O uso da máquina pública em benefício do candidato à reeleição está se tornando recorrente. Na semana passada, o governador já havia sido enquadrado”, lembra o coordenador jurídico da coligação Paraná Olhando Pra Frente, Luiz Fernando Pereira.

Reincidente

Há menos de uma semana, no último dia 17, a Justiça Eleitoral já havia enquadrado Richa por uso da máquina pública em benefício pessoal. Naquela ocasião, a Justiça determinou que, no prazo máximo de 24 horas, fossem retiradas das páginas na internet da Copel e da Sanepar as matérias que exibissem fotos do candidato à reeleição, governador Beto Richa (PSDB).

Comissionados

Em outro caso de uso da máquina pública do governo do Paraná, a Justiça Eleitoral condenou dois ocupantes de cargos comissionados no governo Beto Richa por criarem páginas falsas no Facebook para atacar Gleisi Hoffmann.

Dados obtidos pela Justiça através da quebra de sigilo do Facebook identificaram o nome de Cleverson Lima como criador da página “Gleisi não”, além do assessor do governo Beto Richa, o jornalista José Gilberto Maciel, conhecido como Zé Beto Maciel, que pagou para que a página tivesse mais visibilidade na rede social.
O caso julgado, os responsáveis foram multados e tiveram todos os recursos negados.

ÍNTEGRA DA DECISÃO QUE CONDENOU BETO E CIDA NO ENDEREÇO:

http://www.justicaeleitoral.jus.br/arquivos/tre-pr-decisao-juizes-auxiliares-2014-1421-84-2014-6-16-0000

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 10.804 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: