Por que Gleisi? Por Jorge Samek

17 set

29-10-13IIforummundial

Por Jorge M. Samek

Chegamos à reta final da campanha eleitoral. Restam menos de três semanas antes do 1º turno para que os eleitores consolidem as suas escolhas. É hora de transformar a intenção de voto, aferida pelas pesquisas, em decisão de voto, a ser registrada na urna eletrônica. Até que os eleitores e as eleitoras se pronunciem, o que temos são apenas preferências e simpatias por este ou por aquele candidato.

Minha candidata ao Governo do Paraná é a senadora Gleisi Hoffmann. Nos meus mais de 30 anos de vida pública, em raríssimas ocasiões conheci uma pessoa mais bem preparada e mais qualificada para o cargo público a que se candidatou. Conheço e convivo com a Gleisi desde 1985. Ainda uma jovem advogada recém-formada, ela trabalhou comigo na Câmara Municipal de Curitiba, no final dos anos 80 e início dos anos 90. Voltamos a trabalhar juntos na ITAIPU Binacional, de 2003 a 2006.

Sua capacidade de trabalho sempre me impressionou. Com disciplina e método, ela se especializou em orçamento e gestão pública. Sua trajetória profissional singular a permitiu acumular uma invejável experiência nos três níveis de governo. Após o legislativo municipal, foi para a Câmara Federal, como assessora parlamentar. Em seguida, integrou administrações estadual e municipal, como secretária da Fazenda em Mato Grosso do Sul e Londrina. Finalmente, ocupou cargos de destaque na administração federal, onde lapidou sua reputação de gestora competente, séria e realizadora.

Em 2002, Gleisi foi convidada pelo presidente Lula para fazer parte da sua equipe de transição. Demonstrou tanta competência que recebeu o convite para assumir a Diretoria Financeira Executiva da Itaipu Binacional, tornando-se a primeira mulher a ocupar cargo de diretora da empresa. Fez uma gestão exemplar e empreendedora, que ajudou a transformar a forma de atuação da empresa. Durante a sua gestão, comandou um processo inédito de planejamento estratégico, que resultou na revisão e ampliação da missão institucional de Itaipu, incorporando a responsabilidade social e a sustentabilidade como valores centrais.

A marca que Gleisi deixou em Itaipu é de uma mulher de ação, que reúne três atributos raros: competência técnica, sensibilidade social e habilidade política. Sob sua liderança, Itaipu criou uma coordenadoria de responsabilidade social e lançou programas e projetos que ampliaram significativamente a sua presença nas comunidades do seu entorno.  Por sua iniciativa, Itaipu adotou uma política de equidade de gênero que é hoje referência para o setor elétrico.

Quando Gleisi deixou Itaipu para concorrer ao Senado, já sabíamos que ela estava destinada a voos mais altos. Na eleição de 2006, surpreendendo o mundo político paranaense, ela beliscou a vaga. Mas em 2010, com uma votação consagradora, os paranaenses elegeram-na para representá-los no Senado. A primeira mulher que o Estado enviou para o Senado Federal.  E Gleisi deu conta do recado, conquistando rapidamente o reconhecimento dos seus pares.

Quando começou a brilhar no Senado, veio uma convocação da Presidenta Dilma, que a nomeou Chefe da Casa Civil, com a difícil missão de coordenar toda ação de governo e supervisionar o Programa de Aceleração do Crescimento – PAC 2. Durante três anos, Gleisi garantiu, literalmente, o bom funcionamento da máquina do Governo Federal. O seu desempenho no cargo foi, mais uma vez, exemplar.

Enquanto esteve na Casa Civil, sem fazer alarde, Gleisi ajudou a trazer importantes investimentos federais para o Paraná, viabilizando obras de infraestrutura há muito tempo reivindicadas pelo Estado. Ela demonstrou que, com competência e criatividade para encontrar as melhores soluções, é possível fazer mais e com mais qualidade. Nunca o Paraná recebeu tantos investimentos federais quanto nesse período.

Com esta bagagem, Gleisi está preparadíssima para o desafio de ser governadora do Paraná, tornando-se a primeira mulher eleita pelo voto popular para o cargo. Ela já está acostumada a ser desbravadora. Em todos os cargos públicos que já ocupou, destacou-se pela sua competência e probidade. Não será diferente no Governo do Estado. Quem tem uma candidata com as qualidades e virtudes da Gleisi não precisa perder tempo falando mal dos adversários.

É por isso que decidi aproveitar minhas férias, há muito tempo adiadas, para percorrer o Estado e ajudar a construir a grande virada que vai levar Gleisi ao 2º turno e pavimentar o caminho para a vitória. O Paraná não pode perder essa oportunidade por falta de ousadia. A hora da decisão chegou. Gleisi é uma escolha certa e segura de quem acredita que “mudar é olhar para frente”. O Paraná merece a melhor!

*Jorge M. Samek, é agrônomo e diretor-geral  licenciado da Itaipu

Sobre estes anúncios

Beto Richa, Álvaro Dias e Aécio Neves possuem militantes falsos no twitter

17 set

Por Rennan Martins

Diretamente de Brasília, exclusivo para o Blog do Tarso

Navegando pelo twitter é possível encontrar perfis, falsos e verdadeiros, promovendo as mais diversas causas, defendendo e atacando ideias. No cenário da corrida eleitoral, alguns candidatos contam com a potência de suas propostas e discurso, outros, desprovidos de habilidade, acabam recorrendo a militantes falsos.

Esse é o caso dos candidatos do PSDB, Beto Richa, Álvaro Dias e Aécio Neves. Em uma rápida análise, encontra-se diversos perfis que se mostram falsos, os ditos robôs. Comecemos pelo perfil @lucivalin, com primeira participação datada do dia 1 de setembro.

Untitled1

Reparem que não há imagem de fundo nem descrição de perfil, algo pouco comum em usuários reais que acessam o Twitter com regularidade. Dos perfis que @lucivalin segue, os últimos três são ligados ao tucanato. Analisando o conteúdo dos tweets, só se acha propagandas positivas de Beto Richa, Aécio Neves e Álvaro Dias e ataques a oposicionistas, principalmente os ligados ao PT.

Passemos para outro usuário que constantemente interage com @lucivalin, @catrinalopess, que iniciou as atividades no dia 18 de agosto. Examinemos o print:

Untitled2

Como podem constatar, também não há capa nem descrição, e todo conteúdo divulgado por Catrina Lopes, coincidentemente, promove a imagem dos tucanos. No momento da análise, as últimas 10 participações deste perfil se limitaram a retuitar conteúdo de contas pró Beto Richa, como a @Beto45Digital.

Passemos agora a conta registrada como @Marcelino1559. Segue o print:

Untitled3

Mais uma vez, não há capa nem descrição, e outra vez o perfil iniciou atividades nas proximidades das eleições, mais precisamente no dia 20 de agosto. Os conteúdos divulgados por Cleber Marcelino são todos favoráveis a Beto Richa, Aécio Neves e Álvaro Dias, sendo as últimas dez participações se referindo a Beto ou a Aécio.

É realmente muito intrigante a atividade destes perfis, todos eles parecem obcecados por política, todos tem predileção pelos candidatos do PSDB, todos se registraram na rede há poucos dias do 5 de outubro.

Finalizando, fiquem com prints de alguns dos seguidores de @lucivalin, também muito parecidos com os perfis aqui estudados.

Untitled6 Untitled5 Untitled4

PS: Reparem que a mesma foto é usada nos perfis de @catrinalopess e @1RobertaSonho.

Requião diz que há roubalheira na Copel no governo Beto Richa

17 set

Captura de Tela 2014-09-17 às 14.04.09

O senador Roberto Requião (PMDB), candidato ao governo do Paraná, foi muito bem na entrevista para a RPCV-Globo e disse que há roubalheira na Copel no governo Beto Richa (PSDB) e incompetência na gestão dos presídios, entre outras áreas como Sanepar, concessão das estradas (pedágio), etc.

Veja a entrevista de dez minutos, clique aqui.

 

Amanhã: 1ª Semana de Software Livre de Curitiba na UTFPR, grátis

17 set

banner-426x121

Ainda dá tempo de se inscrevar gratuitamente para 1a Semana de Software Livre de Curitiba que começa amanhã no Campus central da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). O evento reúne o VI Fórum de Tecnologia em Software Livre (FTSL) nos dias 18 e 19 de setembro (quinta e sexta) e o Software Freedom Day (SFD) no dia 20 de setembro (sábado).

As atividades acontecerão durante todo o dia e estão programadas palestras, painéis e oficinas/minicursos. Para dar oportunidade para aquelas pessoas que trabalham no horário comercial, nossa programação vai até às 21:00h. Então você que curte software livre não tem desculpas para perder :-)

Entre os diversos palestrantes que estarão participando voluntariamente para transmitir o seu conhecimento, destacamos:
– André Noel, do site Vida de Programador;
– João Eriberto Mota Filho, especialista na área de redes e segurança;
– Marcos Mazoni, presidente do Serpro;
– Júlio Nezes, principal referência brasileira em shell;
– Deivi Kuhn, do Comitê de Implementação de Software Livre do Governo Brasileiro;
– Aracele Torres, da comunidade KDE;
– Sady Jacques, um dos fundadores da Associação de Software Livre.Org.

Consulte a programação completa em:
http://papers.ftsl.org.br/6/pub

Venha participar deste que será o maior evento de Software Livre de Curitiba e Região dos últimos anos.

Inscrição gratuita no site:
http://www.ftsl.org.br

Organização:
UTFPR
Comunidade Curitiba Livre

Patrocínio:
SERPRO
Secretaria de Educação de Curitiba
Mandriva
Wise Systems
Editora Novatec
Teltec Solutions
Laboratório de Cultura Digital
Associação de Software Livre.Org

 

Aborto

17 set

charge-angeli

Sou contrário ao aborto. Eu, homem, jovem a mais tempo, não recomendaria o aborto para a minha companheira.

Mas a questão não é essa!

É correto criminalizar o aborto? É correto colocar na cadeia uma menina que em momento de desespero pratica o aborto? É correto deixarmos que meninas e mulheres morram em cínicas clandestinas ao tentarem o aborto?

Você sabe quando inicia a vida da pessoa humana?

Achei que nem a ciência e o Direito tivessem definido isso.

Penetração do ovócito pelo espermatozoide? Sigamia (fusão dos cromossomos, um dia depois)? Nidação do útero? 14 dias depois da fecundação? Surgimento das primeiras células neurais? 40 dias depois da fecundação? Apenas quando o feto sente sofrimento ou dor? Nascimento?

O ordenamento jurídico brasileiro permite o aborto apenas quando há risco de vida da mãe causado pela gravidez, quando esse é resultante de um estupro e se o feto não tiver cérebro. Ou seja, a lei atual não é suficiente!

Vídeo bomba contra Beto Richa

17 set

Privatização do Banestado, caos na segurança pública, caos nos presídios, secretário Ezequias “Sogra Fantasma” Moreira…

captura-de-tela-2012-04-02-c3a0s-01-33-50

“Aécio Neves (PSDB) é fanático por corrupção e privatização”

17 set

Em resposta ao candidato Aécio Neves (PSDB) no debate de ontem da CNBB, Luciana Genro (PSOL) simplesmente desmoralizou o tucano, talvez na passagem mais marcante das eleições até aqui.

Luciana disse que sempre houve corrupção nos governos do PSDB, que foi o PSDB o precursor do “mensalão”, que no governo FHC houve aparelhamento do Estado, que é pública e notória a corrupção na compra de votos da reeleição de FHC no Congresso Nacional, que houve corrupção nas empresas estatais que foram privatizadas (Privataria Tucana), Aécio falando em corrupção seria o “sujo falando no mal-lavado”, que as empreiteiras que fazem corrupção no Estado são as que dão dinheiro para a campanha do PSDB.

Aécio na réplica chamou Luciana de “linha auxiliar do PT”, o que é uma injustiça, pois Luciana também critica igualmente o PT de Dilma Rousseff e o PSB de Marina Silva.

Na tréplica Luciana falou “uma ova” para a fala de linha auxiliar do PT. E disse que o último escândalo foi o do aeroporto que Aécio, como governador, pagou com dinheiro público para beneficiar fazendas de sua família e entregou as chaves para o seu tio: “Aécio é tão fanático das privatizações que consegue privatizar um aeroporto e entregar para a sua própria família e é tão fanático por corrupção que consegue utilizar dinheiro público para beneficiar exclusivamente sua família!”

Captura de Tela 2014-09-17 às 12.46.17

Dilma e Luciana Genro venceram o debate da CNBB, Marina e Aécio perderam

16 set

Captura de Tela 2014-09-16 às 23.55.12

Acabou agora o debate com os candidatos à Presidência da República realizado em Aparecida (SP), promovido pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), e exibido na TV Aparecida.

As mulheres Dilma Rousseff (PT) e Luciana Genro (PSOL) deram um show.

Luciana mostrou o quanto os governos tucanos são corruptos e privatizadores, chamando Aécio de senhor da corrupção e senhor da privatização.

Dilma mostrou o quanto já fez de bom para o Brasil e o que ela pretende melhorar, falando com propriedade sobre a energia e questões sociais.

Até Levy Fidelix (PRTB) foi bem ao atacar a independência do Banco Central e os banqueiros.

Eduardo Jorge (PV) também foi bem ao ser contrário que meninas grávidas pobres sejam mortas em clínicas clandestinas tentando o aborto.

Perderam o debate Marina Silva (PSB), Aécio Neves (PSDB), Pastor Everaldo (PSC) e Eymael (PSDC).

Marina estava desanimada devido a sua queda nas pesquisas.

Esperemos o debate da Globo!

Dilma ultrapassa Aécio e está na frente até nas Minas Gerais

16 set

Captura de Tela 2014-09-16 às 21.34.49

Pesquisa Ibope realizada em Minas Gerais mostra que Dilma Rousseff (PT) subiu de 31% para 33%, Aécio Neves (PSDB) despencou de 34% para 29%, e Marina Silva (PSB) tem 22%.

É vergonhoso para Aécio ele perder até em Minas, terra de seu avó Tancredo e onde ele foi governador e é senador (por mais que more e prefira o Rio de Janeiro).

O Ibope ouviu 2.002 eleitores em MG, realizada entre 13 e 15 de setembro, e está registrada no TRE-MG sob o número 00092/2014 e no TSE sob o número 00651/2014.

Ibope tenta salvar Aécio Neves e o PSDB, mas Dilma ainda está 6% na frente de Marina

16 set

16.09_pesquisaibope_versao_grande

O Ibope não é confiável.

Pesquisa do Ibope paga pela Rede Globo divulgada hoje (16) aponta Dilma Rousseff (PT) com 36%, Marina Silva (PSB) 30%, Aécio Neves (PSDB) 19%, Pastor Everaldo (PSC) 1% e os demais somam 1%, Zé Maria (PSTU), Luciana Genro (PSOL), Eduardo Jorge (PV), Rui Costa Pimenta (PCO), Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB) e Mauro Iasi (PCB) com 0% cada um, branco/nulo 7% e não sabe/não respondeu 6%.

No levantamento anterior do instituto, encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgado no dia 12, Dilma tinha 39%, Marina, 31%, e Aécio, 15%.

Com isso o Ibope tenta mostrar que Aécio ainda tem chances de ir para o segundo turno e que o PSDB pode não ser exterminado com uma derrota vexatória.

No segundo turno Marina teria 43% e Dilma 40%; Dilma 44% e Aécio 37%.

Com isso o Ibope tenta mostrar que Aécio teria alguma chance contra Dilma no 2º turno.

O desespero é grande dos adversários de Dilma.

Na modalidade espontânea da pesquisa Dilma também está na frente com 31%, Marina 24% e Aécio 15%.

O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 204 municípios entre os dias 13 e 15 de setembro, com margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, com nível de confiança de 95%, registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-00657/2014.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 11.437 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: