Você já imaginou sua vida nas mãos dos bancos Santander, Itaú, HSBC e Bradesco?

bacos_hsbc_santander_itau

A proposta de Aécio Neves (PSDB) e daquele que seria seu Ministro da Fazenda, Armínio Fraga, o mesmo do governo FHC, é de privatizar ou enfraquecer o BNDES, a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil. Além disso eles querem a independência do Banco Central.

Ou seja, Aécio não quer mais que o BNDES, o BB e a Caixa façam fomento econômico e social como fazem hoje. Aécio não quer mais que esse bancos emprestem dinheiro a juros baixos para pequenos agricultores e pequenos empresários.

Com a independência do Banco Central e o mandato fixo dos seus dirigentes, Aécio quer que o governo democraticamente eleito não possa mais tomar decisões econômicas. Isso ficaria nas mãos do Banco Central, que seria independente do governo. O problema é que ao ser independente do governo, o BC não vai tomar decisões a favor dos cidadãos, mas sim a favor de quem tem mais poder financeiro, os bancos, e no modelo privatista do PSDB, nas mãos dos bancos privados.

Se você não gosta de governos, você pode tirá-los do poder de 4 em 4 anos. Qual poder você terá contra o oligopólio de três ou quatro bancos privados?

Você sabia que o BB e Caixa abaixaram os juros e forçaram que os bancos privados abaixassem os juros?

Você já imaginou um país nas mãos dos banqueiros privados?

Isso será realidade se Aécio Neves vencer as eleições neste segundo turno.

Anúncios

O Banco do Brasil, público e estatal, é o mais sólido do mundo. Beto Richa votou pela privatização do Banestado

Segundo o ranking global da agência de notação financeira estadunidense Weiss Ratings, o Banco do Brasil, uma sociedade de economia mista brasileira, pública e estatal, é a instituição financeira mais sólida do mundo.

Para ficar em primeiro o BB apresentou segurança financeira capaz de passar por crises econômicas internacionais.

Veja o ranking dos dez primeiros colocados:

1. Banco do Brasil (Brasil)
2. Hang Seng Bank (Hong Kong)
3. Turkiye Garanti (Turquia)
4. Qatar National Bank (Qatar)
5. Akbank (Turquia)
6. Banco Mandiri (Indonésia)
7. Al Rajhi Bank (Arábia Saudita)
8. Grupo Financiero Santander (México)
9. Samba Bank (Arábia Saudita)

Isso mostra o quento é importante a existência de bancos estatais.

O então governador Jaime Lerner (DEMO, ex-PFL) privatizou o Banestado e o presidente Fernando Henrique Cardoso quase vendeu o Banco do Brasil, com o discurso de que tudo o que é estatal é ineficiente.

O atual governador, então deputado estadual Beto Richa, foi acusado durante a campanha de 2010 de ter votado pela privatização do Banestado. Carlos Alberto Richa respondeu que o banco estava em uma situação “dificílima” e que votou pela venda porque o banco estava prejudicando o Paraná. A venda do Banestado deixou um rombo de R$ 16 bilhões para o Paraná.

Qual a posição sobre o tema dos atuais candidatos à prefeito de Curitiba?