Tucanos mandam e manifestantes apanham na Assembleia Legislativa do Paraná

beto-rossoni-oicuritiba

Coroneis tucanos anti-democráticos do Paraná Carlos Alberto Richa e Valdir Rossoni

Professores liderados pela APP-Sindicato manifestaram-se hoje contra a aprovação do inconstitucional e golpista projeto de lei de autoria do governador reeleito Beto Richa (PSDB), que pretende prorrogar o mandato de diretores de escolas estaduais do Paraná.

O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado estadual Valdir Rossoni (PSDB), que o Brasil vai ter que aguentar na Câmara dos Deputados porque ele se elegeu deputado federal, mandou que os seguranças privados retirassem os manifestantes da galeria, que apanharam dos brutamontes.

O tucano Rossoni disse que não houve excesso por parte da segurança da Casa, que teria agido apenas para manter a ordem e prosseguir os trabalhos.

A proposta foi aprovada em todos os turnos e redação final hoje mesmo, por meio da instauração da inconstitucional e anti-democrática Comissão Geral.

33 deputados golpistas votaram com o governo, 13 votaram contra.

Veja imagens do espancamento, clique aqui.

Os seguranças chutaram a cabeça de um manifestante quando ele estava caído no chão:

Pós-eleição

10671442_10202175216695395_2845470812319820803_n

Vocês devem ter reparado que o Blog do Tarso desacelerou um pouco depois da vitória da presidenta Dilma Rousseff (PT). Sensação de dever cumprido, cansaço, muitas coisas para fazer, estudar, trabalhar e cuidar um pouco da minha vida privada. Além disso estou querendo mais observar do que comentar os absurdos que estão acontecendo no período pós-eleitoral. Uma minoria desqualificada tentando o golpe contra a presidenta eleita, uma minoria acéfala querendo o retorno da ditadura militar, uma minoria ignorante querendo o Impeachment de Dilma, uma minoria fascista criticando o Nordeste, o Norte e as classes sociais menos favorecidas do Brasil.

Não consigo tirar férias do Blog do Tarso, que não é um trabalho mas sim um hobby que eu adoro. Enquanto isso mudei meu tema do doutorado em políticas públicas na UFPR. Trataria de uma forma crítica do neoliberalismo-gerencial na Administração Pública desde os tempos de Fernando Collor e Fernando Henrique. Como já tratei desse tema no meu mestrado em Direito na UFPR, ao fazer uma análise crítica das Parcerias com o Terceiro Setor, decidi escrever minha Tese sobre um tema super atual, essencial para a Democracia e para a República, que tem tudo a ver com minha atuação no Blog do Tarso e no movimento dos blogueiros progressistas, do qual faço parte, um tema que envolve o Direito Constitucional da minha orientadora Eneida Desiree Salgado e o meu querido Direito Administrativo, e um tema que será um desafio maior: Democratização da Mídia como forma de garantia da Liberdade de Expressão no Brasil.

Além disso também decidi que além de advogado, professor universitário, palestrante, estudante de doutorado, pai, marido, filho, irmão, padrinho, autor de Blog, leitor, cinéfilo, fotógrafo de Instagram, torcedor de futebol, militante político, militante na OAB/PR, militante em movimentos populares, também pretendo ser, a partir de 1º de janeiro de 2017, vereador por Curitiba pelo Partido dos Trabalhadores. Para isso precisarei vencer as eleições em 2016, com a ideia também de formar um grupo no PT a partir de agora que pretenda oxigenar o partido, mantê-lo no campo da esquerda/centro-esquerda, mantê-lo em união com os movimentos sociais, assim como transformar o PT de Curitiba e o PT do Paraná em algo maior do que é hoje. Minha meta são 10 mil votos entre os eleitores curitibanos. Você me ajuda nessa empreitada?

A luta é árdua, mas quando foi fácil?

Tarso Cabral Violin – advogado, professor, autor do Blog do Tarso, mestre em Direito pela UFPR e doutorando em políticas públicas pela UFPR, com tese sendo escrita sobre democratização da mídia