Para José Simão o Beto Richa é o mesmo que censurou as pesquisas no Paraná e dizia que o Lula interviria na imprensa

O colunista José Simão, da Folha de S. Paulo e BandNews, após ficar sabendo que o Governador do Paraná Beto Richa disse que não há nepotismo porque sua esposa é rica (veja o vídeo), encaminhou e-mail para o Blog do Tarso e disse que Carlos Alberto Richa “censurava o Ibope no Paraná e dizia que o Lula ia intervir na imprensa! Hahahaha”. A fama de nosso Governador é nacional.

TCE/PR: Bancada de Deputados do PT vota contra homologação de Ivan Bonilha

Charge do Procurador-Geral do Estado do Paraná, Ivan Lelis Bonilha

Bancada do PT vota contra nome de Bonilha à vaga do TC

Do site da liderança do PT na AL/PR

A bancada do PT apresentou nesta segunda-feira,27,voto contrário  ao nome  do procurador-geral do Estado, Ivan Bonilha para disputar vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná. Para o PT, Bonilha não cumpriu o preceito da impessoalidade ao assinar decreto que anulou a eleição de Maurício Requião.

Ainda de acordo com os deputados petistas, Bonilha se candidatou para obter indicação da vaga aberta com o ato originário de seu parecer ao decreto assinado pelo governador Beto Richa e por ele próprio.

“O procurador não cumpriu o preceito da impessoalidade ao assinar o decreto anulando a  eleição anterior  e automaticamente se candidatando à vaga”, explica o deputado Tadeu Veneri,indicado pelo partido para sabatinar os candidatos que concorrem à vaga do Tribunal de Contas.

TCE/PR: agora apenas 17 candidatos a Conselheiro

COMISSÃO ESPECIAL CONCLUI RELATÓRIO SOBRE ELEIÇÃO DE CONSELHEIRO DO TRIBUNAL DE CONTAS

Do site da AL/PR

O deputado Hermas Brandão Júnior (PSB), relator da Comissão Especial criada na Assembleia Legislativa para conduzir o processo de eleição do novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, leu hoje (27) em Plenário o relatório aprovado por unanimidade na Comissão. Serão submetidos ao voto dos deputados, em data a ser definida pelo presidente da Mesa Executiva, deputado Valdir Rossoni (PSDB), 17 dos 44 candidatos inscritos para a disputa do cargo.Como já havia anunciado, Brandão Júnior recomendou que a votação se dê por escrutínio secreto, “atendendo, assim, ao procedimento simétrico que decorre do disposto no Art.52 da Constituição Federal e ao que dispõe o art. 216 do Regimento Interno desta Casa”. Para isso, ele levou em conta o voto do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, em liminar que afastou Maurício Requião do cargo de conselheiro. Após a leitura, a Comissão fez a entrega formal do relatório ao deputado Valdir Rossoni. Continuar lendo