Por que Bolsonaro é fascista?

Oi, eu sou Tarso Cabral Violin, advogado, Pós-Doutor em Direito pela USP, Doutor pela Universidade Federal do Paraná, professor universitário e autor do livro Bolsonarismo: o fascismo-neoliberal brasileiro do século XXI, que pode ser baixado de graça aqui. Por que Bolsonaro é fascista? O fascismo e Bolsonaro defendem a ditadura; são contra a justiça social, a diversidade e as políticas públicas para redução das desigualdades e proteção do meio ambiente e trabalhadores; defendem as milícias armadas, o esmagamento das minorias, a mistura de política e religião e as fake news; querem o Judiciário, o Legislativo, a imprensa, sindicatos e oposição fracos para poderem governar sem controle; têm ansiedade sexual, com receio de perderem poder para mulheres, pobres, LGBTs, pretos e indígenas; são sensíveis às cores da bandeira mas insensíveis às questões sociais e à desgraça dos mais fracos; são ultraneoliberais, protegem e querem liberdade para seus familiares e amigos da mesma cor, religião e classe social, mas atacam o diferente, a arte, a cultura, as universidades e a ciência; são racistas, machistas, misóginos, homofóbicos e xenófobos e tem horror à convivência com pobres nos aeroportos, shopping centers, hospitais e escolas. Hitler e Mussolini se consideravam e Bolsonaro se acha o salvador da pátria e instiga o ódio e o preconceito na sociedade. Em 30 de outubro a candidatura pela Democracia e contra o fascismo é a do ex-presidente Lula Inácio Lula da Silva!