Golpe, história e solidariedade

Dilma hoje entra para a história junto com Getulio Vargas e Jango, assim como os golpistas representantes das elites econômicas e midiáticas. Toda a minha solidariedade a uma mulher honesta, que não cometeu crime, que foi apeada do poder por ratos corruptos, que mudaram a presidência de forma indireta para que tudo continue como está. Continuarei em defesa da Democracia, da Justiça Social e da redução das desigualdades, contra o neoliberalismo fascista e entreguista. Eles passarão, eu passarinho! (foto de outubro de 2014, quando entregamos o manifesto nacional dos juristas em apoio a Dilma no segundo turno das eleições, na periferia de São Paulo, quando não tínhamos dúvida entre ela e o candidato do neoliberalismo)

Foto de outubro de 2014, quando entregamos o manifesto nacional dos juristas em apoio a Dilma no segundo turno das eleições, na periferia de São Paulo, momento em que não tínhamos dúvida entre ela e o candidato do neoliberalismo.

Dilma hoje entra para a história junto com Getulio Vargas e Jango, assim como os golpistas representantes das elites econômicas e midiáticas.

Toda a minha solidariedade a uma mulher honesta, que não cometeu crime, que foi apeada do poder por ratos corruptos, que mudaram a presidência de forma indireta para que tudo continue como está.

Continuarei em defesa da Democracia, da Justiça Social e da redução das desigualdades, contra o neoliberalismo fascista e entreguista.

Eles passarão, eu passarinho!

Anúncios