Você já sabe em quem NÃO votar para deputado no Paraná? Veja a lista

Após o sucesso da Lista Proibida do Blog do Tarso dos vereadores para a eleição de Curitiba de 2012 (veja aqui), desde o início da campanha essa Lista Proibida voltou, mas desta vez para apontar os deslizes dos candidatos aos cargos de deputados estaduais e federais do Paraná.

O Parlamento (Poder Legislativo) é essencial para a democracia representativa, mas infelizmente as eleições para os cargos de deputados estaduais e federais são muito pouco debatidas, apenas com propagandas chatas na TV e rádio e milhões gastos em campanhas milionárias nas ruas. Mas sem contraditório.

É justamente nessa questão que o Blog do Tarso pretende auxiliar os eleitores e candidatos. Contraditório, debate, também nas eleições proporcionais.

Muitos dos candidatos listados abaixo são amigos do autor do Blog do Tarso, e no caso de muito deles o Blog não tem nada contra pessoalmente. Mas esses políticos devem ser responsáveis por seus atos durante seus mandatos. Todas as informações abaixo foram divulgadas na velha mídia (TV, rádio, jornais e revistas) ou nova mídia (blogs, sites e redes sociais).

Ajude a Lista Proibida com novos nomes e justificativas, e na divulgação, por e-mail e compartilhando nas redes sociais e blogosfera. Favor citar a fonte com o link para o Blog do Tarso.

Candidatos que pretendam ver seus nomes retirados da lista, favor enviar solicitação com justificativa.

Há também no Blog do Tarso a Lista da Boa Política.

Veja a Lista Proibida do Blog do Tarso com os candidatos aos cargos de deputados estaduais e federais do Paraná:

CANDIDATOS A DEPUTADO ESTADUAL DO PARANÁ:

Adelino Ribeiro (PSL)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Foi o quinto deputado estadual que mais gastou dinheiro público em outdoors, desde o início de 2014 (R$ 13 mil). Em matéria na Gazeta do Povo, segundo o sociólogo da Universidade Norte do Paraná (Unopar) Marco Antônio Rossi, o uso de recurso público para promoção social pode configurar improbidade administrativa. Ele entende que em ano eleitoral é uso abusivo, claramente eleitoreiro, a intenção não seria prestar contas, mas sim ganhar visibilidade.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Vai votar em Marina Silva (PSB, ex-PT, ex-PV, futura Rede Sustentabilidade), que quer criar a independência do Banco Central, o que na prática é um golpe à Democracia e entrega para os bancos as decisões sobre a economia do Brasil.

De forma oportunista disse que seu livro é a Bíblia, apenas para garantir o votos dos cristãos, se esquecendo que o Estado Laico e sua religião não deveria interferir nas eleições (informação do Caixa Zero).

Blog do Tarso

Ademar Traiano (PSDB) 

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É o líder do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Foi condenado pela Justiça Eleitoral por propaganda ilícita antecipada contra a candidata ao governo Gleisi Hoffmann (PT).

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Recebeu R$ 2.900,00 da empresa privada Cotrans nas eleições de 2010 e pagou com verba de gabinete, para locação de carros, com dinheiro público, R$ 162 mil. É o que mais gasta mensalmente com aluguel de veículos: R$ 6,6 mil, desde agosto de 2011. Sabe o que faz com os carros? Usa para “transporte de doentes e atendimento ao público”. Isso é papel de deputado estadual?

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Votou pela venda da Copel em 2001 durante o governo Jaime Lerner.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Ademir Bier (PMDB) 

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Se elegeu no PMDB, graças ao governo de Roberto Requião (PMDB), para fazer oposição ao governo Beto Richa (PSDB), mas vota sempre a favor de Richa.

Gastou milhares de reais de recursos públicos desde o início da legislatura para se promover em jornais do interior.

Foi o sexto deputado que mais gastou gasolina com dinheiro público no primeiro semestre de 2013: R$ 29 mil.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Alceu Maron Filho (PSDB)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Gastou milhares de reais de recursos públicos desde o início da legislatura para se promover em jornais do interior.

Votou no deputado Plauto Miró (DEMO), sem notório conhecimentos e sendo investigado pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Parece que não é candidato, mas fica na lista.

Blog do Tarso

Alexandre Curi (PMDB)

Apoiou que o PMDB fizesse aliança para a reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Se elegeu no PMDB, graças ao governo de Roberto Requião (PMDB), para fazer oposição ao governo Beto Richa (PSDB), mas vota sempre a favor de Richa.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Está sendo investigado no escândalo dos diários secretos da Assembleia Legislativa.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

André Bueno (PDT)

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Recebeu R$ 20 mil da empresa privada Cotrans nas eleições de 2010 e pagou com verba de gabinete, para locação de carros, com dinheiro público, R$ 71 mil.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Foi o terceiro deputado estadual que mais gastou dinheiro público em outdoors, desde o início de 2014 (R$ 20 mil). Em matéria na Gazeta do Povo, segundo o sociólogo da Universidade Norte do Paraná (Unopar) Marco Antônio Rossi, o uso de recurso público para promoção social pode configurar improbidade administrativa. Ele entende que em ano eleitoral é uso abusivo, claramente eleitoreiro, a intenção não seria prestar contas, mas sim ganhar visibilidade.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Anibelli Neto (PMDB)

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais. Se justificou com o Blog do Tarso dizendo que tinha essa posição para confrontar o presidente da AL Valdir Rossoni.

Foi o segundo deputado que mais gastou gasolina com dinheiro público no primeiro semestre de 2013: R$ 30,8 mil.

Foi o deputado que mais gastou dinheiro público com alimentação: R$ 50,5 mil.

Está na lista de servidores da Assembleia Legislativa do Paraná em situação irregular: servidor de carreira desde 1991, entrou na Assembleia sem prestar concurso público para exercer uma função que exige o ensino médio completo e depois passou a atuar na consultoria jurídica da Casa, outra vez sem concurso público, função que exige o ensino superior.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Mas até então era um ótimo deputado estadual, na oposição ao governo neoliberal de Beto Richa (PSDB).

Foi o deputado que mais gastou com alimentação em 2013: R$ 85.032,00.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Foi o quarto deputado estadual que mais gastou dinheiro público em outdoors, desde o início de 2014 (R$ 13,3 mil). Em matéria na Gazeta do Povo, segundo o sociólogo da Universidade Norte do Paraná (Unopar) Marco Antônio Rossi, o uso de recurso público para promoção social pode configurar improbidade administrativa. Ele entende que em ano eleitoral é uso abusivo, claramente eleitoreiro, a intenção não seria prestar contas, mas sim ganhar visibilidade.

Blog do Tarso

Antônio Belinatti Filho (PP)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Blog do Tarso

Artagão Júnior (PMDB)

Apoiou que o PMDB fizesse aliança para a reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais.

Se elegeu no PMDB, graças ao governo de Roberto Requião (PMDB), para fazer oposição ao governo Beto Richa (PSDB), mas vota sempre a favor de Richa.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Foi o deputado que mais gastou gasolina com dinheiro público no primeiro semestre de 2013: R$ 30,9 mil.

Foi o quinto deputado que mais gastou dinheiro público com alimentação: R$ 22,9 mil.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Sexto deputado estadual que mais faltou entre 2011-2014 (82 faltas).

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Bernardo Ribas Carli (PSDB)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Declarou para o TRE-PR ter R$ 254 mil em dinheiro. Embaixo do colchão?

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Caíto Quintana (PMDB) 

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais.

Se elegeu no PMDB, graças ao governo de Roberto Requião (PMDB), para fazer oposição ao governo Beto Richa (PSDB), mas vota sempre a favor de Richa.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Declarou para o TRE-PR ter R$ 500 mil em dinheiro. Embaixo do colchão?

Foi o deputado estadual que mais faltou entre 2011-2014 (142 faltas).

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

De forma oportunista disse que seu livro é a Bíblia, apenas para garantir o votos dos cristãos, se esquecendo que o Estado Laico e sua religião não deveria interferir nas eleições (informação do Caixa Zero).

Blog do Tarso

Cleiton Kielse (PMDB) 

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais.

Se elegeu no PMDB, graças ao governo de Roberto Requião (PMDB), para fazer oposição ao governo Beto Richa (PSDB), mas vota quase sempre a favor de Richa.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Em 2013 foi o deputado que mais gastou com impressão na AL: R$ 25,5 mil.

Votou pela venda da Copel em 2001 durante o governo Jaime Lerner.

Foi o deputado estadual que mais gastou dinheiro público em outdoors, desde o início de 2014 (R$ 36 mil). Em matéria na Gazeta do Povo, segundo o sociólogo da Universidade Norte do Paraná (Unopar) Marco Antônio Rossi, o uso de recurso público para promoção social pode configurar improbidade administrativa. Ele entende que em ano eleitoral é uso abusivo, claramente eleitoreiro, a intenção não seria prestar contas, mas sim ganhar visibilidade.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Cristina Silvestri (PPS)

Mãe do prefeito de Guarapuava e ex-deputado estadual Cesar Silvestri Filho, esposa de Cezar Silvestre, Chefe da Casa Civil de Beto Richa.

Seu filho votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Vai votar em Marina Silva (PSB, ex-PT, ex-PV, futura Rede Sustentabilidade), que quer criar a independência do Banco Central, o que na prática é um golpe à Democracia e entrega para os bancos as decisões sobre a economia do Brasil.

Blog do Tarso

Dirceu Moreira (PSL)

É vereador de Curitiba.

Foi relator do Conselho de Ética da Câmara Municipal de Curitiba, apresentou relatório solicitando o arquivamento da representação contra o presidente da Câmara, João Cláudio Derosso (PSDB), referente ao contrato milionário que celebrou com a empresa de sua esposa.

Aumentou sua própria remunerações para R$ 13,5 mil e ainda criou o seu 13º salário.

Não pediu o afastamento definitivo de João Cláudio Derosso.

Foi contra a Comissão Processante contra Derosso em fevereiro de 2012.

Votou em João do Suco para presidente da Câmara de Vereadores, o candidato do Derosso.

Não fiscalizava a gestão do prefeito Luciano Ducci (PSB), o pior de todos os tempos em Curitiba.

Votou “sim” pela lei que permite a transferência da permissão de táxi para familiares e terceiros em caso de morte do taxista, o que é totalmente inconstitucional e imoral.

Como vereador tirou 4,8 (de zero a 10) em nível de transparência segundo a Gazeta do Povo.

Vai votar em Marina Silva (PSB, ex-PT, ex-PV, futura Rede Sustentabilidade), que quer criar a independência do Banco Central, o que na prática é um golpe à Democracia e entrega para os bancos as decisões sobre a economia do Brasil.

Blog do Tarso

Douglas Fabricio (PPS)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Votou no deputado Plauto Miró (DEMO), sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Vai votar em Marina Silva (PSB, ex-PT, ex-PV, futura Rede Sustentabilidade), que quer criar a independência do Banco Central, o que na prática é um golpe à Democracia e entrega para os bancos as decisões sobre a economia do Brasil.

Blog do Tarso

Doutor Batista (PMN)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Gastou milhares de reais de recursos públicos desde o início da legislatura para se promover em jornais do interior.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Foi o quinto deputado que mais gastou gasolina com dinheiro público no primeiro semestre de 2013: R$ 30 mil.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Duílio Genari (PP) 

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais. Chegou a entrar na justiça para manter a aposentadoria.

Gastou R$ 33,6 mil de recursos públicos desde o início da legislatura para se promover em jornais do interior.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Parece que não será candidato, mas fica na lista.

Blog do Tarso

Élio Rusch (DEM) 

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Gastou milhares de reais de recursos públicos desde o início da legislatura para se promover em jornais do interior.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Votou pela venda da Copel em 2001 durante o governo Jaime Lerner.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Declarou para o TRE-PR ter R$ 65 mil em dinheiro. Embaixo do colchão?

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Elton Welter (PT)

Votou no deputado Plauto Miró (DEMO), que não tem notório conhecimento e é investigado pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná.

Declarou para o TRE-PR ter R$ 80 mil em dinheiro. Embaixo do colchão?

Blog do Tarso

Evandro Júnior (PSDB) 

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Gastou milhares de reais de recursos públicos desde o início da legislatura para se promover em jornais do interior.

Foi o terceiro deputado que mais gastou gasolina com dinheiro público no primeiro semestre de 2013: R$ 30 mil.

Foi o deputado que mais recebeu dinheiro público com verbas de ressarcimento em 2012: 102,9 mil.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Gastou dinheiro público em outdoors, desde o início de 2014 (R$ 7,9 mil). Em matéria na Gazeta do Povo, segundo o sociólogo da Universidade Norte do Paraná (Unopar) Marco Antônio Rossi, o uso de recurso público para promoção social pode configurar improbidade administrativa. Ele entende que em ano eleitoral é uso abusivo, claramente eleitoreiro, a intenção não seria prestar contas, mas sim ganhar visibilidade.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Felipe Francischini (SDD)

É filho do deputado federal delegado Fernando Francischini (SDD), que votou contra a aplicação de 100% dos royalties do petróleo para educação; que é truculento demais para um parlamentar, já ameaçou bater no Deputado Rosinha (PT) e no autor do Blog do Tarso.

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Blog do Tarso

Felipe Lucas (PSB)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Vai votar em Marina Silva (PSB, ex-PT, ex-PV, futura Rede Sustentabilidade), que quer criar a independência do Banco Central, o que na prática é um golpe à Democracia e entrega para os bancos as decisões sobre a economia do Brasil.

Blog do Tarso

Fernando Scanavacca (PDT) 

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Francisco Bührer (PSDB)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Gastou dinheiro público em outdoors, desde o início de 2014 (R$ 5,85 mil). Em matéria na Gazeta do Povo, segundo o sociólogo da Universidade Norte do Paraná (Unopar) Marco Antônio Rossi, o uso de recurso público para promoção social pode configurar improbidade administrativa. Ele entende que em ano eleitoral é uso abusivo, claramente eleitoreiro, a intenção não seria prestar contas, mas sim ganhar visibilidade.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Gilberto Martin (PMDB)

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Votou no deputado Plauto Miró (DEMO), sem notório conhecimentos e sendo investigado pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Blog do Tarso

Gilberto Ribeiro (PSB) 

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Foi o deputado que em 2013 mais gastou com a contratação de serviços profissionais: R$ 15 mil para um escritório de advocacia.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Vai votar em Marina Silva (PSB, ex-PT, ex-PV, futura Rede Sustentabilidade), que quer criar a independência do Banco Central, o que na prática é um golpe à Democracia e entrega para os bancos as decisões sobre a economia do Brasil.

Blog do Tarso

Gilson de Souza (PSC) 

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais.

Votou no deputado Plauto Miró (DEMO), sem notório conhecimento e sendo investigado pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Vai votar no Pastor Everaldo (PSC), o candidato mais neoliberal para a presidência, que disse que vai privatizar tudo.

De forma oportunista disse que seu livro é a Bíblia, apenas para garantir o votos dos cristãos, se esquecendo que o Estado Laico e sua religião não deveria interferir nas eleições (informação do Caixa Zero).

Blog do Tarso

Gustavo Richa (PHS)

Primo do Beto Richa, o pior governador da história do Paraná.

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Vai votar em Marina Silva (PSB, ex-PT, ex-PV, futura Rede Sustentabilidade), que quer criar a independência do Banco Central, o que na prática é um golpe à Democracia e entrega para os bancos as decisões sobre a economia do Brasil.

Blog do Tarso

Hermas Brandão Júnior (PSB) 

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Foi o deputado estadual que mais faltou em 2013, sem justificativas (15 faltas injustificadas, e ainda faltou 39 vezes com justificativa)

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou pela privatização da Sanepar.

Foi o deputado estadual que mais faltou sem justificativas entre 2011-2014 (45). Segundo deputado estadual que mais faltou entre 2011-2014 (124 faltas).

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Vai votar em Marina Silva (PSB, ex-PT, ex-PV, futura Rede Sustentabilidade), que quer criar a independência do Banco Central, o que na prática é um golpe à Democracia e entrega para os bancos as decisões sobre a economia do Brasil.

Não é candidato, mas fica na lista.

Blog do Tarso

Jonas Guimarães (PMDB) 

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais.

Se elegeu no PMDB, graças ao governo de Roberto Requião (PMDB), para fazer oposição ao governo Beto Richa (PSDB), mas vota sempre a favor de Richa.

Gastou R$ 152,6 mil de recursos públicos desde o início da legislatura para se promover em jornais do interior.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Foi o deputado que mais gastou com divulgação em 2013: R$ 8,2 mil, sendo que desde o início da legislatura já gastou R$ 188 mil na Folha Regional de Cianorte.

Votou pela privatização da Sanepar.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

De forma oportunista disse que seu livro é a Bíblia, apenas para garantir o votos dos cristãos, se esquecendo que o Estado Laico e sua religião não deveria interferir nas eleições (informação do Caixa Zero).

Blog do Tarso

Leonaldo Paranhos (PSC)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Vai votar no Pastor Everaldo (PSC), o candidato mais neoliberal para a presidência, que disse que vai privatizar tudo.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

De forma oportunista disse que seu livro é a Bíblia, apenas para garantir o votos dos cristãos, se esquecendo que o Estado Laico e sua religião não deveria interferir nas eleições (informação do Caixa Zero).

Blog do Tarso

Luiz Accorsi (PSDB) 

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais.

Gastou milhares de reais de recursos públicos desde o início da legislatura para se promover em jornais do interior.

Foi o segundo deputado que mais gastou dinheiro público com alimentação: R$ 31,6 mil.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Foi o deputado que mais gastou em 2013 com com alimentação: R$ 1.252,00.

Votou pela privatização da Sanepar.

Votou pela venda da Copel em 2001 durante o governo Jaime Lerner.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Nono deputado estadual que mais faltou entre 2011-2014 (78 faltas).

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Luiz Carlos Martins (PDT)

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Blog do Tarso

Luiz Cláudio Romanelli (PMDB) 

Apoiou que o PMDB fizesse aliança para a reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais.

Se elegeu no PMDB, graças ao governo de Roberto Requião (PMDB), para fazer oposição ao governo Beto Richa (PSDB), mas vota sempre a favor de Richa.

E o pior: foi secretário do Trabalho de Beto Richa enquanto era deputado estadual licenciado, mas quando tinha votações polêmicas era exonerado, votava com o governo e e voltava a ser secretário no mesmo dia, o que é um desrespeito ao Estado de Direito, à separação dos Podres e ao princípio da Moralidade.

Votou pela privatização da Sanepar.

Blog do Tarso

Luiz Eduardo Cheida (PMDB)

Apoiou que o PMDB fizesse aliança para a reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Se elegeu no PMDB, graças ao governo de Roberto Requião (PMDB), para fazer oposição ao governo Beto Richa (PSDB), mas vota sempre a favor de Richa.

E o pior: foi secretário de Beto Richa enquanto era deputado estadual licenciado, mas quando tinha votações polêmicas era exonerado, votava com o governo e e voltava a ser secretário no mesmo dia, o que é um desrespeito ao Estado de Direito, à separação dos Podres e ao princípio da Moralidade.

Votou pela privatização da Sanepar.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Luiz Hauly (PSDB)

Filho do deputado federal Luiz Carlos Hauly, que foi secretário de Beto Richa, o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Declarou para o TRE-PR ter R$ 76 mil em dinheiro. Embaixo do colchão?

Blog do Tarso

Mara Lima Cantora (PSDB) 

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais.

Gastou milhares de reais de recursos públicos desde o início da legislatura para se promover em jornais do interior.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Seu comitê destruiu uma obra de arte.

Foi o sexto deputado estadual que mais gastou dinheiro público em outdoors, desde o início de 2014 (R$ 13 mil). Em matéria na Gazeta do Povo, segundo o sociólogo da Universidade Norte do Paraná (Unopar) Marco Antônio Rossi, o uso de recurso público para promoção social pode configurar improbidade administrativa. Ele entende que em ano eleitoral é uso abusivo, claramente eleitoreiro, a intenção não seria prestar contas, mas sim ganhar visibilidade.

De forma oportunista disse que seu livro é a Bíblia, apenas para garantir o votos dos cristãos, se esquecendo que o Estado Laico e sua religião não deveria interferir nas eleições (informação do Caixa Zero).

Blog do Tarso

Maria Victoria Borghetti Barros (PP)

Filha de Ricardo Barros (PP, ex-PFL), ex-deputado federal, e de Cida Borghetti (PROS, ex-PDS, ex-PFL, ex-PP), deputada federal e candidata à vice de Beto Richa.

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Seu pai recebeu R$ 190 mil Galvão Engenharia/Queiroz Galvão Alimentos, investigadas na Operação Lava Jato da Polícia Federal (PF), um esquema de lavagem de dinheiro que teria desviado R$ 10 bilhões, e pelo menos sete das empresas investigadas na Operação Lava Jato doaram R$ 122,3 milhões a partidos e candidatos. Com certeza esse dinheiro está sendo gasto na campanha da filha também, pois em várias placas pela cidade está a foto dos dois.

Marla Tureck (PSD)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Quarto deputado estadual que mais faltou entre 2011-2014 (106 faltas).

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Mauro Moraes (PSDB)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Nelson Garcia (PSDB) 

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais. Chegou a entrar na justiça para manter a aposentadoria.

Foi o deputado que mais recebeu dinheiro público com verbas de ressarcimento em 2012: 102,8 mil.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Votou pela venda da Copel em 2001 durante o governo Jaime Lerner.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Parece que não vai ser candidato, mas continua na lista.

Blog do Tarso

Nelson Justus (DEMO)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Gastou R$ 59,7 mil de recursos públicos desde o início da legislatura para se promover em jornais do interior.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Está sendo investigado por causa do escândalo dos diários secretos, que ocorreu quando ele era presidente da Assembleia Legislativa.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Nelson Luersen (PDT)

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

De forma oportunista disse que seu livro é a Bíblia, apenas para garantir o votos dos cristãos, se esquecendo que o Estado Laico e sua religião não deveria interferir nas eleições (informação do Caixa Zero).

Blog do Tarso

Nereu Moura (PMDB)

Apoiou que o PMDB fizesse aliança para a reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Se elegeu no PMDB, graças ao governo de Roberto Requião (PMDB), para fazer oposição ao governo Beto Richa (PSDB), mas vota sempre a favor de Richa.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo. Se negou em dizer em qual dos dois votou.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Escapou de ação de improbidade administrativa proposta pelo Ministério Público por causa da prescrição. A investigação do MP revelou que alguns funcionários fantasmas foram contratados no ano de 2000 e desde então receberam salários sem prestar expediente, sendo que foi primeiro-secretário por vários anos. Apesar do ato de improbidade já estar prescrito, pode ser responsabilizado pelo MP numa ação de devolução dos valores desviados dos cofres da Assembleia. Há documentos que comprovariam a contratação de fantasmas durante a gestão de Nereu Moura.

Blog do Tarso

Ney Leprevost (PSD)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Assinou o requerimento pedindo a criação da aposentadoria complementar dos deputados estaduais, mas depois desistiu. Mesmo assim merece citação.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Foi contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Quinto deputado estadual que mais faltou entre 2011-2014 (92 faltas).

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Omar Sabbag Filho (PSDB)

Foi diretor-superintendente do Lactec durante a gestão Beto Richa, o pior governo do Paraná de todos os tempos.

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Blog do Tarso

Pastor Edson Praczyck (PRB) 

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

De forma oportunista disse que seu livro é a Bíblia, apenas para garantir o votos dos cristãos, se esquecendo que o Estado Laico e sua religião não deveria interferir nas eleições (informação do Caixa Zero).

Blog do Tarso

Paulo Litro (PSDB) 

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É filho de Rose Litro, que é da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos; que quis a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais; que aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos; que gastou milhares de reais de recursos públicos desde o início da legislatura para se promover em jornais do interior; que votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo; que votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil; que votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais; que votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas; que votou pela privatização da Sanepar; votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

É filho de Luiz Fernandes Litro, que quando deputado estadual era da base de apoio de Jaime Lerner e votou pela venda da Copel em 2001.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Declarou para o TRE-PR ter R$ 57,5 mil em dinheiro. Embaixo do colchão?

Blog do Tarso

Pedro Lupion (DEMO)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Foi o quarto deputado que mais gastou dinheiro público com alimentação: R$ 23,2 mil.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Péricles de Mello (PT)

Foi o deputado que mais recebeu dinheiro público com verbas de ressarcimento em 2012: 102,9 mil.

Votou no deputado Plauto Miró (DEMO), sem notório conhecimento e sendo investigado pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo. Disse que se arrependeu, pois no primeiro turno poderia ter votado em outro candidato.

Blog do Tarso

Plauto Miró (DEMO)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Recebeu R$ 2.800,00 da empresa privada Cotrans nas eleições de 2010 e pagou com verba de gabinete, para locação de carros, com dinheiro público, R$ 74 mil.

Não tem notório conhecimentos e mesmo sendo investigado pelo Ministério Público foi candidato ao cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná, sendo responsável pela eleição do deputado Fábio Camargo (PTB).

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Votou pela venda da Copel em 2001 durante o governo Jaime Lerner.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Terceiro deputado estadual que mais faltou entre 2011-2014 (112 faltas).

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Sobre a absurda e inconstitucional proposta da Associação Comercial e Industrial de Ponta Grosso de proibir o voto de beneficiários de programas de transferência de renda, disse não ser “nem contra nem a favor” e aceita que a proposta seja discutida.

Seu livro preferido é “O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota”, Olavo de Carvalho. Será que adiantou ou piorou? (informação do Caixa Zero).

Blog do Tarso

Professor Lemos (PT)

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Foi o deputado que mais gastou com combustíveis (R$ 107.050,00) e passagens aéreas (R$ 45.499,00) em 2013.

Blog do Tarso

Professor Galdino (PSDB)

Atual vereador de Curitiba.

Como vereador demorou muito para pedir o afastamento definitivo de João Cláudio Derosso.

Como vereador se envolveu em vários escândalos com seus ex-funcionários.

Como vereador votou em João do Suco para presidente da Câmara de Vereadores, o candidato do Derosso.

Como vereador não fiscalizava a gestão do então prefeito Luciano Ducci (PSB), o pior prefeito de Curitiba de todos os tempos.

Como vereador votou “sim” pela lei que permite a transferência da permissão de táxi para familiares e terceiros em caso de morte do taxista, o que é totalmente inconstitucional e imoral.

Como vereador tirou 2,7 (de zero a 10) em nível de transparência segundo a Gazeta do Povo.

É o quarto vereador que mais faltou sem justificativas na Câmara de Curitiba (13 sem justificativa e 48 com justificativa).

Blog do Tarso

Rasca Rodrigues (PV)

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Declarou para o TRE-PR ter R$ 52 mil em dinheiro. Embaixo do colchão?

Gastou dinheiro público em outdoors, desde o início de 2014 (R$ 6,5 mil). Em matéria na Gazeta do Povo, segundo o sociólogo da Universidade Norte do Paraná (Unopar) Marco Antônio Rossi, o uso de recurso público para promoção social pode configurar improbidade administrativa. Ele entende que em ano eleitoral é uso abusivo, claramente eleitoreiro, a intenção não seria prestar contas, mas sim ganhar visibilidade.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Ratinho Junior (PSC):

Foi secretário de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Vai votar em Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Vai votar no Pastor Everaldo (PSC), o candidato mais neoliberal para a presidência, que disse que vai privatizar tudo.

É deputado federal, mas é candidato a deputado estadual para eleger vários membros de seu partido desconhecidos e com poucos votos, ao estilo Tiririca.

Votar nele pode eleger o Lauro Rodrigues

Persegue e tenta censurar o blogueiro progressista Luiz Scora “Polaco Doido”, com uma ação que redundou em multa de R$ 5 mil contra Scora em 2012 e agora com mais duas ações judiciais.

Está sendo julgado pelo STF por crime eleitoral.

Blog do Tarso

Roberto Aciolli (PV) 

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais.

Como vereador de Curitiba, seu programa 190 recebeu R$ 224 mil da Câmara Municipal pela empresa JRB Eventos, que pertence a um então servidor da Câmara, segundo a Gazeta do Povo.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Foi o segundo deputado estadual que mais gastou dinheiro público em outdoors, desde o início de 2014 (R$ 32 mil). Em matéria na Gazeta do Povo, segundo o sociólogo da Universidade Norte do Paraná (Unopar) Marco Antônio Rossi, o uso de recurso público para promoção social pode configurar improbidade administrativa. Ele entende que em ano eleitoral é uso abusivo, claramente eleitoreiro, a intenção não seria prestar contas, mas sim ganhar visibilidade.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Rui Hara (PSB)

Foi coordenador-geral da Comec no governo Beto Richa, o pior governo do Paraná de todos os tempos.

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Vai votar em Marina Silva (PSB, ex-PT, ex-PV, futura Rede Sustentabilidade), que quer criar a independência do Banco Central, o que na prática é um golpe à Democracia e entrega para os bancos as decisões sobre a economia do Brasil.

Blog do Tarso

Sabino Picolo (DEMO)

Atual vereador de Curitiba.

Como vereador não pediu o afastamento definitivo de João Cláudio Derosso.

Como presidente interino da Câmara, arquivou pedido de afastamento do Derosso.

Como vereador apresentou 19 propostas voltadas ao Hospital Santa Madalena Sofia, administrado pela esposa e parentes dela.

Como vereador votou em João do Suco para presidente da Câmara de Vereadores, o candidato do Derosso.

Como vereador não fiscalizava a gestão do então prefeito Luciano Ducci (PSB), o pior prefeito de Curitiba de todos os tempos.

Como vereador votou “sim” pela lei que permite a transferência da permissão de táxi para familiares e terceiros em caso de morte do taxista, o que é totalmente inconstitucional e imoral.

Como vereador tirou 0,3 (de zero a 10) em nível de transparência segundo a Gazeta do Povo.

Blog do Tarso

Stephanes Júnior (PMDB)

Apoiou que o PMDB fizesse aliança para a reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Quer a criação da superaposentadoria dos deputados estaduais.

Se elegeu no PMDB, graças ao governo de Roberto Requião (PMDB), para fazer oposição ao governo Beto Richa (PSDB), mas vota sempre a favor de Richa.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Foi o quarto deputado que mais gastou gasolina com dinheiro público no primeiro semestre de 2013: R$ 30 mil.

Foi o deputado que mais gastou com telefone em 2013: R$ 26.688,00.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Tercílio Turini (PPS)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Vai votar em Marina Silva (PSB, ex-PT, ex-PV, futura Rede Sustentabilidade), que quer criar a independência do Banco Central, o que na prática é um golpe à Democracia e entrega para os bancos as decisões sobre a economia do Brasil.

Blog do Tarso

Tico Kuzma (PROS)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Atual vereador de Curitiba.

Como vereador votou em João do Suco para presidente da Câmara de Vereadores, o candidato do Derosso na época.

Como vereador não fiscalizava a gestão do então prefeito Luciano Ducci (PSB), o pior prefeito de Curitiba de todos os tempos.

Como vereador votou “sim” pela lei que permite a transferência da permissão de táxi para familiares e terceiros em caso de morte do taxista, o que é totalmente inconstitucional e imoral.

Recebeu R$ 50 mil Galvão Engenharia/Queiroz Galvão Alimentos, investigadas na Operação Lava Jato da Polícia Federal (PF), um esquema de lavagem de dinheiro que teria desviado R$ 10 bilhões, e pelo menos sete das empresas investigadas na Operação Lava Jato doaram R$ 122,3 milhões a partidos e candidatos.

Blog do Tarso

Waldyr Pugliesi (PMDB)

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Se elegeu no PMDB, graças ao governo de Roberto Requião (PMDB), para fazer oposição ao governo Beto Richa (PSDB), mas vota sempre a favor de Richa.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Gastou dinheiro público em outdoors, desde o início de 2014 (R$ 10,5 mil). Em matéria na Gazeta do Povo, segundo o sociólogo da Universidade Norte do Paraná (Unopar) Marco Antônio Rossi, o uso de recurso público para promoção social pode configurar improbidade administrativa. Ele entende que em ano eleitoral é uso abusivo, claramente eleitoreiro, a intenção não seria prestar contas, mas sim ganhar visibilidade.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Wilson Quinteiro (PSB)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou contra convidar o secretário Pepe Richa, irmão de Beto Richa, para prestar esclarecimentos sobre denúncias de uma empresária que disse que ele receberia propina de R$ 500 mil.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Vai votar em Marina Silva (PSB, ex-PT, ex-PV, futura Rede Sustentabilidade), que quer criar a independência do Banco Central, o que na prática é um golpe à Democracia e entrega para os bancos as decisões sobre a economia do Brasil.

De forma oportunista disse que seu livro é a Bíblia, apenas para garantir o votos dos cristãos, se esquecendo que o Estado Laico e sua religião não deveria interferir nas eleições (informação do Caixa Zero).

Blog do Tarso

Zé Maria (SDD)

É vereador de Curitiba.

Foi membro da “CPI do Derosso” que votou pela total absolvição do presidente João Cláudio Derosso (PSDB), acusado pelo Ministério de Público de várias irregularidades.

Aumentou sua própria remunerações para R$ 13,5 mil e ainda criou o seu 13º salário.

Não fiscalizava a gestão do prefeito Luciano Ducci (PSB), o pior prefeito de Curitiba de todos os tempos.

Votou “sim” pela lei que permite a transferência da permissão de táxi para familiares e terceiros em caso de morte do taxista, o que é totalmente inconstitucional e imoral.

Como vereador tirou 3,7 (de zero a 10) em nível de transparência segundo a Gazeta do Povo.

Blog do Tarso

***************************************************************************************************

CANDIDATOS A DEPUTADO FEDERAL DO PARANÁ:

Abelardo Lupion (DEMO)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Votou contra a PEC 438/01, que prevê o confisco de terras e imóveis dos beneficiados diretamente pelo trabalho escravo.

Votou contra a aplicação de 100% dos royalties do petróleo para educação.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Entre janeiro e maio de 2014 aumentou em 108% seus gastos com divulgação do próprio mandato na Câmara dos Deputados, se compararmos com o mesmo período do ano passado.

Foi o deputado federal do Paraná que mais gastou com consultorias desde 2011: R$ 257 mil.

Parece que não será candidato, mas continua na lista.

Blog do Tarso

Alex Canziani (PTB)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Votou contra a aplicação de 100% dos royalties do petróleo para educação.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Entre janeiro e maio de 2014 aumentou em 33% seus gastos com divulgação do próprio mandato na Câmara dos Deputados, se compararmos com o mesmo período do ano passado.

Foi o deputado federal do Paraná que mais gastou com bilhetes aéreos desde 2011: R$ 352 mil.

Blog do Tarso

Alfredo Kaefer (PSDB)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Votou contra a aplicação de 100% dos royalties do petróleo para educação.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Entre janeiro e maio de 2014 aumentou em 139% seus gastos com divulgação do próprio mandato na Câmara dos Deputados, se compararmos com o mesmo período do ano passado.

Foi o deputado federal do Paraná que mais faltou sem justificativa nesta legislatura: 15 faltas injustificadas!

É alvo de três inquéritos no STF: um que apura crimes eleitorais (aberto em 2007), e os outros dois de 2013, de crimes contra o patrimônio (venda da Sul Financeira) e de ordem tributária.

Blog do Tarso

André Zacharow (PMDB)

Votou contra a PEC 438/01, que prevê o confisco de terras e imóveis dos beneficiados diretamente pelo trabalho escravo.

Entre janeiro e maio de 2014 aumentou em 284% seus gastos com divulgação do próprio mandato na Câmara dos Deputados, se compararmos com o mesmo período do ano passado.

Foi o deputado federal do Paraná que mais gastou com alimentação desde 2011: R$ 63 mil.

Blog do Tarso

Assis Couto (PT)

Foi o deputado federal do Paraná com o maior volume de gastos com divulgação do mandato na legislatura 2011-2014: R$ 380 mil.

Entre janeiro e maio de 2014 aumentou em 93% seus gastos com divulgação do próprio mandato na Câmara dos Deputados, se compararmos com o mesmo período do ano passado.

Delegado Gastão (PR)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É de extrema direita.

Blog do Tarso

Dilceu Sperafico (PP)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Votou contra a aplicação de 100% dos royalties do petróleo para educação.

Entre janeiro e maio de 2014 aumentou em 37% seus gastos com divulgação do próprio mandato na Câmara dos Deputados, se compararmos com o mesmo período do ano passado.

Foi o deputado federal do Paraná que mais gastou com serviços postais desde 2011: R$ 94 mil.

Recebeu R$ 150 mil Galvão Engenharia/Queiroz Galvão Alimentos, investigadas na Operação Lava Jato da Polícia Federal (PF), um esquema de lavagem de dinheiro que teria desviado R$ 10 bilhões, e pelo menos sete das empresas investigadas na Operação Lava Jato doaram R$ 122,3 milhões a partidos e candidatos.

É réu de ação penal movida pelo Ministério Público Federal (MPF) por apropriação indébita em 2007 e citado em dois outros inquéritos, também movidos pelo MPF em 2013, por crime de peculato.

Blog do Tarso

Edmar Arruda (PSC)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Vai votar no Pastor Everaldo (PSC), o candidato mais neoliberal para a presidência, que disse que vai privatizar tudo.

Entre janeiro e maio de 2014 aumentou em 81% seus gastos com divulgação do próprio mandato na Câmara dos Deputados, se compararmos com o mesmo período do ano passado.

Blog do Tarso

Eduardo Sciarra (PSD)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Votou contra a aplicação de 100% dos royalties do petróleo para educação.

Votou contra a PEC 438/01, que prevê o confisco de terras e imóveis dos beneficiados diretamente pelo trabalho escravo.

Foi o deputado federal do Paraná que mais gastou com telefonia desde 2011: R$ 197 mil.

Foi o deputado federal do Paraná que mais gastou com material de escritório desde 2011: R$ 224 mil.

Parece que não será candidato, mas continua na lista.

Blog do Tarso

Ênio Verri (PT)

Como deputado estadual votou no deputado Fábio Camargo (PTB), sem notórios conhecimentos e investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável por sua eleição.

Declarou para o TRE-PR ter R$ 100 mil em dinheiro. Embaixo do colchão?

Foi o segundo deputado estadual que mais faltou sem justificativas entre 2011-2014 (33). Segundo deputado estadual que mais faltou entre 2011-2014 (124 faltas).

Gastou dinheiro público em outdoors, desde o início de 2014 (R$ 8,4 mil). Em matéria na Gazeta do Povo, segundo o sociólogo da Universidade Norte do Paraná (Unopar) Marco Antônio Rossi, o uso de recurso público para promoção social pode configurar improbidade administrativa. Ele entende que em ano eleitoral é uso abusivo, claramente eleitoreiro, a intenção não seria prestar contas, mas sim ganhar visibilidade.

Recebeu como doação eleitoral R$ 95 mil da empreiteira Andrade Gutierrez, investigada na operação Lava Jato, pela Polícia Federal (PF), no esquema de lavagem de dinheiro que teria desviado R$ 10 bilhões.

Blog do Tarso

Evandro Rogério Roman (PSD)

Foi Secretário de Esporte e Turismo na gestão Beto Richa, o pior governo do Paraná de todos os tempos.

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Blog do Tarso

Felipe Braga Cortes (PSDB)

É vereador de Curitiba e não fiscaliza a gestão do prefeito Luciano Ducci (PSB), o pior prefeito de Curitiba de todos os tempos.

Quando era vereador votou em João do Suco para presidente da Câmara de Vereadores, o candidato do Derosso.

Votou “sim” pela lei que permite a transferência da permissão de táxi para familiares e terceiros em caso de morte do taxista, o que é totalmente inconstitucional e imoral.

Como vereador tirou 3,2 (de zero a 10) em nível de transparência segundo a Gazeta do Povo.

É o quinto vereador que mais faltou sem justificativas na Câmara de Curitiba (12 sem justificativa e 85 com justificativa).

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Blog do Tarso

Fernando Francischini Delegado (SDD)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Votou contra a aplicação de 100% dos royalties do petróleo para educação.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

É truculento demais para um parlamentar, já ameaçou bater no Deputado Rosinha (PT) e no autor do Blog do Tarso

Muda de partido toda hora, era do PSDB e PEN.

Entre janeiro e maio de 2014 aumentou em 61% seus gastos com divulgação do próprio mandato na Câmara dos Deputados, se compararmos com o mesmo período do ano passado.

Foi o deputado federal do Paraná que mais gastou com segurança desde 2011: R$ 109 mil.

Blog do Tarso

Giacobo (PR)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Declarou para o TRE-PR ter R$ 223 mil em dinheiro. Embaixo do colchão?

Entre janeiro e maio de 2014 aumentou em 309% seus gastos com divulgação do próprio mandato na Câmara dos Deputados, se compararmos com o mesmo período do ano passado.

Foi o deputado federal do Paraná que mais gastou com combustível e lubrificantes desde 2011: R$ 152 mil.

É citado em um inquérito no STF de 2008 que investiga crimes contra a ordem tributária (sonegação fiscal).

Blog do Tarso

Hermes Parcianello (PMDB)

Entre janeiro e maio de 2014 aumentou em 2.237% seus gastos com divulgação do próprio mandato na Câmara dos Deputados, se compararmos com o mesmo período do ano passado (segunda maior variação).

Foi o deputado federal do Paraná que mais gastou com locação de carros e aeronaves desde 2011: R$ 10 mil.

José Domingos Scarpelini (PSB)

Ex-deputado, investigado por receptação de veículo, já foi preso e autuado em flagrante por receptação pelo delegado operacional da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos, Artem Dach. O ex-deputado dirigia um Pólo com placas clonadas de um carro de São Paulo.

Era assessor não concursado da Celepar durante a gestão Beto Richa ganhando mais de R$ 10 mil, mas não aparecia muito no trabalho. Sua nomeação foi motivo de denúncia à Procuradoria Regional do Trabalho da 9ª Região por parte do SINDPD-PR, sindicato dos trabalhadores da Celepar (veja a denúncia, clique aqui).

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Declarou para o TRE-PR ter R$ 150 mil em dinheiro. Embaixo do colchão?

Vai votar em Marina Silva (PSB, ex-PT, ex-PV, futura Rede Sustentabilidade), que quer criar a independência do Banco Central, o que na prática é um golpe à Democracia e entrega para os bancos as decisões sobre a economia do Brasil.

Blog do Tarso

Leopoldo Meyer (PSB)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Votou contra a aplicação de 100% dos royalties do petróleo para educação.

Declarou para o TRE-PR ter R$ 45 mil em dinheiro. Embaixo do colchão?

Entre janeiro e maio de 2014 aumentou em 284% seus gastos com divulgação do próprio mandato na Câmara dos Deputados, se compararmos com o mesmo período do ano passado.

Vai votar em Marina Silva (PSB, ex-PT, ex-PV, futura Rede Sustentabilidade), que quer criar a independência do Banco Central, o que na prática é um golpe à Democracia e entrega para os bancos as decisões sobre a economia do Brasil.

Foi condenado pelo Tribunal de Contas do Paraná (TCE-PR) em 2013 a pagar multa por contratação sem licitação prévia (funcionários da saúde) enquanto prefeito de São José dos Pinhais e pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR) por veiculação de propaganda institucional irregular.

Blog do Tarso

Luciano Ducci (PSB):

Foi o pior prefeito de Curitiba de todos os tempos, perdeu a tentativa de reeleicão em 2012 ainda no primeiro turno.

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Declarou para o TRE-PR ter R$ 10 mil em dinheiro. Embaixo do colchão?

Vai votar em Marina Silva (PSB, ex-PT, ex-PV, futura Rede Sustentabilidade), que quer criar a independência do Banco Central, o que na prática é um golpe à Democracia e entrega para os bancos as decisões sobre a economia do Brasil.

Blog do Tarso

Luiz Carlos Hauly (PSDB)

Foi secretário de Beto Richa, o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Blog do Tarso

Luiz Nishimori (PR)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Declarou para o TRE-PR ter R$ 800 mil em dinheiro. Embaixo do colchão?

Blog do Tarso

Luiz Carlos Setim (DEMO)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Votou contra a PEC 438/01, que prevê o confisco de terras e imóveis dos beneficiados diretamente pelo trabalho escravo.

Votou contra a aplicação de 100% dos royalties do petróleo para educação.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Parece que não será candidato, mas continua na lista.

Blog do Tarso

Nelson Meurer (PP)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Votou contra a aplicação de 100% dos royalties do petróleo para educação.

Votou contra a PEC 438/01, que prevê o confisco de terras e imóveis dos beneficiados diretamente pelo trabalho escravo.

Entre janeiro e maio de 2014 aumentou em 195% seus gastos com divulgação do próprio mandato na Câmara dos Deputados, se compararmos com o mesmo período do ano passado.

Foi o deputado federal do Paraná que mais gastou com hospedagem desde 2011: R$ 187 mil.

Recebeu R$ 250 mil Galvão Engenharia/Queiroz Galvão Alimentos, investigadas na Operação Lava Jato da Polícia Federal (PF), um esquema de lavagem de dinheiro que teria desviado R$ 10 bilhões, e pelo menos sete das empresas investigadas na Operação Lava Jato doaram R$ 122,3 milhões a partidos e candidatos.

Blog do Tarso

Nelson Padovani (PSC)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Votou contra a aplicação de 100% dos royalties do petróleo para educação.

Votou contra a PEC 438/01, que prevê o confisco de terras e imóveis dos beneficiados diretamente pelo trabalho escravo.

Vai votar no Pastor Everaldo (PSC), o candidato mais neoliberal para a presidência, que disse que vai privatizar tudo.

Entre janeiro e maio de 2014 aumentou em 3.882% seus gastos com divulgação do próprio mandato na Câmara dos Deputados, se compararmos com o mesmo período do ano passado (a maior variação entre os deputados do Paraná).

Blog do Tarso

Odilio Balbinoti (PMDB)

Foi o deputado federal do Paraná que mais faltou em 2013, sem justificativas (10 faltas injustificadas, e ainda faltou 20 vezes com justificativa).

Foi o deputado federal do Paraná que mais gastou com locação de carros desde 2011: R$ 271 mil.

Parece que não será candidato, mas continua na lista.

Blog do Tarso

Osmar Bertoldi (DEMO)

É deputado estadual mas quer se eleger federal.

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Abandonou a Assembleia Legislativa para ser Secretário de Habitação do prefeito de Curitiba Luciano Ducci (PSB), um dos piores prefeitos de todos os tempos.

Como deputado estadual votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Declarou para o TRE-PR ter R$ 700 mil em dinheiro. Embaixo do colchão?

Blog do Tarso

Osmar Serraglio (PMDB)

Queria que o PMDB fizesse aliança com Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Blog do Tarso

Paulo Martins (PSC)

Apresentador do Jornal da Massa da Rede Massa/SBT, o canal de TV do Ratinho.

Faz um discurso dizendo que nenhum político presta e virou político.

Se diz independente mas nunca criticou o governador Beto Richa (PSDB), porque seu patrão o apoia.

É de extrema-direta, elitista, reacionário, neoliberal e não merece o voto do povo.

Vai votar em Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É contrário ao Estado do Bem-Estar Social.

Blog do Tarso

Paulo Rosenmann (PSDB)

Foi diretor-administrativo da Ambiental Paraná Florestas, na gestão de Beto Richa, o pior governo do Paraná de todos os tempos.

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Blog do Tarso

Professor Sérgio de Oliveira (PSC)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Votou contra a aplicação de 100% dos royalties do petróleo para educação.

Vai votar no Pastor Everaldo (PSC), o candidato mais neoliberal para a presidência, que disse que vai privatizar tudo.

Blog do Tarso

Reinhold Stephanes (PSD)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Votou contra a aplicação de 100% dos royalties do petróleo para educação.

Muda toda hora de partido.

Blog do Tarso

Ricardo Barros (PP)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É de extrema direita.

Pula de canoa por interesses pessoais e de sua família, e não por ideologias e propostas.

Há denúncias contra ele, veja aqui.

Foi Secretaria da Indústria e Comércio na gestão Beto Richa, o pior governo do estado do Paraná de todos os tempos.

Recebeu R$ 190 mil Galvão Engenharia/Queiroz Galvão Alimentos, investigadas na Operação Lava Jato da Polícia Federal (PF), um esquema de lavagem de dinheiro que teria desviado R$ 10 bilhões, e pelo menos sete das empresas investigadas na Operação Lava Jato doaram R$ 122,3 milhões a partidos e candidatos.

Blog do Tarso

Rubens Bueno (PPS)

Se diz “limpinho” mas vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Incompetente na oposição ao governo federal, sendo “do contra” muitas vezes por oportunismo.

Entre janeiro e maio de 2014 aumentou em 446% seus gastos com divulgação do próprio mandato na Câmara dos Deputados, se compararmos com o mesmo período do ano passado (terceira maior variação).

Vai votar em Marina Silva (PSB, ex-PT, ex-PV, futura Rede Sustentabilidade), que quer criar a independência do Banco Central, o que na prática é um golpe à Democracia e entrega para os bancos as decisões sobre a economia do Brasil.

Blog do Tarso

Sandro Alex (PPS)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Votou contra a aplicação de 100% dos royalties do petróleo para educação.

“Entende a preocupação” dos empresários que apresentaram a absurda e inconstitucional proposta pela Associação Comercial e Industrial de Ponta Grosso de proibir o voto de beneficiários de programas de transferência de renda.

Vai votar em Marina Silva (PSB, ex-PT, ex-PV, futura Rede Sustentabilidade), que quer criar a independência do Banco Central, o que na prática é um golpe à Democracia e entrega para os bancos as decisões sobre a economia do Brasil.

Blog do Tarso

Takayama (PSC)

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Votou contra a aplicação de 100% dos royalties do petróleo para educação.

Vai votar no Pastor Everaldo (PSC), o candidato mais neoliberal para a presidência, que disse que vai privatizar tudo.

Declarou para o TRE-PR ter R$ 90 mil em dinheiro. Embaixo do colchão?

Entre janeiro e maio de 2014 aumentou em 27% seus gastos com divulgação do próprio mandato na Câmara dos Deputados, se compararmos com o mesmo período do ano passado.

É réu de ação penal que investiga crimes contra a ordem tributária, estelionato e peculato.

Blog do Tarso

Teruo Kato (PMDB)

Atualmente é deputado estadual mas vai querer ser deputado federal.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

Aprovou auxílio-saúde para servidores do MP, inclusive para comissionados, com custo de R$ 6 milhões anuais aos cofres públicos.

Se elegeu no PMDB, graças ao governo de Roberto Requião (PMDB), para fazer oposição ao governo Beto Richa (PSDB), mas vota sempre a favor de Richa.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Votou pela criação da Funeas, uma fundação estatal de saúde, mas de direito privado, para retirar garantias dos servidores, que serão celetistas.

Votou pela privatização da Sanepar.

Votou pelo reajuste das taxas do Detran, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB), na média de 28,06%, com picos de até 271,7%, com 62 taxas mais caras e criação de 24 novas taxas.

Blog do Tarso

Toninho Wandscheer (PT)

Atualmente é deputado estadual mas vai querer ser deputado federal.

Gastou milhares de reais de recursos públicos desde o início da legislatura para se promover em jornais do interior.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Votou pelo auxílio-moradia de R$ 4 mil para os juízes e desembargadores estaduais.

Sétimo deputado estadual que mais faltou entre 2011-2014 (80 faltas).

Gastou dinheiro público em outdoors, desde o início de 2014 (R$ 5,95 mil). Em matéria na Gazeta do Povo, segundo o sociólogo da Universidade Norte do Paraná (Unopar) Marco Antônio Rossi, o uso de recurso público para promoção social pode configurar improbidade administrativa. Ele entende que em ano eleitoral é uso abusivo, claramente eleitoreiro, a intenção não seria prestar contas, mas sim ganhar visibilidade.

Blog do Tarso

Valdir Rossoni (PSDB)

Atualmente é deputado estadual mas vai querer ser deputado federal.

Vai votar na reeleição de Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É da base de apoio do governo Beto Richa (PSDB), o pior governador do Paraná de todos os tempos.

É o presidente da Assembleia Legislativa, faz muita propaganda de limpeza na AL, mas na prática a Assembleia continua com várias situações questionáveis.

Recebeu R$ 25 mil da empresa privada Cotrans nas eleições de 2010 e pagou com verba de gabinete, para locação de carros, com dinheiro público, R$ 185 mil.

Votou nos deputados Fábio Camargo (PTB) ou Plauto Miró (DEMO), ambos sem notório conhecimentos e sendo investigados pelo Ministério Público, para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná e foi responsável pela eleição de Fábio Camargo.

Foi o deputado que mais usou a verba de gabinete em 2013: total de R$ 328.862,00.

Votou pela privatização da Sanepar.

Votou pela venda da Copel em 2001 durante o governo Jaime Lerner.

Vai votar em Aécio Neves (PSDB) para presidente, o candidato que represente o atraso, o retorno à era neoliberal de FHC, que precarizou o Brasil, acabou com a economia e o nome da nação e não investiu no social, e que privatizou a Administração Pública de forma radical.

Declarou para o TRE-PR ter R$ 100 mil em dinheiro. Embaixo do colchão?

Blog do Tarso

Anúncios

3 comentários sobre “Você já sabe em quem NÃO votar para deputado no Paraná? Veja a lista

  1. Pingback: André Vieira 1303 pode ser eleito deputado federal, segundo o DIAP | MANHAS & MANHÃS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s