Nova enquete do Blog do Tarso: qual sua opinião sobre as manifestações?

images-72 images-71 images-70 images-69 images-68

5 comentários sobre “Nova enquete do Blog do Tarso: qual sua opinião sobre as manifestações?

  1. O que de mais importante, a meu ver, foi dito pela PresidentA não mereceu a atenção devida por parte das pessoas. Ela disse: “historicamente o BR foi governado para 1/3 do seu povo, nos últimos 10 anos foram incorporados os outros 2/3”. No momento em que o BR é governado para 100% do seu povo, os #apartidários resolveram sair as ruas.

    Curtir

  2. Manifesto Geral das Insatisfações

    Aos 21 dias do mês de junho do ano de 2013, a população brasileira, em exercício das liberdades constitucionais;
    considerando que o poder emana do povo;
    considerando que a República Federativa do Brasil é um Estado Democrático de Direito e objetiva a construção de uma sociedade livre, justa e solidária, a erradicação da pobreza e da marginalização;
    considerando a pujança da economia brasileira e os incontáveis predicativos do território nacional;
    considerando a precária situação do sistema público de saúde que, por diversas vezes, constitui realidade atentatória à dignidade da pessoa humana;
    considerando a extensa e pesada carga tributária em vigor, reconhecidamente alta quando comparada com a de outros Estados Nacionais;
    considerando a realidade da máquina pública em todas as esferas do governo, as condições de prestação dos serviços públicos, bem como o histórico de corrupção que assola o país;
    considerando a repressão indiscriminada praticada pela polícia e a inércia das autoridades para impedir o avanço dos abusos;
    considerando o oportunismo da minoria que usa o movimento para cometer atos ilegais e tem desviado o foco das atenções;
    faz público este documento escrito para expor a legítima vontade do povo, em termos gerais, sem prejuízo de outros manifestos futuros, mais específicos e regionalizados. Eis o que se quer:
     A livre manifestação do pensamento, em atos pacíficos e apartidários, sem opressão policial. A segurança deve ser prioridade, no entanto, em nenhuma hipótese será admitida a tentativa de silenciar o povo pelo uso da força. Não é aceita a violência, tanto a perpetrada pela população quanto a pela polícia. A postura deve ser de abertura de um canal de diálogo.
     A reestruturação do ensino, mediante investimento maciço no nível fundamental e progressivo nos níveis médio e superior. O número de vagas deve ser ampliado até atender as necessidades imediatas da população. A educação básica, composta pelos níveis fundamental e médio, deve resgatar as pessoas que não tiveram adequado aprendizado e, para isso, será ofertada com qualidade e em turnos que permitam o acesso a todos. A longo prazo, importa robustecer os cursos técnicos e fomentar a pesquisa nos diversos níveis.
     A devida atenção à saúde, com a melhoria do sistema público e a intensificação de políticas públicas no setor. A preferência ao planejamento preventivo, sem prescindir a oferta regular de tratamento curativo aos enfermos. Os leitos hospitalares, instalados em locais próprios, devem ser em número suficiente.
     A disponibilização de transporte público satisfatório e a baixo custo. A maior parcela da população brasileira usa diariamente o referido serviço, seja para as atividades regulares de trabalho e educação, seja para participação em atividades culturais, esportivas e sociais. A redução do preço da passagem é o primeiro passo para o alcance de outros tantos direitos sociais.
     A redução gradual dos impostos. O excesso tributário sem o efetivo retorno através de políticas públicas e serviços públicos adequados é insustentável. O preço dos bens de consumo e a concretização de direitos patrimoniais são extremamente onerados pela incidência de impostos.
     A desburocratização da prática administrativa, com sistemas facilitados nos serviços e maior celeridade na prestação. Garantia de transparência nos atos dos três poderes. Divulgação, incentivo e abertura de programas ou métodos de participação popular nos destinos do país, mediante o exercício da cidadania.
     O combate ostensivo à corrupção. A preservação dos poderes institucionais do Ministério Público. A prioridade na tramitação dos processos que tenham por objeto casos de corrupção e, quando houver condenação, a realização de medidas que garantam o fiel cumprimento da decisão em tempo hábil.
     A aplicação correta das verbas públicas, sem desvios ou superfaturamento, e a redução das verbas destinadas ao custeio dos agentes políticos. A moralidade na gestão pública é primordial para a consecução dos objetivos nacionais, para a evolução econômica e social e para a consolidação das diretrizes acima apontadas.

    Curtir

  3. As Manifestações de 2013 e o Sentimento de Revolução

    Os partidos políticos tiveram uma lição nesses movimentos, não se tratava de uma eleição, nem de um protesto por certo candidato ou algum outro assunto ligado a política, mas algo que alijou as unidades que governam o País, como os partidos político. Também de que a farsa da Copa ficou para segundo plano mostrando que o brasileiro quer saúde, educação e segurança. Finalmente a copa deixou de ser importante.
    O que nos podemos concluir na sociedade brasileira nesse momento de indignação, do povo brasileiro. É de que pela primeira vez na historia, o sentimento de que a mais importante coisa nas nossas vidas seria a tola imaginação de um evento como a copa do mundo. Alheio a esse sentimento está um ex jogador que declarou que “(declarações em 20011) Copa do mundo não se faz com hospitais”, realmente é uma declaração de quem não está nem ai para o povo, de um homem que viveu rodeado por dinheiro e alienado com os assuntos sociais, vindo de uma pessoas nesse nível não se podia esperar muito; Mesmo.
    O importante é que as pessoas estão “acordando”, também, não podemos dizer isso, pois a tempo já se manifestavam, e foi assim na ditadura. Para assuntos que não interessa, e que nos não queremos, mais, como por exemplo, evento sem que são gastos milhões, e o povo fica a deriva, ou os governantes fazem o que quer, sem dar satisfação para o povo. Tem a parte partidária que alega que ser militante, foi um direito conquistado com muita luta e sangue na época da ditadura. Mas os manifestantes não querem saber de partido “sem partido, sem partido, sem partido”; Eles gritavam.
    Claro que o sentimento de revolução fica no ar quando vemos essa mobilização, e a idéia falsa de que a mídia, passa para as pessoas, de querer despertar os sentimentos de que é tudo muito bonito, deixa essa falsidade no ar; Não vejo nada de bonito; Mas sim um drama que o povo vive numa falsa democracia, corrupta e alienada com a situação popular, não há nada de bonito num protesto, em que se reivindica melhores condições social. Faltou alguém ligar para certa apresentadora de TV que ela falava que “tudo era tão bonito”. Que o Brasil estava vivendo um momento especial na historia, não com essas palavras, mas ela quis dizer basicamente isso.
    Lembrando que uma revolução não se faz sem sangue e fogo, até o Karl Marx fala isso em seu Manifesto Comunista, que a revolução não viria de forma pacifica; De qualquer forma, eu gostei de ter visto a aversão a bandeiras de partidos políticos, isso é pra eles perceber que nos percebemos que as opções partidárias,são mera ilusão, não estão resolvendo os problemas sociais. Também foi uma resposta a altura a moral dos partidos políticos dessa nação, que devem ter ficado com vergonha, e visto que o povo desperta para essa condição de que os partidos só beneficiam os grandes, os pequenos ficam sempre pagando mais caro.
    Foi uma humilhação mundial que os governadores, e militantes do Brasil inteiro passaram diante de um povo que se recusou a meter a militância seja de qualquer que seja o partido. O Brasil estava precisando disso, mostrar para as elites que, a coisa não é bem assim, como eles pensam, que podem fazer tudo sem o consentimento do povo.
    São essas coisa, e essas pessoas hipócritas que fazem do Brasil, um País realmente pior. Deve existir aqueles políticos sérios, que devem estar pensando o que nos estamos fazendo aqui, e refletindo sobre essa condição dos protestos; Mas tem aqueles que não está nem ai, que são os que jogam sujo. Nos elegemos, e em sua maioria eles envergam por outro caminho; Queria ver como ficou a cara dos políticos no Brasil inteiro depois dessa.
    Para alguns, essa hostilidade aos partidos políticos pode ser perigosa, por causa que se fazia isso na época da ditadura, esse direito aos partidos foi conquistado; mas eu vejo como uma forma de indignação a classe política, é um protesto com toda a razão.

    Sebastião Pereira Viana Júnior
    juniorcomunista@yahoo.com.br
    (91) 8869-3808

    Curtir

  4. Quero pedir aos meus colegas que estão nas ruas fazendo valer nossos direitos de cidadão,que estão lutando em favor de um Brasil mais justo,mais igualitário,realmente mais democrático,que não se deixem enganar por alguns partidos políticos que estão aproveitando do momento e usando de alguns estratagemas para desestabilização do atual governo.As manifestações tem que ocorrer sim,mas não podemos nos deixar ser manipulados por minorias políticas que há quase 12 anos não elegeram seus representantes para a presidência de nosso país.Não podemos nos enganar,´´esses partidos´´ não estão do nosso lado(do lado do povo) será que até agora ninguém parou para pensar que no próximo ano teremos eleições e que ´´muitos´´ já estão fazendo uso de algumas manifestações para suas campanhas políticas?vamos manifestar conscientes sem sermos ´´manipulados´´ para que ano que vem possamos votar com inteligência e sabedoria.

    Curtir

Deixe uma resposta para Freeman Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s